Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Engenharia química: uma longa história pra contar

por Larissa Fereguetti | 13/07/2015
Copiado!

Você sabia que a engenharia química é um dos cursos de engenharia mais concorridos nas universidades do País?

Mas antes, ela passou por um longo processo até se consolidar como uma engenharia reconhecida e respeitada.

Imagem: lboro.ac.uk

Imagem: lboro.ac.uk

Antes de contarmos como foi a história da engenharia química, vamos deixar claro a diferença entre química e engenharia química!

O químico estuda uma série de produtos em escala laboratorial, analisa a qualidade dos produtos, desenvolve tecnologias e produtos e os aperfeiçoa. Já o engenheiro químico trabalha com processos em larga escala (visando mantê-los economicamente e ecologicamente viável), desenvolve produtos, dimensiona equipamentos, projeta procedimentos e acompanha as etapas de produção.

Imagem: web.mit.edu

Imagem: web.mit.edu

A Revolução Industrial deu um grande pontapé na indústria química, impulsionando a produção em larga escala de ácido sulfúrico, e assim, houve grande investimento no aprimoramento dos processos.

Os marcos da implantação da indústria química são a invenção do Processo e Le Blank, para transformar sal marinho em carbonato de sódio, e o Processo de Solvay, para a mesma finalidade, somente considerado mais limpo.

Até este ponto a operação das indústrias químicas era responsabilidade de engenheiros mecânicos e a parte laboratorial responsabilidade dos químicos.

Em meio a ocorrência de acidentes, o inspetor de segurança britânico George Davis, identificou a necessidade de uma profissão ligada à indústria químic ae definiu os fundamentos de um grupo de profissionais aos quais chamou de Engenheiros Químicos. Isso foi em 1880.

Imagem: kitchencabinetpro.cf

Imagem: kitchencabinetpro.cf

No entanto, a tentativa de Davis foi refutada pela comunidade acadêmica. E o início da Engenharia Química só foi registrado oito anos mais tarde, no MIT, nos Estados Unidos, à partir da proposta de Lewis Norton. O nome dado ao curso foi “Course X” e William Page Bryant foi o primeiro graduando, em 1891.

Imagem: video.mit.edu

Imagem: video.mit.edu

Novos cursos de engenharia química foram surgindo em outras faculdades, muitos devido à pressão da indústria química e a necessidade evidente de profissionais com esta formação.

O primeiro curso de engenharia química no Brasil foi criado em 1925 na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e teve como precursor o curso de engenharia industrial criado em 1893.

A partir daí, não só o curso, como a profissão, passaram por vários processos de consolidação.

Imagem: wonderfulengineering.com

Imagem: wonderfulengineering.com

Este é apenas um dos exemplos de como surge a demanda por engenheiros cada vez mais aprofundados em determinados temas.

Referências: Labvirtual; UFSM; UFU.

Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários