Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

RePlast: conheça o tijolo ecológico produzido com plástico retirado dos oceanos

por Larissa Fereguetti | 02/04/2019
Copiado!

O plástico é um grande problema ambiental atual. Além do enorme tempo levado na degradação, ele vai parar nos oceanos, prejudicando a vida marinha e, consequentemente, a nossa vida. Por outro lado, os tijolos ecológicos são vistos como uma solução na construção civil. Então, foi unindo essas duas situações e pensando transformar um problema em solução que foi criado o tijolo ecológico feito de plástico retirado dos oceanos, o RePlast.

Replast tijolo ecológico
Imagem: expertskiphire.co.uk

+ A ideia do RePlast

A tecnologia de construir tijolos com plástico retirado do oceano foi criada por Peter Lewis, um engenheiro neozelandês. O processo consiste em comprimir os restos de plástico em vários formatos, de acordo com a demanda. O sistema de fabricação fica dentro de um contêiner, o que permite que ele seja transportado para qualquer lugar.

Replast tijolo ecológico
Imagem: youtube.com

Quem fabrica é a startup ByFusion. Segundo ela, a fabricação emite 95% menos gás carbônico que o tijolo tradicional. Vale ressaltar que o seu uso pode contribuir para a certificação LEED.

A vantagem é que esses blocos de plástico, chamados de RePlast, oferecem isolamento térmico e acústico, são resistentes à compressão e se encaixam como no Tetris. Para construir, não é necessário nenhum agente ligante, basta encaixar os blocos. Eles podem ser usados em paredes e barreiras de estrada e também na construção de casas e edifícios.

Replast tijolo ecológico
Imagem: enlacearquitectura.com

Não há diferença entre o tipo de plástico usado. Uma outra vantagem do RePlast é que o plástico não retorna aos oceanos. Inicialmente, a ideia era fazer uma parceria com as empresas responsáveis pela coleta de resíduos. Porém, percebeu-se que o plástico retirado do oceano pode ser uma fonte muito mais promissora.

+ O problema do plástico

Atualmente, boa parte do plástico produzido não chega ao destino final adequado e acaba nos oceanos ou degradando de forma incorreta em lixões e áreas de depósito de resíduos irregulares. A estimativa é de que, até 2050, haja mais plástico nos oceanos que peixes. Isso foi calculado baseado no fato de que, anualmente, 4 a 12 milhões de toneladas de plástico são lançados nos oceanos. É por isso que a proposta da ByFusion é inovadora e considerada uma grande solução. Ela também resolve um outro grande problema ambiental: as emissões de gás carbônico durante a fabricação de tijolos convencionais.

Replast tijolo ecológico
Imagem: plasticoceans.org

Nós já vimos aqui no Engenharia 360 várias alternativas ao tijolo convencional, desde o feito a partir de cinzas de cana-de-açúcar até o feito de urina humana. Então, o RePlast é, certamente, aceitável no mercado. Além disso, esse tijolo coloridinho alegra qualquer ambiente.

Referências: ByFusion; Sustainable Brands.

Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários