Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Quais serão os impactos da ampliação do canal do Panamá?

por Lucie Ferreira | 22/07/2016
Copiado!

 
 

canal-do-panama_01_blog-da-engenharia

As obras de expansão do Canal do Panamá levaram dez anos e custaram US$ 5 bilhões (Foto: Huffington Post)


Em 1914, foi inaugurada uma das maiores obras de engenharia da humanidade: o canal do Panamá. Localizado no país latino-americano que o batiza, ele tem 77,1 quilômetros de extensão e liga o oceano Atlântico ao Pacífico, por meio do mar do Caribe, permitindo a travessia de grandes embarcações.
No final de junho, após dez anos de modernização, a mais nova obra de ampliação do canal do Panamá foi inaugurada. Com custo de US$ 5 bilhões, a construção foi alterada para possibilitar a passagem de embarcações com 14.000 contêineres.
A inauguração da nova expansão do canal foi feita pela embarcação chinesa Cosco Shipping Panama. Com 48,25 metros de altura e 299,98 metros de comprimento, o navio chinês pode transportar até 9,4 mil contêineres.
Para ter uma ideia da importância do canal do Panamá, aproximadamente 5% do comércio marítimo mundial passa por ele, sendo os principais usuários os Estados Unidos, a China e o Chile. Em uma década, 600 milhões de toneladas de mercadoria poderão passar pela rota anualmente – ou seja, o dobro do que a sua capacidade permitia antes da expansão.
canal-do-panama_02_blog-da-engenharia

Embarcação chinesa Cosco Shipping Panama inaugura a ampliação do canal do Panamá (Foto: Reuters)

+ O que muda com a ampliação?

Se antes a travessia máxima diária era de 40 navios, agora o canal suportará até 51 embarcações por dia. A capacidade dos navios, que antes era de 5 mil toneladas, mais que dobrou, chegando a 13 mil toneladas.
Espera-se que a ampliação do canal do Panamá triplique sua capacidade e o lucro das autoridades panamenhas. Antes da expansão, a via conseguia arrecadar cerca de US$ 1 bilhão ao ano, só com a cobrança de pedágio das embarcações que a atravessavam.
O norte do Brasil também será afetado: por meio do canal do Panamá, foi constituída uma nova dinâmica econômica e geopolítica entre a região norte, o Caribe e o Pacífico. Com a ampliação, o país precisará melhorar sua logística e solucionar problemas que ocasionam o atraso na integração dos portos brasileiros nesse novo fluxo comercial panamenho.
Fontes: G1, O Globo e Uol

Copiado!

Matérias Relacionadas

Comentários