Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Meio ambiente: conheça o robô em forma de estrela lançado pelos cientistas para estudar o fundo do mar

por Redação 360 | 31/08/2021

Estudar o fundo do mar é complicado, pois os animais se assustam com a aproximação. Por isso, os cientistas estão criando robôs em formatos variados. Veja!

O que você entende de meio ambiente? Aqui vai um dado importante: cerca de 70% da superfície da Terra é coberta por água. Contudo, apesar de anos de pesquisa, pouco se sabe ainda sobre o que habita nela. O ser humano vive em busca de vida em outros planetas, mas desconhece a importância da vida marinha para a sobrevivência do próprio planeta e sua sobrevivência. Já havia refletido sobre isso?

esponja
Imagem reproduzida de TideMonteiro Blogger

A importância dos mares e o descaso com o meio ambiente

Continuando, o que já se sabe, então? Bem, que os oceanos, por exemplo, abrigam a maior parte dos animais existentes na Terra. Que o ecossistema marinho é maior e mais antigo do que o terrestre, abrigando o dobro de filos animais e uma biodiversidade riquíssima. Que os mares produzem a metade do oxigênio disponível no planeta, regulam as condições climáticas, absorvem grande quantidade de gás carbônico e fornecem alimentos.  E também que, infelizmente, o desrespeito com eles é muito grande – como o despejo de lixo e resíduos tóxicos largados à beira ou dentro das águas, pesca predatória, turismo e exploração imobiliária desordenados, além de falta de programas de educação sobre meio ambiente. Ou seja, as consequências podem ser irreversíveis!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

esponja
Imagem reproduzida de Máfia do Mergulho
esponja
Imagem reproduzida de Revista Galileu – Globo

As pesquisas sobre vida marinha e mudanças climáticas

Ainda existem muitos pesquisadores ocupados em descobrir mais sobre meio ambiente. Saber como vivem as plantas e animais marinhos, como funciona o seu ecossistema e como as alterações do clima do planeta podem afetá-los. Mas, muitas vezes, para realizar essas pesquisas, é necessário o uso de robôs. E eles podem realizar coleta de amostras, fazer registro de organismos marinhos usando câmera fotográfica ou filmadoras, medir as condições ambientais, como temperatura e quantidade da luz solar que chega até o fundo.

esponja
Imagem reproduzida de O Petróleo

Robôs estrelas

Os pesquisadores notaram que os animais marinhos se assustam demais com a aproximação dos robôs, interferindo no comportamento deles e atrapalhando os estudos. Por isso mesmo é que cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, localizado em Cambridge, nos Estados Unidos, fizeram a proposta de montar um robô com a forma de um animal de vida marinha. E deu certo!

Na sequência, foi escolhida a forma e aparência de uma estrela-do-mar, pela simplicidade de seus movimentos. Com o robô estrela, os pesquisadores esperam estudar o ambiente marinho sem chamar muito a atenção.

esponja
Imagem reproduzida de Wikipedia

Para concretizar a ideia, foi necessário o desenvolvimento de um sistema que funcionasse de forma 100% confiável embaixo d’água, capaz de se manter estável apesar das forças fluidas ao seu redor – como ondas e correntes marítimas. Para dar uma aparência mais “natural”, os designers usaram espuma de silicone na construção do corpo do robô. E por quê? Bem, porque o material usado é leve, elástico, flutua naturalmente e pode ser fabricado em questão de horas. No fim, satisfeitos com o resultado, eles pensam agora em criar outros robôs, mas inspirados agora em tartarugas marinhas, raias e tubarões, e usando estruturas mais complexas, como juntas e nadadeiras semelhantes às originais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

esponja
Imagem reproduzida de Yahoo Finanças

Veja Também: Nova York – prefeitura pretende transformar ilha em laboratório de estudos climáticos


Fontes: Tecmundo, CanalTech, UOL, Fapesp.

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.