Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

BIM: uma visão geral sobre os profissionais mais desejados pelo Mercado de Trabalho

por Cristiano Oliveira da Silva | 28/04/2021

Nesta matéria, destacamos os papéis envolvidos num fluxo de trabalho BIM e como o mercado cada vez mais demanda profissionais com essas competências.

Nos últimos anos, com o advento da metodologia BIM, uma série de profissionais vêm sendo requeridos pelo mercado de trabalho. Por ser uma metodologia relativamente recente, as competências requeridas pelo profissional que irá desempenhar um papel num fluxo de trabalho baseado em BIM ainda estão em processo de entendimento e consolidação.

As universidades e centros de formação em geral vêm, ao longo dos anos, empregando esforços para a inclusão na grade curricular de conceitos relacionados à parametrização e modelagem da informação de um dado empreendimento. Entretanto, ainda é insipiente e não se encontra plenamente difundido esse novo conceito nas instituições de ensino, embora haja uma demanda no mercado de trabalho por profissionais capacitados a integrarem os papéis requeridos por trabalhos desenvolvidos em BIM.

O objetivo dessa matéria é lançar luz a respeito desse tema, identificando os papéis de cada profissional inserido nesse novo cenário e quais atribuições que lhe cabem, bem como que competências deve ter e ou desenvolver. Continue lendo para saber mais!

Ciclo de vida de em empreendimento
Áreas de atuação no ciclo de vida de um empreendimento | Imagem extraída de CADPRO blog – CADPRO Systems

Principais papéis requeridos num fluxo de trabalho BIM

Modeller | Operator

É o equivalente a um projetista. Sua principal função é criar, desenvolver e extrair documentação 2D de um Modelo BIM. Além disso, pode ainda se especializar nas seguintes frentes:

  • 3D Modeller: cria a geometria BIM para atender a diferentes times que demandam informações do modelo;
  • Cost Modeller: insere no modelo informações referentes a processos construtivos e recursos requeridos. Ele não necessariamente é um 3D Modeller, pois sua função é alimentar o modelo, e não criá-lo;
  • Sequencing Modeller: insere informações relativas às fases de construção, sequenciando a utilização de recursos;
  • Detailing Modeller: desenvolve modelos específicos, como HVAC, iluminação, estrutura, sistemas hidráulicos e elétricos etc.

É atribuição desse profissional a preparação das bases/informações recebidas, realizar a configuração de projeto e proceder com testes de validação do modelo. Além disso, espera-se desse profissional o domínio do conceito e das ferramentas de modelagem.

Manager

A principal função desse profissional é a gestão de pessoas num processo de implementação e/ou manutenção de um processo BIM.

Ele age em conjunto com a companhia sendo responsável pela coordenação do time, produção e utilização do modelo.

É requisito para desenvolvimento de seus trabalhos saber examinar e avaliar as metas de um processo BIM, bem como desenvolver um plano que se adeque:

  • às demandas e desejos dos usuários; e
  • à experiência do time de projeto e disponibilidade de recursos.

Analyst

Esse profissional é responsável por realizar análises e simulações tendo como base modelos em BIM. Por exemplo, análise de performance em edifícios, e circulação e análise de segurança. Pode também atuar como Design Consultant.

É sua responsabilidade identificar as principais necessidades do projeto, definição de critérios e transmitir as orientações para a modelagem.

Dele se espera domínio do conceito de modelagem e conhecimento das ferramentas disponíveis.

Aplication/Software Developer

É o responsável por desenvolver e customizar o software para dar suporte à integração e aos processos BIM, desde pequenos plug-ins de aplicações de BIM até ferramentas de gestão de projetos integrados e repositório de dados.

Modelling Specialist

São profissionais da área de TI que contribuem, em conjunto com “experts” de diferentes áreas da arquitetura, engenharia e construção, para desenvolvimento de padrões IFC – Industry Fundamental Classes -, desde os requisitos iniciais até as características finais do produto “software”.

Esses profissionais devem estar familiarizados com conceitos de interoperabilidade entre softwares e dominar estruturas e conceitos de modelagem de dados em IFC.

Facilitator

A função desse profissional é dar assistência a outros profissionais ainda não treinados na operação de um software BIM.

Geralmente trabalha com quem vai realizar o empreendimento, dando suporte ao trabalho do engenheiro em promover uma fácil comunicação das informações da obra para os gerentes e contratantes.

Exemplo - Modelo 3D
Exemplo de Modelo 3D

Consultant

Companhias de médio e grande porte que pensam em adotar BIM e não possuem profissionais experientes, nem especialistas em seu time, procuram esse tipo de profissional.

Sua função é guiar projetistas, desenvolvedores e construtores numa correta implantação da metodologia BIM, tendo por base as necessidades específicas da empresa em termos de produtos a serem entregues.

Essa categoria pode ser dividida em três subgrupos:

  • Strategic Consultant: responsável por gerar estratégias de médio e longo prazo, baseadas na visão que se tem do negócio;
  • Functional Consultant: responsável por gerar planos de ação alinhados com a estratégia da empresa;
  • Registered Operational Consultants: profissionais treinados por fornecedores de software, para desenvolver planos de implementação direcionados a produtos BIM.

Researcher

É o “expert” que trabalha em universidades, institutos de pesquisa ou organizações governamentais.

Seu papel é ensinar, coordenar e desenvolver pesquisas em BIM.

São líderes na criação de um novo conhecimento que irá beneficiar a indústria, a comunidade e o meio-ambiente.

BIM
Imagem extraída de
SENAI CIMATEC

Conclusões

Como mostrado, são diversas oportunidades de atuar num fluxo de trabalho BIM.

Entretanto, existe pouca informação difundida sobre o tema. Por isto, ainda há “pontos cegos” e alguma ignorância das possibilidades oferecidas pelo mercado, que cada vez mais requer profissionais com as habilidades e competências antes listadas.

Portanto, o caminho mais natural para quem quer ocupar esses postos é buscar desenvolvimento e capacitação, através de cursos, treinamentos e especializações oferecidas por instituições e entidades que oferecem ensino com foco em BIM.

E você, tinha conhecimento desse mercado potencial emergente? Tem interesse em participar de forma ativa desse cenário em crescimento? Deixe nos comentários sua visão sobre esse tema!

Veja também: BIM na Engenharia: por que gastar energia nas fases iniciais de projeto?


Fonte: Manual de BIM e An overview of BIM specialists.

Comentários

Engenharia 360

Cristiano Oliveira da Silva

- Engenheiro Civil (Poli-USP/2003) - Pesquisador colaborador UFABC - Capacitação e disseminação de BIM - Gerente de Engenharia / BIM Manager - Projetos, Planejamento e Qualidade na empresa BEN - Bureau da Engenharia - INEXH - Instituto Nacional de Excelência Humana - MasterPractitioner e Coach Sistêmico - Analista Corporal - O Corpo Explica - Músico, pai e curioso por natureza