Engenharia 360

A famosa Kombi vai voltar - e tudo indica que a nova versão será elétrica

Imagem padrão usuário
por Bernardo Lopes Frizero
| 08/01/2018 | Atualizado em 15/07/2022 2 min

A famosa Kombi vai voltar - e tudo indica que a nova versão será elétrica

por Bernardo Lopes Frizero | 08/01/2018 | Atualizado em 15/07/2022
Engenharia 360
Depois de ter sua fabricação descontinuada no Brasil há alguns anos pela Volkswagen, a Kombi irá voltar a ser produzida, ou pelo menos quase isso. Chamada agora de Buzz, a “nova Kombi”, como está sendo apelidada pelos fãs, é uma versão totalmente remodelada e modernizada que promete agradar e muito.
Kombi
Crédito: Autocar

O novo projeto da VW tem como um dos principais focos o espaço interno do veículo,  possuindo atualizações bem drásticas se comparada ao carro clássico. Por outro lado, ela manteve seu espírito alternativo e aventureiro, através de suas linhas arredondadas em seu design.

Mesmo possuindo uma enorme quantidade de diferenças de sua versão original, a Volkswagen espera cativar tanto os amantes da antiga Kombi, quanto novos clientes, já que o veículo também traz uma série de novidades interessantes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De acordo com alguns portais “a nova Kombi está para sua antiga versão tanto quanto um hippie de hoje está para os hippies do final dos anos 1960“.

Com a montadora envolvida em casos de fraudes polêmicas a respeito de alteração da poluição de seus veículos, o relançamento da Kombi também é visto como uma tentativa de melhorar a imagem da empresa alemã, ainda um pouco abalada pelo episódio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

kombi2 blog da engenharia
Crédito: Net Car Show

Carregamento elétrico

A “nova Kombi” (ou Buzz) terá 80% de sua bateria carregada em mínimos 30 minutos. Além disso, a Volkswagen está investindo bilhões em redes de carregamento de carros elétricos em todo território norte-americano. Embora ainda não existam planos para o Brasil, isso já pode ser considerado uma excelente notícia pelo fato das montadoras já estarem enxergando o mercado dos automóveis de uma maneira mais sustentável.

Apesar de todo alvoroço pela divulgação das primeiras imagens e informações, o automóvel só deve entrar em venda em 2022, ainda sem preço definido.

Veja Também: Popygua: carro brasileiro roda 400 quilômetros com apenas 1 litro de etanol


Fonte: Wired

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo