Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Engenharia 360

Enquanto Musk admite que duvidava do Cybertruck, Nikola Motors lança sua picape elétrica

Engenharia 360
por Kamila Jessie
| 14/02/2020 4 min

Enquanto Musk admite que duvidava do Cybertruck, Nikola Motors lança sua picape elétrica

por Kamila Jessie | 14/02/2020
Copiado!

A Nikola Corporation, uma startup que trabalha em grandes plataformas de emissão zero, acaba de anunciar que está seguindo Tesla, Ford e General Motors para o mercado de picapes elétricas. Seu lançamento é o Badger, com um aspecto muito mais tradicional do que o Cybertruck da Tesla, que havia causado alvoroço quando foi divulgado. O curioso é que o próprio Elon Musk, CEO da Tesla Motors e poster boy de inovação, admitiu sua insegurança com relação à sua caminhonete “diferentona”. Será se com isso ele não acaba promovendo a concorrência?

nikola badger 3 engenharia 360
Badger, Nikola Motors. Imagem: Nikola Motors.

A caminhonete Badger da Nikola

O Badger é um veículo de célula de combustível, o que significa que ele usa hidrogênio de um tanque recarregável e o converte em eletricidade para alimentar os motores. Mesmo assim, virá com uma bateria auxiliar integrada que, segundo a Nikola, será grande o suficiente para alimentar a picape sozinha.

É mais ou menos essa abordagem que a Nikola está adotando em suas grandes plataformas, em que predominantemente os trucks são movidos a hidrogênio. Contudo, haverá versões apenas com bateria, contemplando veículos que realizem trajetos mais curtos do que caminhões de transporte comercial. De fato, a caminhonete é aparentemente movida por uma versão reduzida da tecnologia que a Nikola desenvolveu para seus caminhões e a empresa não precisou dar uma de Musk e promover um carro que parecia ter saído de Mad Max.

A Nikola Motors está prometendo algumas especificações impressionantes para o Badger, incluindo mais ou menos 970 km de alcance com um tanque cheio de hidrogênio e até 480 km, aproximadamente, apenas com energia da bateria. O Badger deve ser capaz de gerar mais de 900 cavalos de potência e ir de 0 a 100 quilômetros por hora em 2,9 segundos. Esses atributos poderiam tornar o veículo competitivo com o polêmico Cybertruck.

nikola badger 2 engenharia 360
Badger, da Nikola Motors. Imagem: Nikola Motors.

Duvidando do Cybertruck

Eu não tinha certeza se ninguém iria comprá-lo ou se muitas pessoas o comprariam“, admitiu Musk no podcast Tesla, com relação ao seu Cybertruck. Acontece que mesmo os criadores da picape controversa não estavam totalmente convencidos de seu sucesso.

Tentando tranquilizar os desenvolvedores, Musk explicou: “Eu disse à equipe: ‘Escute, se ninguém quiser comprar isso, sempre poderemos fazer um que se pareça com outras picapes“, continuou Musk. “Tipo ‘OK, foi um fracasso estranho, mas agora vamos criar uma que se pareça com as outras.” E foi na pegada da picape tradicional que a Nikola chegou.

Musk certamente tenta se destacar da multidão com suas criações, e se alguma coisa, ele conseguiu obter muita atenção sob o nome de Tesla. O Cybertruck realmente causou um alarde no lançamento.

Segundo Musk, suas intenções eram chocar o público com seu design arrojado e ousado. Você tem que dar isso a ele, certamente chocou o mundo. Musk disse no podcast: “Muitas razões pelas quais as pessoas compram picapes nos EUA são porque é a caminhonete mais durona. Qual é o truck mais durão? O que é mais durão do que uma caminhonete? Um tanque. Um tanque. Um tanque do futuro“. A Nikola Motors preferiu o mainstream.

A demanda por energia

Apesar do aspecto muito menos ousado do Badger em relação ao Cybertruck, nem tudo são flores para a Nikola Motors. O principal diferencial das propostas dessas picapes é a questão do combustível, mas isso traz uma demanda de infraestrutura e exige um remanejamento da nossa concepção de fontes energéticas para veículos

Tal como a demanda por estações de carga rápida elétrica para elétricos e híbridos, no caso da Nikola, é necessário que haja abastecimento de hidrogênio que, no momento, são extremamente raras. Sem surpresa, a Nikola está planejando construir centenas de estações de hidrogênio próprias para ajudar a apoiar seus grandes negócios de plataformas. Quando o Badger pegar a estrada, é possível que a parte da infraestrutura da equação não seja mais um problema.

Ilustração de estação de abastecimento de hidrogênio. Imagem: Nikola Motors.

Mas há muita incerteza aqui. Por um lado, Nikola não disse quando planeja colocar o Badger à venda. E enquanto a startup fechou um acordo com uma empresa de transporte rodoviário europeia para fabricar caminhões de emissão zero para o continente, a empresa ainda tem um longo caminho a percorrer antes de se tornar um negócio autossustentável. Mesmo assim, provavelmente será necessário muito mais dinheiro para colocar no mercado um veículo voltado para o consumidor como o Badger. Enquanto isso, ainda no ano passado, Elon Musk anunciou as encomendas do seu tanque, ou melhor, picape.

Fontes: Daily Mail. Engadget. The Verge.

Copiado!
Engenharia 360

Kamila Jessie

Engenheira ambiental e sanitarista, MSc. e atualmente doutoranda em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Universidade de São Paulo. http://orcid.org/0000-0002-6881-4217

Comentários