Engenharia 360

Engenharia Biomédica: A Convergência da Engenharia e Medicina numa Profissão

Engenharia 360
por Redação 360
| 08/06/2023 4 min
Imagem de DCStudio em Freepik

Engenharia Biomédica: A Convergência da Engenharia e Medicina numa Profissão

por Redação 360 | 08/06/2023
Imagem de DCStudio em Freepik
Engenharia 360

A Engenharia Biomédica é uma especialização que combina os campos da Engenharia e Medicina. Nessa área, os engenheiros biomédicos aplicam princípios das ciências exatas para desenvolver abordagens inovadoras. E eles fazem isso utilizando conhecimentos de diversas disciplinas, como química, física e engenharia. Qual o objetivo? Melhorar a saúde e qualidade de vida dos pacientes, integrando tecnologia e conhecimentos médicos avançados. Saiba mais neste texto do Engenharia 360!

O que é e quais as áreas de aplicação da Engenharia Biomédica?

A Engenharia Biomédica é uma área que combina princípios das ciências exatas e ciências da saúde para desenvolver abordagens inovadoras aplicadas na prevenção, diagnóstico e terapia de doenças. Os engenheiros biomédicos estão envolvidos no desenvolvimento e produção de soluções médicas, como equipamentos de diagnóstico e estudo dos organismos vivos sob uma perspectiva de engenharia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A saber, as áreas de aplicação da Engenharia Biomédica incluem a produção de biomateriais e próteses, imagiologia médica, desenvolvimento de kits de diagnóstico e aplicação de bioinformática.

engenharia biomédica
Imagem de DCStudio em Freepik

Normas regulatórias da profissão

Os engenheiros biomédicos devem seguir normas regulatórias para garantir a segurança e eficácia dos dispositivos médicos que desenvolvem. Essas normas podem variar de acordo com o país, mas incluem requisitos para documentação, design, construção, testes e entrega dos equipamentos biomédicos. Órgãos reguladores, como a Food and Drug Administration (FDA) nos Estados Unidos, avaliam a confiabilidade de novas terapias e instrumentos médicos.

Veja Também:

Do Laboratório ao Mercado: A Especialização em Engenharia Farmacêutica para Engenheiros

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quais as oportunidades acadêmicas para Engenharia Biomédica?

No curso de Engenharia Biomédica, são estudadas disciplinas como:

  • Cálculo I, II e III
  • Física I, II e III
  • Geometria Analítica
  • Álgebra
  • Biologia
  • Anatomia
  • Eletrônica
  • Computação
  • Algoritmos e Estrutura de Dados
  • Programação

Algumas das melhores faculdades que oferecem o curso de Engenharia Biomédica no Brasil, de acordo com as informações fornecidas, são:

  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP)
  • Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ)
  • Universidade Federal do Pará (UFPA)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
  • Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Essas faculdades oferecem uma formação sólida em Engenharia Biomédica e têm boa reputação no mercado acadêmico.

Especialização em bioinformática

A bioinformática desempenha um papel importante na Engenharia Biomédica, pois permite o processamento e análise de grandes quantidades de dados biológicos. Através de programas de computador e algoritmos, a bioinformática ajuda a tratar informações biológicas, como o genoma humano, publicações científicas e estrutura de proteínas. Isso contribui para o desenvolvimento de modelos do corpo humano, previsão dos efeitos de terapias e diagnósticos mais precisos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quais as opções de aplicações da Engenharia Biomédica?

Estudo do corpo humano

  • Modelagem do corpo humano para prever os efeitos de terapias.
  • Estudo do transporte e transformação de alimentos, sangue e oxigênio.
  • Análise das propriedades dos materiais que constituem o corpo humano.
  • Distribuição de elementos químicos e propriedades dos tecidos.

Desenvolvimento de biomateriais para próteses

  • Desenvolvimento de novos materiais biocompatíveis.
  • Consideração de parâmetros para garantir a biocompatibilidade.
  • Garantia de esterilidade dos biomateriais.
  • Adequação dos materiais à função da prótese.
engenharia biomédica
Imagem de ASphotofamily em Freepik

Técnicas de imagiologia utilizadas no diagnóstico médico

  • Radiografia.
  • Tomografia axial computadorizada.
  • Ultrassonografia.
  • Fluoroscopia.
  • Ressonância magnética.
  • Tomografia por emissão de positrões (PET).
  • Tomografia por emissão de fóton único (SPECT).

Desenvolvimento de kits de diagnóstico

  • Realização de estudos e pesquisas na área.
  • Elaboração de peças-chave para os kits de diagnóstico.
  • Integração de conhecimentos de engenharia biomédica e mecatrônica.
  • Desenvolvimento de métodos para obter sinais vitais do corpo humano.
engenharia biomédica
Imagem de Drazen Zigic em Freepik

Além disso, os engenheiros biomédicos trabalham na garantia da segurança e na conformidade com regulamentos na fabricação de instrumentos médicos, considerando a esterilização, testes exaustivos e normas de segurança. Eles também contribuem para o avanço da bioinformática, processando e analisando grandes quantidades de informações biológicas.

Quais são as questões de segurança consideradas na Engenharia Biomédica?

Em relação às questões de segurança consideradas na Engenharia Biomédica, existem várias medidas importantes. Alguns instrumentos médicos requerem sistemas de segurança adicionais para garantir o seu uso adequado e prevenir possíveis falhas. A esterilização de instrumentos também é uma preocupação, exigindo materiais e designs que possam resistir ao calor do processo de esterilização. Além disso, os testes dos instrumentos médicos devem ser exaustivos, incluindo testes de software para garantir a sua confiabilidade e evitar efeitos inesperados.

engenharia biomédica
Imagem de Freepik

Como é o mercado de trabalho para engenheiros biomédicos?

O mercado de trabalho para engenheiros biomédicos é bastante promissor, com amplas oportunidades de atuação. Esses profissionais podem trabalhar com equipamentos médicos. Além disso, eles têm a possibilidade de ocupar cargos em hospitais e clínicas, atuando na administração hospitalar e na engenharia clínica, garantindo o bom funcionamento dos equipamentos.

Os maiores empregadores são os centros de pesquisa, empresas desenvolvedoras de tecnologias médicas, hospitais e universidades.

Empresas da área médica são grandes empregadoras de engenheiros biomédicos, contratando-os para elaborar e desenvolver novos dispositivos médicos. Universidades e centros de pesquisa também oferecem oportunidades de emprego nessa área, onde os engenheiros biomédicos podem se dedicar à pesquisa científica. Mas é importante ressaltar que a profissão é regulamentada e requer diploma de curso superior reconhecido pelo MEC e registro profissional no CONFEA.

Veja Também:


Fontes: Guia da Carreira.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com contato@engenharia360.com para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo