Engenharia 360

Cientistas de Hong Kong desenvolvem cerâmica que resfria ambientes sem usar energia

Engenharia 360
por Redação 360
| 04/01/2024 4 min
Imagem de Universidade da Cidade de Hong Kong via Inovação Tecnológica

Cientistas de Hong Kong desenvolvem cerâmica que resfria ambientes sem usar energia

por Redação 360 | 04/01/2024
Imagem de Universidade da Cidade de Hong Kong via Inovação Tecnológica
Engenharia 360

A engenharia trata da climatização dos espaços visando o conforto, produtividade e bem-estar das pessoas que os habitam. Além disso, ambientes com climatização eficiente consomem menos recursos, diminuindo as emissões de gases de efeito estufa e mitigando as ilhas de calor urbanas. Pesquisas no ramo ajudaram a aprimorar tecnologias nos últimos anos. Uma descoberta recente é de uma cerâmica que resfria ambientes sem usar energia.

A inovação, apresentada por cientistas chineses, abre portas para mais sustentabilidade e eficiência energética na construção civil. Continue lendo este artigo do Engenharia 360 para saber mais!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

cerâmica que resfria ambientes sem usar energia
Imagem de Universidade da Cidade de Hong Kong via Olhar Digital

Descoberta e funcionamento da cerâmica que resfria ambientes

Pesquisadores da Universidade da Cidade de Hong Kong entendem que essa descoberta pode mudar a maneira como entendemos e lidamos com o resfriamento de espaços. A nova cerâmica que resfria ambientes pode ser um novo marco para a engenharia e biomimética. Ela é feita em sua maioria de alumínio e tem excelentes propriedades ópticas para refletir o calor, oferecendo excepcional resistência ao calor e raios UV.

Os cientistas garantem que essa cerâmica reduziria a necessidade de energia para manter ambientes frescos. As peças apresentaram boa capacidade de absorção de calor solar. E, ademais, sua estrutura, de modo bastante curioso, lembraria a de uma casca de escaravelho, sendo porosa e altamente reflexiva.

cerâmica que resfria ambientes sem usar energia
Imagem de Universidade da Cidade de Hong Kong via Inovação Tecnológica

Mecanismo e vantagens

A nova cerâmica que resfria ambientes funciona do seguinte modo: de maneira passiva, ela reflete o calor em frequências para as quais a atmosfera da Terra é transparente. No processo, não há gasto de energia contínua.

Estudos apontam que, com instalação do material em telhado, por exemplo, a economia no consumo de eletricidade com refrigeração via métodos tradicionais e ativos poderia chegar a 20%, ainda aliando a sobrecarga na rede elétrica da cidade. Aliás, por serem versáteis e duráveis, as peças podem ser usadas em uma ampla gama de aplicações na construção civil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

cerâmica que resfria ambientes sem usar energia
Imagem de Universidade da Cidade de Hong Kong via Blog Canal da Engenharia

Testes, potencial e futuro da nova cerâmica no mercado

Em diversos testes, foi comprovado que a nova cerâmica que resfria ambientes sem usar energia é resistente a intempéries, estável quimicamente e com boa resistência mecânica. E com o aprimoramento dos projetos de construção de espaços, espera-se que o material possa, em breve, contribuir para uma engenharia mais sustentável e amigável ao meio ambiente. Assim sendo, é provável que logo esteja sendo comercializado em larga escala.

cerâmica que resfria ambientes sem usar energia
Imagem de Universidade da Cidade de Hong Kong via Inovação Tecnológica

Outras opções de materiais para climatização de ambientes

Concluindo, o objetivo dos pesquisadores é desenvolver tecnologias e materiais que contribuam para a construção mais frescas, com ambientes confortáveis e sem precisar fazer uso de sistemas de ar-condicionado.

Atualmente, a engenharia explora outros materiais além da cerâmica citada neste texto. Por exemplo, os isolam a passagem de calor entre ambientes, como lã de vidro e rocha, poliestireno expandido e extrudado, vermiculita, perlita e fibra de coco. E materiais que refletem ou absorvem a luz, como tintas especiais, peças reflexivas, e materiais absorventes de calor.

Os materiais de isolamento térmico são usados para reduzir a perda de calor no inverno e o ganho de calor no verão. Os materiais de absorção solar podem ser usados para resfriar ambientes no verão ou para aquecer ambientes no inverno.

No caso específico da cerâmica de resfriamento passiva, o material é capaz de refletir a luz solar com eficiência, impedindo que o calor solar seja absorvido pela superfície. Além disso, a cerâmica também emite calor infravermelho com eficiência, dissipando o calor do ambiente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

cerâmica que resfria ambientes sem usar energia
Imagem de Universidade da Cidade de Hong Kong via Olhar Digital

Por fim, devemos citar os materiais que permitem a ventilação natural, como as peças de esquadrias. E, ademais, os materiais que permitem a evaporação da água, um processo que consome calor, ajudando a resfriar ambientes, como plantas, espelhos d'água e fontes.

A escolha dos materiais adequados para a climatização de ambientes deve levar em consideração fatores como o clima local, o tipo de construção e o uso pretendido.

Veja Também:


Fontes: Blog Canal da Engenharia, Inovação Tecnológica.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo