Engenharia 360

Manutenção do Arla 32: Prevenir é Essencial para a Eficiência dos Caminhões!

Engenharia 360
por Redação 360
| 26/02/2024 4 min
Imagem de @aleksandarlittlewolf em Freepik

Manutenção do Arla 32: Prevenir é Essencial para a Eficiência dos Caminhões!

por Redação 360 | 26/02/2024
Imagem de @aleksandarlittlewolf em Freepik
Engenharia 360

Quem precisa lidar com caminhões modernos já está por dentro do que é e qual a importância do Arla 32. Agora, se você caiu de paraquedas aqui, no Engenharia 360, e gostaria de saber mais sobre o assunto, continue lendo este texto. Começamos lhe informado que esse material trata-se de um componente fundamental para que tais modelos de veículos possam ter suas emissões de poluentes reduzidas, ao mesmo tempo que seu desempenho otimizado. Entenda mais a seguir!

Arla 32 caminhões
Imagem reproduzida de Chiptronic

O que é e qual a importância do Arla 32 nos caminhões?

Atualmente, é necessário manter o Arla 32 em dia nos caminhões com sistema SCR (Redução Catalítica Seletiva). Isso se justifica sobretudo para podermos cumprir nossas metas de proteção do meio ambiente. Como dito antes, o mesmo trata-se de uma solução de ureia em água desmineralizada (32,5%) que contribui para a redução das emissões de poluentes, especialmente óxidos de nitrogênio (NOx) nos gases de escape.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A saber, com o Arla 32 adicionado em caminhões, pode-se reduzir em até 90% as emissões de NOx no planeta, combatendo a poluição do ar.

Arla 32 caminhões
Imagem reproduzida de Chiptronic

Veja Também: A engenharia dos "Caminhões Transformers" Peterbilt

Onde e como adquirir o Arla 32?

Aqui no Brasil, o Arla 32 pode ser adquirido hoje facilmente em postos de combustíveis e lojas de autopeças autorizadas e revendedores certificados, garantindo sua qualidade e conformidade com as normas.

Agora, vale destacar que o Arla 32 será deve ser aplicado em um tanque específico. Ou seja, NUNCA no tanque de diesel.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É importante seguir as instruções presentes nos manuais de fabricantes - do produto e do veículo - para entender a proporção correta de uso do Arla 32, que geralmente fica entre 5% a 7% do volume de diesel. E para completar, utilize apenas Arla 32 de boa qualidade e procedência, com selo do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

Arla 32 caminhões
Imagem reproduzida de CETESB

Qual a importância de fazer uso correto do Arla 32?

Para controlar o nível de Arla 32 no caminhão, basta analisar os dados apresentados no painel de instrumentos do veículo. Assim, será possível saber quando necessário reabastecer. E, sim, há consequências na falta da sua utilização, tanto ambientais quanto legais. Mais ainda, há consequências nos sistemas de tratamento de emissões, afetando o veículo e aumentando a poluição atmosférica, se não for usado de modo correto e não realizada a manutenção devida.

Conheça as melhores práticas descritas nas normas de emissão para utilizar e manter o Arla 32 no seu caminhão, evitando problemas e garantindo o desempenho adequado!

Dicas para evitar problemas com o Arla 32

  • Siga a proporção recomendada de Arla 32 em relação ao combustível do caminhão.
  • Esteja atento aos sinais que indicam a necessidade de troca do filtro.
  • Verifique o nível do Arla 32 periodicamente e reabasteça quando necessário.
  • Troque o filtro de Arla 32 a cada 120 mil km ou 1 ano - o que ocorrer primeiro.
  • Realize a limpeza do sistema SCR a cada 240 mil km.
  • Evite a contaminação do sistema para evitar danos ao veículo e garantir a conformidade com as regulamentações ambientais.
  • Utilize produtos de qualidade e procedência para a manutenção.
Arla 32 caminhões
Imagem de @aleksandarlittlewolf em Freepik

Quais os impactos da não utilização do Arla 32?

Existem implicações ambientais e financeiras da não utilização do Arla 32. Para começar, o aumento das emissões de poluentes, que traz riscos à saúde de humanos e animais, com doenças respiratórias, e ao planeta de um modo geral, com o aumento do efeito estufa.

Com o Arlo 32 nos caminhões, economiza-se combustíveis e tem-se maior vida útil para os motores. E como se não bastasse, se não fossem razões suficientes, o não cumprimento das regulamentações sobre o Arla 32 pode acarretar infrações administrativas e financeiras, além de penalidades para os caminhoneiros e empresas. Ficou convencido agora?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja Também:


Fontes: Garagem 360, Revista Caminhoneiro.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com contato@engenharia360.com para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo