Portal Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Brasil perde R$56 bilhões por ano por falta de investimento em saneamento

Engenharia 360

03/12/2018

POR Larissa Fereguetti 03/12/2018

  • abastecimento de água
  • coleta de resíduos sólidos
  • drenagem urbana
  • esgotamento sanitário
  • falta de investimento em saneamento básico
  • saneamento básico
  • saneamento básico no Brasil

Parece pleonasmo dizer que saneamento é básico. Porém, apesar de ser essencial, grande parte da população brasileira não tem acesso a serviços adequados de saneamento (como água tratada e coleta e tratamento de esgoto). A consequência é assustadora: o país perde R$56,3 bilhões por ano por falta de investimento em saneamento.

falta de investimento em saneamento

Imagem: nacoesunidas.org

+ O que é o Saneamento Básico?

Segundo a chamada Política Nacional de Saneamento Básico (Lei Federal Nº 11.445/2007), saneamento básico consiste em um conjunto de serviços, infraestruturas e instalações operacionais de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e drenagem e manejo de águas pluviais. Assim, o saneamento visa prevenir doenças, melhorar a qualidade de vida, promover a saúde, possibilitar a execução de atividades econômicas, dentre outros e, consequentemente, auxilia no desenvolvimento do país.

A questão do saneamento básico no Brasil ainda é um pouco precária. Segundo os dados de 2016, 83,3% dos brasileiros possuem abastecimento com água tratada. O número parece alto, mas é um absurdo pensar que mais de 35 milhões de pessoas no país não possuem tal serviço. No esgoto, a situação é pior ainda: apenas 51,92% da população tem acesso à coleta desse efluente. Desse esgoto coletado, apenas 44,92% é tratado antes de ser despejado em corpos hídricos.

falta de investimento em saneamento

Imagem: blink102.com.br


Leia também: Metas do Desenvolvimento Sustentável trazem à tona a questão do saneamento básico para todos


Em 2013, 340 mil pessoas foram internadas por infecções gastrintestinais. Porém, foram mais de 14 milhões de afastamento por diarrei+ Consequências da falta de investimento em saneamentoas ou vômitos.

Porém, a falta de saneamento não está associada somente a doenças como infecções gastrintestinais. Por exemplo, o armazenamento inadequado de água pode contribuir para a proliferação de vetores de doenças como o Aedes aegypti (transmissor da dengue, febre de chikungunya, febre pelo vírus Zika e febre amarela).

+ Consequências da falta de investimento em saneamento

Se você achou o título confuso e não compreende como é possível o país perder tanto dinheiro por falta de saneamento, o motivo é o seguinte: se não tem saneamento, o risco de que uma pessoa fique doente é maior. Assim, há um gasto maior em saúde e um prejuízo econômico e social (pelo período que alguém deixa de trabalhar e exercer sua função social por estar doente e pela mortalidade infantil, por exemplo).

falta de investimento em saneamento

Imagem: whale.to

Um estudo do Instituto Trata Brasil estima que, se todo brasileiro tivesse acesso aos principais serviços de saneamento, o país teria R$1,1 trilhão em benefícios sociais e econômicos dentro de 20 anos. Alguns exemplos de setores beneficiados são a saúde, a educação, e o turismo.

Para calcular, utilizou-se os dados de um cenário futuro (2016 a 2036) com toda a população sendo atendida por serviços como tratamento de água e coleta e tratamento de esgoto adequados. Os preços utilizados foram os de 2017.

falta de investimento em saneamento

Imagem: agenciabrasil.ebc.com.br

Calcula-se que cada R$1,00 investido em saneamento proporciona uma economia de R$4,00 na área de saúde. A conclusão é simples: investir em saneamento é mais barato que arcar com as consequências de sua falta.

Referências: Diário do Poder; Instituto Trata Brasil.

abastecimento de água
coleta de resíduos sólidos
drenagem urbana
esgotamento sanitário
falta de investimento em saneamento básico
saneamento básico
saneamento básico no Brasil

Larissa Fereguetti

Engenheira Sanitarista e Ambiental. Mestre e doutoranda em Modelagem Matemática e Computacional. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

mais
Engenharia 360

VEJA TAMBÉM

20 Resultados
6 motivos para você conhecer o SOLIDWORKS World 2019
6 coisas que estudantes de engenharia podem fazer para aproveitar as férias
Lista de aplicativos para engenharia de Dezembro! Confira!
Telescópio com espelho de 39 metros de diâmetro está em construção no Chile
10 árvores de Natal feitas (certamente) por engenheiros(as)
7 filmes (não natalinos) para ver na Netflix no final de ano
7 coisas que engenheiros/estudantes de engenharia passam no Natal em família
O projeto de Pontes em Concreto
HP50G x TI NSpire - Quais as principais diferenças dessas duas calculadoras para engenharia?
BDE Explica: O que é cota de arrasamento?
Bioengenharia: conheça o rim artificial que promete substituir a hemodiálise
Startup fundada por brasileiro cria nanosatélite que promete soluções para a agricultura
Terminei a faculdade, e agora?
BDE Review: Scanner Portátil EPSON ES-300W para engenheiros
Como a Samsung DeX e o Galaxy S9 mudaram completamente o dia a dia de um engenheiro
Brasil perde R$56 bilhões por ano por falta de investimento em saneamento
Testamos o novo Motorola One. Confira nossa opinião!
Aplicativos para Engenharia: Confira nossa lista de Novembro!
Testamos a nova e incrível Xiaomi Mi Band 3, a pulseira inteligente chinesa
Descubra como usar a HP para o cálculo de vigas com o VigaG
Podcast 360
Ouça ou baixe podcasts
exclusivos da engenharia
Ver Todos

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

20 Resultados
Titulo do Post
Titulo do Post
Titulo do Post
Titulo do Post
Titulo do Post
Titulo do Post
Escolha a engenharia do seu interesse