Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Por que utilizar softwares ERP's na construção civil?

por Matheus Martins | 22/06/2020
Copiado!

Os ERP's permitem que seja feita a gestão de todos os processos da cadeia de uma empresa construtora e/ou incorporadora

As empresas, de maneira geral, possuem diversos processos que fazem parte das suas atividades. A construção civil, por exemplo, possui uma grande complexidade em sua cadeia de processos e, por isso, a gestão pode ser um grande problema no cotidiano.

No entanto, existe uma ferramenta que é adotada pelas empresas para facilitar a gestão de seus vários processos em todos os departamentos. Trata-se dos ERP’s.

O que é um ERP?

ERP, é a sigla para Enterprise Resource Planning (que pode ser entendido como Planejamento de Recursos Empresariais, em tradução livre). De maneira sucinta, um ERP é um software que permite uma gestão integrada de toda a empresa, em uma mesma plataforma.

Representação de fluxograma circular de processos gerenciáveis em um sistema ERP.
Processos gerenciáveis em um sistema ERP. Imagem: noticiastecnologia.com

Imagine um sistema integrado, em que todos os colaboradores da empresa utilizassem a plataforma para gerenciar as informações, de maneira integrada. Desde o setor de orçamento, ao financeiro, passando pelo setor de compras e setor contábil, por exemplo. Entre inúmeras áreas dentro da empresa que necessitam de gestão.

São muitos processos possíveis em uma construtora e/ou incorporadora. Por isso, possibilitar a gestão integrada dá vantagens competitivas para as empresas. Um software ERP auxilia a gestão nas empresas de construção.

Quais as vantagens de utilizar um ERP?

O ERP permite a reunião de todas as informações e dados dos processos da empresa em uma única plataforma. Além de permitir a comunicação desses dados e documentos. Outra vantagem é a automação de processos, quando possível, diminuindo tempo consumido na construção da planilhas e envio para outros departamentos, por exemplo. Isso facilita e agiliza as rotinas, aumentando a produtividade dos colaboradores, por facilitar a obtenção e troca de informações entre atividades.

É possível obter a redução de custos operacionais, ora, com a economia de tempo da equipe – por automação de processos – o custo-hora operacional já fica reduzido. Além disso, os colaboradores têm sua capacidade analítica e de tomada de decisão potencializada. Isto é reflexo da compilação de dados no sistema e a possibilidade de obtenção de relatórios de maneira extremamente rápida e simplificada.

Representação gráfica de dispositivos interligados por servidor.
Intercomunicação entre dispositivos ligados em servidor. Imagem: googleusercontent.com

Um outro ponto vantajoso para as organizações, é a diminuição do erro humano. Com processos integrados e padronizados, e outros automatizados, a margem de erro diminui drasticamente.

Imagine que uma compra efetuada possa ser lançada com um valor equivocado no momento de calcular os impostos devidos. Se a informação for obtida automaticamente do sistema ERP, a margem de erro é drasticamente reduzida.

Uma outra grande vantagem é o fato de facilitar a adaptação a forma de trabalho sistematizada. Mesmo com treinamentos, é difícil os colaboradores assimilarem informações de todos os procedimentos da empresa. Se existir um ERP, fica muito mais fácil essa adaptação. Isto, pois, as plataformas ERP’s dão uma interface bastante intuitiva e que facilita o entendimento das operações.

O que os ERP’s de construção civil possibilitam?

De maneira geral, os ERP’s permitem que seja feita a gestão de todos os processos da cadeia de uma empresa construtora e/ou incorporadora. Desde a elaboração de orçamentos analíticos para gestão, propostas de orçamento para licitações, até orçamentos próprios para sua gestão.

Representação de fluxograma circular de áreas gerenciáveis em um sistema ERP.
Áreas da organização gerenciáveis em ERP. Imagem: brmtecnologia.com

Todo o planejamento pode ser feito em um ERP. Desde a orçamentação de construção e o orçamento de venda, a elaboração do cronograma físico, até os cronogramas físico-financeiros.

É possível cadastrar todos os seus fornecedores e ter uma gestão de fornecedores ágil, avaliação de fornecedores e cotações de mercado de maneira prática.

Os processos de compra podem ser feitos de maneira que as quantidades sejam obtidas automaticamente dos orçamentos de obra realizados e no prazo estimado para cada etapa.

Outra possibilidade é a gestão de contratos com empreiteiros e prestadores de serviço em geral, de acordo com o escopo de cada obra contratada.

O controle de obra também pode ser feito diretamente na plataforma. Efetuar as medições físicas e físico-financeiras de obras em andamento é muito mais prático. É possível obter relatórios de andamento muito facilmente e em tempo real.

Fluxograma de processos de uma construtora.
Exemplo de fluxograma de processos de empresa da construção que podem estar incluídas em um ERP. Imagem: siecon.com.br

A gestão financeira também pode ser feita de maneira integrada em um ERP. Calcular os impostos, emitir notas fiscais de serviços prestados, controlar fluxo de caixa da empresa, e muito mais.

Existem inúmeras vantagens na adoção de um sistema ERP para empresas da construção civil. Sobretudo, porque permite a gestão integrada, em real time, possibilitando a visão analítica das obras e a saúde financeira da empresa de maneira mais segura e assertiva.

Quais são os ERP’s de construção civil?

Existem diversos ERP’s para a construção civil no mercado. Muitas plataformas podem atender uma construtora, de acordo com sua necessidade e orçamento. Em caráter informativo, selecionamos 4 plataformas existentes no mercado nacional que conhecemos.

Evop

Imagem ilustrativa do sistema ERP Evop.
Imagem ilustrativa do sistema Evop. Imagem: evop.com.br

O Evop é um software que pode ser contratado em duas versões: módulo engenharia ou módulo gestão + engenharia, que integra toda a gestão da empresa. É um ERP que atende também qualquer empresa do setor de construção.

Mega

Imagem ilustrativa do sistema ERP Mega Construção.
Imagem ilustrativa do sistema Mega Construção. Imagem: associate.com.br

O Mega possui um ERP específico para construção civil – o Mega Construção. O sistema é outra opção de mercado para a construção civil, de infraestrutura, incorporação e urbanismo.

Sienge

Imagem ilustrativa do sistema ERP Sienge
Imagem ilustrativa do sistema Sienge. Imagem: sienge.com.br

O Sienge é uma plataforma específica para a construção civil da Softplan, que oferece a integração entre canteiro e escritório de uma construtora de maneira facilitada.

TOTVS

Imagem ilustrativa do sistema ERP TOTVS.
Imagem ilustrativa do sistema TOTVS. Imagem: totvs.com

A TOTVS é uma empresa que possibilita ERP’s para diversos segmentos de mercado, incluindo as construtoras, incorporadoras e o mercado imobiliário.

Respondendo a questão inicial do texto: podemos dizer, de maneira resumida, que o software ERP facilita a gestão no cotidiano das empresas de construção civil.

E aí, já utiliza algum ERP na sua empresa? Conhece algum outro ERP? Conta pra gente nos comentários!

Fonte: Enotas, Thorus Engenharia.

Copiado!
Engenharia 360

Matheus Alves Martins

Mestrando em Ciência dos Materiais, Engenheiro Civil, MBA em Gestão de Projetos e Auditor Líder ISO 9001:2015. Um sul-mato-grossense entusiasta da gestão, da qualidade e da inovação na indústria da construção. Fã de tecnologias e eterno estudante de engenharia.

Comentários