Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Conheça o caminhão híbrido à base de eletricidade e biocombustível

por Luciana Reis | 02/11/2015
Copiado!

Uma novidade promete agitar o mercado voltado à fabricação de caminhões: é o modelo híbrido apresentado pela Scania. A empresa sueca anunciou o caminhão híbrido padrão Euro 6, que pode tanto funcionar à base de biocombustível como no modo elétrico. O objetivo é possibilitar uma condução com menos ruídos, com baixas emissões de CO2 e mantendo a capacidade de carga dos caminhões. Os híbridos começarão a ser comercializados pela Scania a partir de 2016.

Imagem: Scania

Imagem: Scania



Com a preocupação crescente com a sustentabilidade, os caminhões híbridos representam uma importante ação que auxilia na redução da poluição sonora e do ar, proporcionando também economia de combustível, menos gastos e mais eficiência para o dono do veículo. Entre os exemplos de utilização, os caminhões híbridos podem ser utilizados na coleta de lixo e em outros serviços urbanos.
De acordo com a empresa, a redução da emissão de gás carbônico na atmosfera chega a 92% quando da utilização do HVO, um tipo de biocombustível resultante do hidrotratamento de óleos vegetais ou alimentares e gordura animal. Quanto ao consumo, a economia chega a 18% quando se compara o caminhão híbrido, sob condução padrão, a um caminhão movido a diesel.
Com o caminhão híbrido, recomenda-se a utilização à base de eletricidade principalmente nos estágios finais de uma rota e em trajetos dentro das cidades, reduzindo a geração de ruídos. O modelo possibilita o reaproveitamento da potência de frenagem, o que possibilita uma maior economia de combustível.
Imagem: Revista Mecânica Online

Imagem: Scania/ Por Revista Mecânica Online


Além disso, quando conduzido a baixas velocidades há o desligamento do motor a combustão. O caminhão é guiado através do motor elétrico até a velocidade de 45km/h e são acionados sistemas auxiliares, como o compressor do freio. Ou seja, enquanto o caminhão é movido pelo motor elétrico, a energia gerada durante a aceleração e frenagem é acumulada e pode ser reaproveitada posteriormente, sem a necessidade de utilização do motor à combustão nesse momento.
No modelo da Scania, os componentes necessários para a hibridização são montados diretamente na carroceria, no Módulo de Potência Híbrido. Os equipamentos, incluindo a bateria e o sistema de controle, são protegidos contra colisão.
A utilização dos caminhões híbridos vem se tornando mais comum pelas vantagens dos novos modelos, tanto em benefício ao meio ambiente, como na redução de custos com o caminhão. Nos EUA, por exemplo, o governo federal oferece incentivos para a compra dos híbridos. A iniciativa de estímulo é bem vista, principalmente devido aos custos normalmente mais altos dos caminhões que utilizam energia e biocombustíveis, quando comparados aos convencionais.
Referências: ScaniaECycle, Planeta Sustentável

Copiado!

Comentários