Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Saiba por que a cidade de Madri, na Espanha, está plantando cerca de 500 mil árvores

por Simone Tagliani | 12/08/2021

Questões como aquecimento global e efeito estufa é um problema real. Madri está tentando amenizar as emissões de CO2 plantando um grande anel verde. Saiba+!

Não é novidade alguma que Madri, a capital da Espanha, é uma das maiores e mais bonitas metrópoles do planeta. Com 6,7 milhões de habitantes, tornou- se, em 2018, a primeira cidade da Europa a proibir carros poluentes em sua zona central. E agora ela irá construir um enorme “anel florestal” em torno de seu perímetro. Saiba porquê no texto a seguir!

florestamento urbano
Imagem extraída de Dailymotion

Qual o objetivo da iniciativa dos espanhóis?

A ideia dos espanhóis é tentar reduzir os níveis de calor em Madri, utilizando as árvores para aumentar a absorção de CO2 na atmosfera local, combatendo, assim, as ilhas de calor – trabalhando dia e noite para absorver o excesso de calor e limpar o ar da metrópole. Aliás, esse projeto de Desenvolvimento Urbanístico – Desarrollo Urbano del Ayuntamiento de Madrid – é chamado de anel de “Via Verde” ou “Mar Verde”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O plano de florestamento urbano deve cobrir de vida uma árvore de 75 km no total. A intenção ainda é conectar as áreas verdes já existentes na capital. Serão plantadas cerca de 500.000 árvores como pinheiro-negro, faia, zimbro espanhol e várias espécies de carvalho – que são geralmente encontradas nessa zona árida onde fica a capital espanhola, nativas e que requerem pouca água.

florestamento urbano
Imagem extraída de Razões para Acreditar
florestamento urbano
Imagem extraída de Euronews

Quais as vantagens da nova floresta de Madri?

É importante ressaltar que esse novo bosque urbano de Madri não será utilizado como parque. Mas é provável que as pessoas, inevitavelmente, vão buscar esse lugar para descanso. Só lembrando que a ideia da criação desse anel verde é mesmo absorver as emissões de gases de efeito estufa geradas – provavelmente 175 mil toneladas por ano – e conectar todas as massas florestais existentes que já existem na cidade.

“(…) para as cidades que expelem três quartos de todo o CO2 causado pelo homem, que tendem a absorver muito mais calor e ar pobre do que o campo circundante, métodos de combate às alterações climáticas e à degradação ambiental geral precisam ser variados.”,

“(…) a criação de corredores ambientais em todos os bairros… e acima de tudo (…) para envolver os cidadãos nesta nova cultura verde, é essencial para cada cidade enfrentar o futuro próximo da melhor maneira”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

– conselheiro do meio ambiente e desenvolvimento urbano de Madrid, Fuentes, em reportagem de Razões para Acreditar.

florestamento urbano
Imagem extraída de Archello

Mais ações sustentáveis do município

Repetindo a história, em 2018, Madri se tornou a primeira cidade da Europa a proibir carros poluentes no centro da cidade. Explicando melhor, só poderiam trafegar no centro apenas veículos com zero emissão de carbono. A ideia era estimular o uso do transporte público e a circulação de pedestres e bicicletas e banir os carros movidos a gasolina ou diesel.

Recentemente, a prefeitura de Madri lançou mais uma proposta, que tem tudo a ver com o “anel verde” que comentamos antes. Trata-se do plano “Madrid 360 – Avance de la Estrategia de Sostenibilidad Ambiental” para tornar a cidade mais verde. Uma delas dá incentivos fiscais a moradores que investirem em fachadas e telhados verdes, painéis solares e elementos de sustentabilidade e eficiência energética em suas residências e empresas.

Olha que controvérsia, enquanto a política brasileira incentiva o desmatar, cidades ao redor do mundo estão correndo contra o tempo para reflorestar e reduzir as ilhas de calor. Por que será? Pense nisso!


Fontes: Razões para Acreditar, Conexão Planeta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; especialista em Artes Visuais; estudante de Jornalismo Digital e proprietária da empresa Visual Ideias - Redação, Edição e Produção de Conteúdos.