Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Engenharia 360

A idade e a faculdade [experiência própria]

Engenharia 360
por Eduardo Mikail
| 03/01/2015 3 min

A idade e a faculdade [experiência própria]

por Eduardo Mikail | 03/01/2015
Copiado!

Muitos me perguntam o porquê de eu fazer uma segunda faculdade, o motivo que me levou à “largar” minha primeira profissão e iniciar outra graduação… Ouvi tantas coisas de diferentes pessoas:

“Você é louco!”, “Outra faculdade e, logo engenharia?”, “Te admiro cara! Sua coragem e força de vontade”, “Só para enrolar mais uns anos pra casar, né? A próxima vai ser medicina ou direito? rs”

Enfim, ouvi de tudo, palavras de incentivo, apoio, admiração, mas também palavras que me deixaram para baixo e, que me fez e às vezes faz eu parar e repensar toda minha vida, minhas decisões… “Caramba, vou terminar essa faculdade e já vou estar com praticamente 30 anos”, “Será que tomei a decisão certa?”, “E se depois não for o que eu realmente esperava?”…
 


Aí eu paro, e respondo:

  1. Pode ser loucura sim! Mas a vida não tem graça se não tiver um pouco de adrenalina.
  2. Não larguei minha primeira profissão, mas sim, estou agregando conhecimentos e habilidades. E outra, conhecimento nunca é demais, temos que estar sempre em busca de nos aperfeiçoar.
  3. Idade? Nunca é tarde para tornar-se mais rico de intelecto, admiro demais as pessoas na terceira idade que fazem cursos, e até mesmo, faculdade! É isso que lhes mantém com a mente ativa e com saúde.

 
estudar-terceira-idade-blog-da-engenharia
Então, eu aproveito esse gancho para levantar outro tema que é um assunto frequente nas mensagens e emails que recebo dos leitores: Engenharia aos 40, aos 30 anos… vamos lá, vou contar um pouco da minha história. Espero que você se identifique de alguma forma e, quem sabe, lhe ajude!


:: Leia também: O que você precisa saber sobre a vida universitária


Desde pequeno – 13-14 anos – trabalhei com meu pai. Após entrar na faculdade de administração com especialização em marketing, me dediquei a estagiar para adquirir bagagem profissional e experiência de mercado, e assim passei por algumas empresas. Após me formar em 2011, recebi um convite para entrar de sócio em uma agência de publicidade e marketing online – o que sempre gostei e até tive um projeto semelhante incubado pela incubadora de negócios da primeira faculdade. Até então, tudo corria bem. Claro, como toda startup em seu início de operação.

 

“Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida”. Confúcio #GoPro

A photo posted by Eduardo Mikail (@eduardomikail) on


 
Mas aí vem as peças da vida, as quais não podemos controlar. Meu pai sofreu um acidente em uma obra na qual foi conhecer e por força maior tive de me internar mais ainda sobre os negócios e assumir algumas responsabilidades pois era a minha família que estava em jogo. Nesta época, já estava começando a pensar e pesquisar qual curso de pós-graduação eu iria fazer, até que tive uma idéia: como sempre gostei de construção e costumava ajudar e acompanhar alguns empreendimentos que meu pai fazia, por que não fazer outra faculdade e tornar a engenharia como minha profissão principal (inverter, como se a administração fosse minha pós)? Foi aí que comecei a levar a idéia a serio.
Decidi e desisti 3 vezes até que pensei: “se eu ficar pensando só nas dificuldades, provas e TCC tudo de novo, nunca farei nada da minha vida e ficarei estagnado”, foi aí que em uma sexta-feira final de tarde fui até a faculdade e me matriculei em engenharia civil. Detalhe, as aulas começavam na segunda-feira seguinte. Mas confesso, um dos aspectos que influenciaram bastante em minha decisão foi o fato de, através da análise curricular, eu ter eliminado 11 disciplinas e iniciado direto no segundo semestre. Tive uma base de cálculo bastante forte na primeira faculdade.

 

  Passe por cima dos seus maiores medos e encare os desafios. #GoPro #Caterpillar #CAT #engenharia #BlogdaEngenharia #EngenhariaDepressao   A photo posted by Eduardo Mikail (@eduardomikail) on


 
Então, se você está com dúvida se começa uma graduação, seja ela qual for, engenharia, direito, administração… Enfim, minha resposta é sim! Vá em frente, encare o desafio e não pense nas dificuldades pois elas só te puxam para baixo. Uma coisa que aprendi por passar na pele, é que não devemos optar pelo caminho mais fácil, pelos atalhos para chegar onde queremos chegar, mas sim, ter coragem de seguir, persistir e enfrentar as dificuldades do caminho mais longo e difícil, pois sim, é esse o caminho para o sucesso e realização, que com toda a certeza, será o mais gratificante no futuro…
Se você tem um sonho, um objetivo, vá e lute por ele, muitas pessoas estarão prontas para te dizer que você é louco de fazer isso ou aquilo, prontas para te desanimar e colocar para baixo.

FOCO, FORÇA E FÉ

Copiado!
Engenharia 360

Eduardo Mikail

Engenheiro Civil, empresário e empreendedor digital. É fundador do Engenharia 360 e sócio-fundador da Bronks content., produtora de conteúdo e projetos digitais. Formado em Engenharia Civil e Administração com especialização em Marketing pela ESPM, já trabalhou em uma das maiores construtoras do país e hoje está à frente da Mikail Arquitetura e Engenharia. Interessado por tecnologia, iGadgets e nas horas vagas curte viagens, música e fotografia. Segue lá no Instagram @eduardomikail

Comentários