Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

CANAIS ESPECIAIS


A Forma das Coisas: entenda o que é Proporção Áurea e como ela se aplica à Arquitetura

por Simone Tagliani | 14/04/2021

Existe uma constante algébrica que foi estudada desde o tempo da Grécia Antiga e que até hoje serve de referência para o entendimento das proporções perfeitas, da simetria e mais, ou seja, do verdadeiro cânone arquitetônico. Esta é a Proporção Área, também chamada de 'número de ouro' ou ' forma das coisas'!

Você sabe o que significa Proporção Áurea? Talvez devesse, caso pratique ou só se interesse pelo tema ‘arquitetura, design e engenharia’! É até impossível falar sobre a história dessas profissões sem citar a Proporção Áurea. Fora isso, ela está presente também nos elementos da natureza e até no corpo humano! Se você não sabia de nada disso, recomendamos que continue lendo esse texto!

O que é Proporção Áurea?

Proporção Áurea talvez possa ser melhor entendida em termos matemáticos. Trata-se de uma constante algébrica que pode ser utilizada, obviamente, no planejamento de arquiteturas, mas também de outras obras artísticas. Inclusive ela foi utilizada por Botticelli, Salvador Dalí e Leonardo da Vinci como forma de alcançar a beleza e harmonia em suas obras – um exemplo é a pintura ‘O nascimento de Vênus, do ano de 1485.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

proporção áurea
Pintura ‘O nascimento de Vênus’ – imagem de Pinterest

A primeira vez que alguém citou a Proporção Áurea foi Euclides, na obra ‘Os Elementos’, por volta de 2300 anos atrás.  Também eram fãs deste conceito Phidias e Platão. Estes pensadores antigos a descreveram como sendo uma espiral perfeita extremamente agradável aos olhos! Hoje ela é chamada pelos matemáticos como “o número de ouro”!

Em termos práticos, de acordo com o matemático Leonardo Fibonacci, ela poderia ser encontrada quando dividimos uma reta em duas partes não iguais e pegamos o segmento mais longo e o dividimos pelo segmento menor. O resultado dessa divisão – representada pela letra grega φ – corresponderia a um número infinito arredondado para 1,6180. Esta seria a Proporção Áurea!

proporção áurea
espiral fibonacci – imagem de info escola

Onde encontramos a Proporção Áurea na vida?

Algumas pessoas dizem que tem dificuldade de entender na prática as fórmulas matemáticas ensinadas no colégio. Por isso, resolvemos falar um pouco sobre onde se pode encontrar a Proporção Áurea no mundo em que vivemos!

Bem, ela estaria presente na construção óssea e na ramificação de veias e nervos de humanos e animais. Também poderia ser vista na disposição das pétalas de uma flor, na formação de galáxias, furacões, cristais, conchas, raízes de algas e até nas moléculas de DNA. A sequência que podemos ver nas imagens a seguir – como se fosse um círculo absolutamente perfeito na natureza – é chamada de Fibonacci!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

proporção áurea
proporção áurea – imagem de Medium

Como aplicar Proporção Áurea na arquitetura?

Alguns estudiosos dizem que, na verdade, não existiria nada no mundo real que se encaixasse perfeitamente com o cálculo da proporção Áurea. Porém, durante muitos séculos, os seus números foram utilizados de parâmetros para os projetos de arquitetura, servindo de critério que nos daria a chance de tentar encontrar uma razão para a utilização de certos elementos estruturais e ornamentais – digamos que o verdadeiro cânone para a beleza ideal.

Grandes monumentos construídos na Grécia Antiga, como o Parthenon, foram projetados com base na proporção Áurea – substituindo a constante de esculturas -, apresentavam linhas retas totalmente simétricas.

proporção áurea
Partenon – imagem de Behance

Em outro momento, os egípcios utilizaram essa mesma proporção para construir as Pirâmides de Gizé.

proporção áurea
Gizé – imagem de Pinterest

Leia Também: 7 grandes planejadores que mudaram a história da Arquitetura e Urbanismo mundial | Lista 360

Já na era medieval, mais precisamente no século 16, a Proporção Áurea ressurgiu a partir de um livro escrito pelo monge italiano Luca Pacioli. “A Proporção Divina” influenciou a construção de catedrais como Notre Dame e de Chartres – isso pode ser comprovado em desenhos de planta, fachadas e pilares.

proporção áurea
Notre Dame – imagem de imagem de Freemason
proporção áurea
Notre Dame – imagem de Pinterest

Enfim, na modernidade, a Proporção Áurea foi analisada por Le Corbusier em seus estudos de ‘O Modulor’, um sistema inspirado nos estudos de Da Vinci sobre proporção para ambientes e estruturas comparando elementos à altura média de uma pessoa – que seria em torno de 1,75 a 1,83.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

proporção áurea
Modulor – imagem de Coisas da Arquitetura

Leia Também: Física Relativística: entenda a evolução dessa teoria | 360 Explica


Fontes: Viva Decora, 44Arquitetura, Tetri SEJ, ArchiDaily, Vitruvius, Megacurioso, Design Culture, Gerência de Obras.

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; especialista em Artes Visuais; estudante de Jornalismo Digital e proprietária da empresa Visual Ideias - Redação, Edição e Produção de Conteúdos.