Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Engenheiro cria máquina de café espresso que não precisa de eletricidade

por Lucie Ferreira | 27/03/2017
Copiado!

A máquina de café prepara o tradicional espresso sem uso de energia elétrica ou bateria (Foto: Nomad)


Nada melhor do que acordar pela manhã com um delicioso aroma de café. Pingado, cappuccino, macchiato, breve, americano, espresso… seja qual for seu favorito, você sabe que começar um dia sem a bebida é um tanto quanto difícil e ter uma máquina de café acaba se tornando necessidade básica.
Quem não dispensa um espresso sabe que ele não pode ser preparado em qualquer lugar. Afinal, as máquinas utilizadas consomem quantidade considerável de energia elétrica, especialmente quando ligadas o dia todo. A Nomad surgiu exatamente para evitar esses gastos e simplificar as coisas.
Tudo o que esse equipamento precisa é de café, água quente e pressão. Com design minimalista, seu funcionamento não requer baterias nem cartuchos de CO2 ou N2O. Na verdade, para preparar um espresso ele se baseaia em um princípio bastante conhecido por engenheiros: o do pistão.

O segredo para ter um espresso cremoso e aromático é o pistão (Foto: Nomad)

Coisa de engenheiro

Não é à toa que seus criadores são o engenheiro e empreendedor Curt Morgan e o cientista e inventor Vincent J. Chen. Eles garantem que a Nomad transmite o sabor e a cremosidade de um verdadeiro café tirado na hora. Leve, portátil e fácil de usar, a cafeteira não tem segredos: basta adicionar o pó de café moído, a água quente e pressionar o pistão várias vezes para ter um espresso.
O investimento para quem quiser uma Nomad é de 265 dólares e ela pode ser encontrada em diversas lojas online. Mas, assim como a maioria das invenções criativas que encontramos por aí, tudo começou com uma campanha de crowdfunding.
Assista ao vídeo abaixo para ver como a cafeteira funciona:

Fonte: eCycle, Technology Tell e Terra.

Copiado!

Comentários