Engenharia 360

Arranha-céus: conheça os dois sistemas de elevadores mais rápidos do Brasil

Engenharia 360
por Redação 360
| 26/12/2022 | Atualizado em 27/01/2023 4 min

Arranha-céus: conheça os dois sistemas de elevadores mais rápidos do Brasil

por Redação 360 | 26/12/2022 | Atualizado em 27/01/2023
Engenharia 360

Por certo, você já viajou de elevador se não uma, mas várias vezes na vida, não é mesmo? Elevadores servem para facilitar nosso deslocamento vertical em edifícios de muitos andares, sobretudo arranha-céus. O tempo máximo de elevadores em edifícios de escritórios, por exemplo, é de 20 segundos. Mas sabe quanto os elevadores podem ser rápidos? E qual o elevador mais rápido do Brasil em funcionamento atualmente? Veja a seguir!

O elevador mais rápido do mundo

Antes de falarmos do Brasil, temos que comentar sobre o elevador mais rápido em funcionamento no mundo. Ele está instalado na Torre de Shanghai. Seu projeto foi desenvolvido pela empresa Gensler, que detalhou também o fosso mais alto do mundo, de acordo com o relatório do Council on Tall Buildings and Urban Habitat (CTBUH) – entidade internacional é a responsável por auditar arranha-céus mundiais -, apresentando 578,5 metros de profundidade. Já quanto ao elevador, ele pode fazer uma velocidade de até 73,8 km/h, chegando ao 119º andar em apenas 55 segundos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

elevadores de arranha-céus
Imagem reproduzida de Tech in Asia
elevadores de arranha-céus
Imagem reproduzida de DAY Elevator & Lift em Twitter

Os elevadores mais rápidos do Brasil

Você sabe qual a região do Brasil e da América Latina onde concentra o maior número de arranha-céus? Sim, também de acordo com o Council on Tall Buildings and Urban Habitat (CTBUH), é Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Isso que, detalhe, esta é a segunda menor cidade do Estado, de acordo com o Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), tendo apenas 45,214 km² de extensão. Eis os 10 maiores edifícios da praia:

  • One Tower, 290 m e 84 andares;
  • Torres 1 e 2 do Yachthouse Residence Club, 281 m e 81 andares cada;
  • Infinity Coast, 234 m e 66 andares;
  • Epic Tower, 190 m e 58 andares;
  • Millennium Palace, 177 m e 46 andares;
  • Alameda Jardins Residence, 174 m e 45 andares;
  • Império das Ondas, 165 m e 51 andares;
  • Torres A e B Villa Serena, 164 m e 66 andares;
  • Vision Tower, 160 m e 38 andares;
  • Ocean Palace, 152 m e 42 andares.

Elevador do One Tower

O One Tower é um arranha-céu recém-inaugurado em Balneário Camboriú, entregue oficialmente em dezembro de 2022. Atualmente, é considerado o edifício mais alto do Brasil em todas as categorias. Além disso, é a maior construção residencial da América Latina, segundo o Council on Tall Buildings and Urban Habitat (CTBUH). A sua construção contou com a atuação de 2 mil funcionários. Dos 84 andares, 70 são habitáveis. E para atender esses pavimentos, o empreendimento conta com um conjunto de elevadores capazes de percorrer o prédio em menos de 1 minuto.

elevadores de arranha-céus
Imagem reproduzida de PR Consultor Executivo

Elevador do Yachthouse Residence Club

Agora vamos falar de um prédio de 81 andares que era, até muito recentemente, o arranha-céu mais alto do Brasil. Seu elevador também é bastante rápido, capaz de percorrer 275 metros de altura em menos de um minuto, sendo seis metros por segundo, segundo o Grupo Pasqualotto & GT, responsável pela obra. São 22 unidades de elevadores, 10 com tecnologia diferenciada e cabines exclusivas, com design assinado pelo escritório italiano Pininfarina, que também projeta carros de luxo para Ferrari, Maserati e Rolls-Royce.

elevadores de arranha-céus
Imagem reproduzida de Visor Notícias
elevadores de arranha-céus
Imagem reproduzida de Gazeta do Povo

Vale destacar que o sistema usado para o funcionamento desses elevadores foi desenvolvido pela empresa Atlas Schindler. O mesmo utiliza cabos de tração com alongamento reduzido e grande performance mecânica. Sua parte eletrônica foi altamente elaborada, confiável e de alta precisão. E, por hora, está perdendo apenas para o instalado no prédio corporativo Birmann 32, em São Paulo, que deve percorrer 7 metros por segundo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

elevadores de arranha-céus
Imagem reproduzida de Click Camboriú

Veja Também:


Fontes: ND Mais, G1, Casa Vogue.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo