Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Quarentena em SP fez índice de poluição reduzir em 50%

por Clara Ribeiro | 15/06/2020
Copiado!

Desde o início da quarentena em São Paulo, dia 24 de março, o índice de poluição no ar caiu abruptamente. A principal razão foi a redução da circulação de veículos na capital e em todo Estado.

Muitas empresas adotaram o home office como modelo de trabalho desde o início da pandemia. Em decorrência de tal mudança, milhares de pessoas deixaram de ir e vir com seus automóveis.

A partir disso, rapidamente foi possível perceber os efeitos do distanciamento social no ar.

Índice de poluição
Panorama da Avenida 23 de Maio, na capital paulista

Redução maior no centro

No dia 8 de abril, a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) divulgou uma avaliação comparativa dos indicativos de poluição entre os dias 15 e 21 de março e 22 e 28 de março.

E os números impressionam: em um curto período de tempo a poluição despencou 50% na capital paulista. Foi observado nessa pesquisa que cada região da metrópole sofreu queda em medidas diferentes. A mais significativa ocorreu no centro da cidade.

Constatou-se também uma contração em 30% no que se refere a substâncias nocivas ao sistema respiratório. Afinal, tais poluentes são, em sua maioria, oriundos da queima de combustíveis.

Os habitantes da cidade, que não estavam acostumados a ver estrelas ao cair da noite, se depararam com um cenário completamente diferente.

índice de poluição sp Crédito: Ronny Santos / Folhapress
Crédito: Ronny Santos / Folhapress

Menos poluição na água

A menor circulação de veículos no Rodoanel, na Imigrantes e Anchieta beneficiou o ar na região da represa Billings. Mas, além disso, a qualidade da água melhorou, o que pode ser sentido por quase dois milhões de pessoas que são abastecidas pela represa.

Até a fauna paulista colheu frutos do baixo índice de poluição na quarentena. Segundo especialistas, a ave pantaneira Coró-Coró surgiu no Parque do Ibirapuera pela primeira vez.

Índice de poluição SP
Na segunda imagem, você vê menor concentração de poluentes em SP e no RJ
Crédito: Diego Hemkemeier Silva / G1

Reabertura mudará esse cenário

A máxima “o que é bom dura pouco” faz todo o sentido para os números positivos referentes à poluição ambiental. Isso por que dia 8 de junho, João Dória, governador de São Paulo, juntamente com o prefeito da cidade, Bruno Covas, anunciaram a reabertura gradual da economia.

Lojas e shoppings receberam o aval para abrirem suas portas ao público com horário reduzido. A medida foi tomada mesmo diante do crescimento de casos de Covid-19 tanto na capital, quanto em demais municípios do Estado.

Com a volta gradual da sociedade na rua, já temos visto maior circulação de carros. A tendência, então, é que o índice de poluição volte a subir.

Referências: G1 / G1 / Veja Saúde / Agora São Paulo

E você, o que acha disso? Conta para a gente nos comentários!

Copiado!
Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.

Comentários