Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Neuroestratégias: como estudar adequadamente para ir bem nas provas?

por Cristiano Oliveira da Silva | 05/08/2021

Estudar e se sair bem nas provas é um grande desafio. Aqui vão algumas dicas baseadas em estratégias de neurociência, melhor dizendo, em neuroestratégias!

Muitas pessoas relatam dificuldades na hora de estudar. Talvez seja por falta de concentração, por considerar o tema difícil ou fora de sua alçada de interesse, ou simplesmente porque desconhecem alguns caminhos que facilitam o processo de estudo. Nessa matéria, iremos apresentar algumas dicas de como potencializar o aproveitamento nos estudos ao máximo e conseguir mandar bem nas provas.

estudar para provas
Imagem extraída de Nova Escola

Como aprender aquela matéria “chata”?

É uma situação muito comum haver desinteresse em estudar algo que não se vê aplicação direta na sua área. Isso leva a um cenário desmotivador e constantemente vem a pergunta “pra que eu preciso saber disso?”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nesses casos, é sua função e responsabilidade, encontrar um fator motivador para se dedicar àquela matéria “chata”.

E que fatores poderiam ser?

Na minha experiência de professor de Física e Matemática, diversas vezes ouvia dos alunos “mas eu sou de humanas, pra que aprender exatas?”. Nesse caso, o fator motivador que eu utilizava, era o argumento de que todos de humanas irão bem nas matérias de humanas. O que levava à conclusão de que estudar e aprender exatas seria o diferencial na hora do vestibular. Impressionante como era perceptível uma maior dedicação!

No âmbito de um ensino superior, argumentação semelhante pode ser usada: aprender essa matéria é parte do processo para fazer você conseguir pegar o seu CREA!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas o melhor fator motivador, sem dúvidas, é aprender algo novo! No mínimo, você treinará seu cérebro e irá realizar novas sinapses. Seu intelecto agradece!

estudar para provas
Imagem extraída de Exame

Como ter mais foco na hora de estudar?

Se você tem dificuldade em manter o foco, a neurociência traz estratégias muito simples e efetivas no aprimoramento dessa competência.

Ter foco significa direcionar a sua atenção exclusivamente ao que você está se propondo fazer. Portanto, evitar distrações, notificações, redes sociais e tudo que tire a sua atenção, com certeza trará benefícios!

Outra dica bem simples é você se preparar mentalmente antes de iniciar os estudos. Uma forma bem direta de fazer isso é se propor a relaxar através da respiração. Inspire devagar, prenda a respiração e expire devagar, fazendo uns cinco ciclos desse. E, durante esse processo, diga mentalmente a você mesmo que irá dedicar os próximos minutos para aprender e absorver ao máximo o conhecimento ali disposto diante de você.

estudar para provas
Imagem extraída de Isat

Veja Também: Saiba por que é importante os estudantes universitários trabalharem a sua Inteligência Emocional

Processos de aprendizagem

Segundo a neurociência, nosso cérebro aprende de duas maneiras: por emoção ou por repetição.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nosso foco aqui será a repetição.

Tomarei o exemplo de um piloto de avião. Como uma empresa aérea confia um avião nas mãos de um piloto novato? Ele precisa provar que tem habilidade e capacidade de conduzir uma aeronave. Isso é garantido com o seu “brevet” (como se fosse a carteira de motorista do piloto).

E como o piloto faz para conseguir seu brevet? Através de horas de simulação e horas de voo supervisionadas. Ou seja, ele precisa treinar. Precisa ter experiência e proficiência adquiridas em horas de voo.

Nas matérias de exatas ocorre evento similar. Para se tornar proficiente em determinada matéria, como Cálculo III, por exemplo, o aluno deve praticar “horas de exercício”. No início, mal se consegue começar um exercício. Depois, com o treino, o aproveitamento vai naturalmente melhorando e o indivíduo se familiarizando com o tema.

“Não existe almoço grátis”; é realmente necessária dedicação e “horas de voo” nos estudos! A boa notícia é que, através desse treino, esse ganho é absorvido para futuras matérias, de modo que as horas de treino tendem a atingirem um valor mínimo ótimo!

estudar para provas
Imagem extraída de Vai de Bolsa

Qual a importância de uma mente descansada?

Quantas vezes você ouviu a frase “nossa, passei a noite inteira estudando” ou coisa parecida? Evidentemente isso já aconteceu com a grande maioria que está lendo este texto.

Pois é, deixar acumular matéria implica em maior exigência de dedicação nas datas próximas à prova, o que é péssimo para o seu cérebro, uma vez que ele não estará descansado adequadamente. E mais, lembra das “horas de voo”? Elas irão faltar para uma boa fixação do conteúdo, pode ter certeza!

O mais adequado é você montar uma grade de estudos e não deixar a matéria acumular. Assim, você tem tempo adequado para estudar, consegue fixar o conteúdo e, no dia anterior à prova, descansar a mente. Enfim, na hora do “vamos ver”, mandar bem na avaliação!

É a famosa máxima: treino duro, jogo fácil!

estudar para provas
Imagem extraída de Livros só mudam pessoas

Mas isso funciona mesmo?

Posso afirmar que isso funciona, sim.

Quando estava na faculdade, havia diversos desafios a serem alinhados para conseguir estudar. Morava num lugar cujo tempo de deslocamento até a Universidade era no mínimo 2hs, o curso era integral, precisava trabalhar para poder pagar o transporte, material didático e refeições. Além disso, havia uma vida social muito intensa dentro do Campus e não abri mão de aproveitá-la.

Fez-se necessário que eu aprendesse a gerir meu tempo útil. Do contrário, teria sido impossível estudar e me formar em 5 anos.

A gestão adequada do tempo pode ser enquadrada numa “soft skill“, que, a grosso modo, são aquelas habilidades que não aprendemos na graduação.

Se você já pratica alguma dessas dicas, escreva seu testemunho nos comentários! E se ainda não pratica para estudar, mas quer colocar em prática, conte-nos seus resultados!


Fontes: Correio Braziliense.

Comentários

Engenharia 360

Cristiano Oliveira da Silva

- Engenheiro Civil (Poli-USP/2003) - Pesquisador colaborador UFABC - Capacitação e disseminação de BIM - Gerente de Engenharia / BIM Manager - Projetos, Planejamento e Qualidade na empresa BEN - Bureau da Engenharia - INEXH - Instituto Nacional de Excelência Humana - MasterPractitioner e Coach Sistêmico - Analista Corporal - O Corpo Explica - Músico, pai e curioso por natureza