Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

CANAIS ESPECIAIS


Descubra quais são os 6 erros mais comuns de backup de arquivos digitais e como evitá-los

por Redação 360 | 18/06/2021

Ao fazermos backup de arquivos de um dispositivo para outro, alguns erros são muito comuns. Veja algumas dicas para evitá-los!

Quando nós fazemos backups de arquivos de um dispositivo para outro, podem ocorrer erros graves. E isso causa certo temor quando precisamos fazer cópias de arquivos da nossa empresa ou de documentos pessoais importantes. Pensando nisso, vamos compartilhar uma lista realizada originalmente pelo site Wonderful Engineering de erros mais comuns e possíveis soluções que devem te ajudar a lidar, de maneira mais adequada com os arquivos digitais. Vamos lá?!

#1 Tipos diferentes de backups

A saber, existem várias maneiras de fazer backup. Por exemplo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • usando dispositivos físicos, como HDs externos, ou
  • usando sistemas em nuvem.

A mídia física é portátil e pode ser acessada em qualquer lugar. Já a mídia online, por outro lado, não precisa ser carregada para ser acessada, mas é mais vulnerável a roubo de dados.

O recomendado é que você tenha opções, principalmente quando se trata de seus arquivos pessoais. Assim, é possível ter cópias reservas desses arquivos. Uma ideia é fazer backups online em vez de mídias físicas!

#2 Backups regulares

A dica número dois é fazer backup de todo o computador regularmente! A maioria das empresas automatiza esse processo e faz com que as máquinas executem backups regulares. Mas para o seu computador pessoas, a aí a tarefa de realizar backups manuais fica para você! Certo?! Considere o seguinte: a regularidade faz com que, em caso de perda de dados, você tenha menos trabalho a fazer, tendo guardado em segurança backups mais recentes!

Imagem extraída de UOL

Veja Também: O que é e quais as tendências da Automação Residencial?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

#3 Local de armazenamento

Grandes empresas, sempre atentas neste tipo de problema, preferem dois ou mais locais de armazenamento para manter seus programas seguros e protegidos. Até porque não podemos confiar completamente nas máquinas; elas também estão sujeitas a erros! E, infelizmente, um único erro pode representar perdas irreparáveis!

Resumindo, numa ação de “economia burra”, a falta de um segundo local de armazenamento, pode ser bem mais custosa. Manter uma mistura de locais de armazenamento físicos e online é considerado a opção mais segura!

home office
Imagem extraída de Pixabay

#4 Dispositivos de backup

Cuidado! Pois, os dispositivos com espaço de armazenamento reduzido, como celulares e tablets, podem acabar excluindo dados antigos ou não salvar dados novos. Isso pode ser bastante prejudicial, especialmente se você tiver apenas esta opção de escolha. Em alguns casos, será preciso refazer parte do trabalho de backup, senão ele todo – ou seja, significa não apenas prejuízo para seus dados, como também para seu tempo.

Veja Também: Qual o computador ideal para Engenharia em 2021?

#5 Falta de automação

A atual tecnologia de automação pode ainda apresentar muitas desvantagens. Contudo, tem muita coisa nova em desenvolvimento rápido. Estas inovações prometem, em breve, ajudar ou mesmo solucionar sozinha algumas das tarefas mais tediosas e demoradas, com mais rapidez e eficiência do que uma pessoa. E isto é muito bom, porque, nesta equação, humanos tendem a errar mais do que máquinas!

Enfim, apesar dos pesares, investimentos em automatização, mesmo que seja simplesmente um software livre, são uma boa ideia, sim, visando aprimorar o processo de backup do seu trabalho! Pense nisto!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

backup software
Imagem extraída de Pxhere

#6 Teste de backup

Agora a dica final – e, talvez, a mais importante! Antes de confiar cem por cento no sistema de backup, é preciso testá-lo – ou pelo menos fazer algumas verificações para ver se os arquivos ficam intactos. O que pode acontecer de errado?

Bem, ter um código corrompido, perdido ou confundido durante a transferência. E a melhor maneira de garantir que você tenha um backup em funcionamento é testá-lo e verificar se os arquivos funcionam tão perfeitamente quanto os originais! Se você considerar que esta prática deve ser regular em seu dia-a-dia, irá reduzir, efetivamente, as chances de grandes perdas de dados de arquivos importantes – seja pessoal ou de trabalho!

checklist
Imagem extraída ccnull.de

O que acha de fazer uma revisão de todas as recomendações que foram passadas? Eis a maneira adequada de fazer backups de seus dispositivos:

  1. Use diferentes mídias, tendo vários dispositivos;
  2. Faça backup regularmente, tendo armazenamento suficiente;
  3. Realize testes regulares; e
  4. Se preciso, invista em um sistema confiável de automação

Seguindo este passo a passo, você pode ter certeza de que se encontrará mais protegido de toda e qualquer violação de dados!


Fonte: Wonderful Engineering.

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.