Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Mobilidade: confira quais as perspectivas de tecnologias para todos os sistemas [terra, água e ar]

por Redação 360 | 24/11/2021

Como iremos nos deslocar ou deslocar cargas no futuro? Quais as opções mais velozes e potentes, e menos custosas para a mobilidade? Veja!

Estamos vivendo um período de transformações grandiosas e isso se reflete em todas as áreas da nossa vida. Dentro dos estudos da Engenharia, a mobilidade é um dos temas mais relevantes. Seu planejamento adequado contribui positivamente para a economia, meio ambiente, urbanismo e mais. Por isso, devemos ficar atentos às novidades. Afinal, o que mudou sobre isso nos últimos tempos? Quais as principais tendências tecnológicas atuais em mobilidade? Bem, se pudéssemos resumir em itens, diríamos: autonomia, conectividade, eletrificação e compartilhamento. Mas quer saber mais? Leia o texto a seguir!

Trens

projeto de mobilidade
Imagem reproduzida de O Brasilianista

Você pensa que os trens são uma tecnologia do passado? Defasada? Pois é justamente ao contrário! Seu uso pode facilitar o transporte de cargas, economizando o uso de caminhões e outros veículos, diminuindo o consumo de combustíveis e, consequentemente, a emissão de CO2 na atmosfera.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E sobre os trens, a novidade que podemos contar, falando no Brasil, é o projeto do novo Marco Legal das Ferrovias aprovado recentemente pelo Senado (em votação simbólica). A ideia é seguir o exemplo de grandes países desenvolvidos, como o Canadá, construindo um modelo de demandas específica para o transporte de cargas – pensando nos produtores e empresas. Esse regime é baseado nos princípios da livre concorrência e da liberdade de preços – ou seja, sem intervenção do poder público na definição das tarifas de transporte. O interesse é construir 14 novas ferrovias e milhares de quilômetros de novos trilhos; outro destaque são as ferrovias abandonadas ou subutilizadas. Mas o texto ainda precisa ser escrito, com as regras bem rígidas, e passar pela Câmara dos Deputados.

A saber, as ferrovias brasileiras de hoje são operadas por parceiros privados por regimes de concessão ou permissão. Na nova versão, a agência reguladora continuará com o mesmo papel, mas também existirá a figura do “auto regulador ferroviário”. Além disso, o governo poderá fazer um chamamento para saber se há investidores interessados em explorar os trechos das ferrovias com trechos abandonados.

Navios

projeto de mobilidade
Imagem reproduzida de CPG Click Petroleo e Gas

Fora da linha de cruzeiros, podemos citar o novo Navio de Apoio Antártico da Marinha brasileira. Ele será construído no Estaleiro Jorong Aracruz, no estado do Espírito Santo, e deverá gerar cerca de 7 mil vagas de empregos diretos e indiretos. A embarcação deverá ser entregue em 2025.

Veja Também: Embarcação movida à energia solar criada por estudantes do Pará

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Helicópteros

projeto de mobilidade
Imagem reproduzida de Agência Brasil – EBC

Já comentamos muito isso neste ano aqui, no Engenharia 360. Mas existem várias empresas que estão testando “modos diferentes de voar” (Eletric Vertical Aircraft), a exemplo dos veículos de decolagem e pouso vertical (Evtol). Neste momento, a Embraer – conglomerado transnacional brasileiro – já está testando a rota para o “carro voador elétrico” do Rio de Janeiro, para uma das regiões que mais sofrem com congestionamentos no país. A ideia é experimentar como chegar no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), não mais pelas ruas, mas pelo ar. Este é um estudo que faz parte das simulações para uma nova Mobilidade Aérea Urbana da cidade.

Aviões

projeto de mobilidade
Imagem reproduzida de Aeroflap

O avião tipo B-350 é fabricado e utilizado por países como os Emirados Árabes Unidos, capaz de carregar armamentos e mais. Agora, a empresa brasileira Novaer Craft, com investimentos do Governo Federal e da Calidus – desenvolvedora de tecnologia de Dubai -, está passando a produzir uma evolução do B-250 Bader, chamado de DAS 2021. Trata-se de uma aeronave relativamente pequena – menor que os concorrentes A-29 e AT-6 Wolverine -, quase inteiramente fabricada de carbono, oferecida como substituto para o T-25 Universal.

Carros

projeto de mobilidade
Imagem reproduzida de Mundo do Automóvel para PCD

O “estilo de vida” brasileiro ainda é muito ligado à questão do uso do carro. Mas o custo desta mobilidade é cada vez mais questionada! O cenário ideal seria termos mais ofertas de transporte público – e a um preço acessível. Só que, independente disso, o fator “conveniência” ainda pesa demais. Inclusive, por conta disso, 55% dos brasileiros utilizam aplicativos de transportes – como Uber -, enquanto a média global é de 51%. Isso tudo combinado faz o nosso povo apreciar demais tecnologias como GPS utilizando imagens de satélite – que até podem ajudar a prevenir acidentes de trânsito -; carros autônomos; carros elétricos; e até veículos híbridos. O principal motivo? 64% dizem que é pensando em gerar um menor impacto ambiental!

Híbridos

Imagem reproduzida de RDC Aqualines

Longe do Brasil, a multinacional RDC Aqualines – com sedes na Europa e Ásia – apresentou o ecranoplano. Gostaríamos de falar dele, pois se trata de um bom exemplo de veículo híbrido, podendo ser usado no ar e na água. Sua capacidade é para 12 passageiros e velocidade máxima 200 km/h. Seu motor é de 600 cv, com autonomia máxima de 600 km. Mas a parte mais legal dessa história é que a empresa também estuda a possibilidade de desenvolver um ecranoplano em forma de Aquas-Bike, uma pequena moto aquática elétrica com capacidade de levar até três pessoas e alcançar 110 km/h – mesma velocidade de uma lambreta elétrica.

Veja Também:

Crise Urbanismo: uma reflexão sobre a Arquitetura Brasileira e a qualidade das cidades pós-pandêmica [PARTE 1]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Crise Urbanismo: uma reflexão sobre a Arquitetura Brasileira e a qualidade das cidades pós-pandêmica [PARTE 2]


Fontes: Brazil Journal, AEROFLAP, Olhar Digital, MSN, CanalTech, O Estadão.

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.