Engenharia 360

Tudo o que Você Precisa Saber sobre o Concreto Celular: Benefícios e Limitações

Engenharia 360
por Redação 360
| 08/06/2023 4 min

Tudo o que Você Precisa Saber sobre o Concreto Celular: Benefícios e Limitações

por Redação 360 | 08/06/2023
Engenharia 360

O concreto celular é um material inovador na indústria da construção. Com benefícios diversos, ele tem se destacado cada vez mais na Engenharia Civil e Arquitetura. No entanto, também apresenta limitações que devem ser consideradas. Neste texto do Engenharia 360, abordaremos as características principais do concreto celular, fornecendo um panorama completo sobre suas aplicações. Confira!

Como o concreto celular difere do concreto convencional?

O concreto celular difere do concreto convencional principalmente na sua composição e propriedades. Ele leva um agente espumante, que é geralmente uma substância química que cria bolhas de ar no concreto durante o processo de mistura.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A presença dessas bolhas de ar confere ao concreto celular várias propriedades distintas. Em primeiro lugar, o concreto celular tem uma baixa densidade, o que o torna mais leve e reduz o peso da estrutura em que é usado. Além disso, o concreto celular possui uma excelente capacidade de isolamento térmico e acústico, devido às bolhas de ar presentes.

concreto celular
Imagem de Marco Bernardini via Wikipédia - https://pt.wikipedia.org/wiki/Concreto_celular#/media/
Ficheiro:Aerated_autoclaved_concrete_-_detail.jpg
concreto celular
Imagem reproduzida de Viva Decora

Outra diferença é a resistência mecânica. O concreto celular é geralmente menos resistente em termos de compressão do que o concreto convencional. No entanto, existem diferentes graus de resistência disponíveis, e o concreto celular pode ser projetado para atender aos requisitos específicos de uma determinada aplicação.

Veja Também:

Vai reformar a casa? Saiba como diagnosticar condições de paredes e pisos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Qual é a composição do concreto celular?

O concreto celular pode ser produzido tanto em uma fábrica como na própria obra. Sua composição inclui água, cimento, cal e alumínio em pó, podendo ser adicionada espuma ou agentes expansores.

Em uma fábrica, a mistura dos componentes é realizada de forma controlada, resultando em produtos pré-fabricados, como blocos de concreto celular. Na obra, são utilizados equipamentos especiais para produzir a espuma, que é misturada com a argamassa na betoneira. Dessa forma, é possível preencher diferentes formas e espaços com o concreto celular.

concreto celular
Imagem reproduzida de Leroy Merlin

Quais são as aplicações do concreto celular?

O concreto celular pode ser utilizado em diversas aplicações, tais como:

  • Moldagem in loco, pré-fabricação e produção de blocos.
  • Vedação de vãos, preenchimento de lajes nervuradas.
  • Parede estrutural e laje quando acompanhados de aço.
  • Caixas de escada, lajes, paredes, pisos, contrapisos.
  • Paredes corta-fogo, preenchimento de vazios.
  • Isolante térmico e acústico.
  • Coberturas comerciais, industriais ou residenciais.
  • Peças pré-fabricadas ou pré-moldadas, como painéis, blocos e pisos elevados.
concreto celular
Imagem de Tumi-1983 via Wikimedia Commons - https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Siporex-bricks.jpg

Veja Também: Tecnologia e Resistência: 8 Tipos Diferentes de Concreto para Projetos Modernos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quais são as vantagens e desvantagens do concreto celular?

O concreto celular apresenta diversas vantagens, como um melhor desempenho térmico devido à sua baixa condutibilidade térmica, proporcionando um controle mais eficiente da variação de temperatura. Além disso, possui um isolamento acústico superior em comparação ao concreto convencional. Sua maior leveza resulta em economia de custos e agilidade na construção, enquanto a alta produtividade é alcançada devido à facilidade de locomoção das peças e menor número de viagens.

Outra vantagem é a possibilidade de dispensar o uso de reboco devido ao acabamento uniforme. O concreto celular também consome menos material, resultando em economia tanto no consumo de concreto quanto na execução das estruturas. Sem contar que é resistente a agentes químicos, umidade, fungos e possui maior resistência ao fogo.

concreto celular
Imagem reproduzida de Mapa da Obra

Sua versatilidade permite diversas aplicações. Por outro lado, o concreto celular apresenta desvantagens, como a perda ou redução de algumas propriedades mecânicas em comparação ao concreto convencional, como a resistência à compressão. Também há possibilidade de deformação devido à menor aderência a armaduras e menor módulo de elasticidade.

O custo do material é elevado devido ao uso de aditivos ou agentes expansores, e seu uso é restrito em estruturas armadas robustas. Há possibilidade de manifestações patológicas, como deformações e fissuras, se não forem utilizados reforços estruturais adequados. Por fim, o concreto celular é mais permeável à água devido à sua porosidade.

É importante considerar essas vantagens e desvantagens ao decidir utilizar o concreto celular, avaliando se é o material mais adequado para o projeto em questão e se oferece o melhor custo-benefício.

Veja Também:


Fontes: FAIAL, APL.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo