Engenharia 360

Conheça os arranha-céus mais altos do Brasil

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 02/12/2022 5 min

Conheça os arranha-céus mais altos do Brasil

por Simone Tagliani | 02/12/2022
Engenharia 360

Você sabe quais são os prédios mais altos do Brasil? Será que eles estariam na Capital Federal? Bom, que nada! Longe disso! Segundo a Emporis GmbH, empresa de mineração de dados sobre imóveis com sede em Frankfurt am Main, Alemanha, o Brasil possui os maiores arranha-céus em cinco cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Goiânia, Recife e Balneário Camboriú. Inclusive, estas cinco cidades estariam entre as cem com maior quantidade de arranha-céus do mundo. Sabia disso?

A saber, o primeiro edifício de grande porte construído no Brasil foi o Sampaio Moreira, em São Paulo, no ano de 1924. Também são construções emblemáticas da Engenharia e Arquitetura Brasileira os edifícios A Noite, no Rio, e Martinelli, em São Paulo. Ah! E caso você esteja se perguntando “Que tipo de prédio é considerado arranha-céu?”, te respondemos: somente aqueles com mais de 150 metros de altura.

1. One Tower (290 m)

Este arranha-céu está localizado em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Ele foi recém lançado, neste ano de 2022. Portanto, assumiu o primeiro lugar como o maior prédio do Brasil e o segundo mais alto da América do Sul.

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de BC Notícias

2. Yachthouse Residence Club (281 m)

Este é um complexo residencial com duas torres, as lindas gêmeas, também Balneário Camboriú. Ele foi lançado em 2021 pelo Grupo Pasqualotto & GT, com design do escritório Pininfarina. Vale destacar que sua construção empregou 600 trabalhadores. Também foram usados 87 mil m³ de concreto, empregando a técnica outrigger. E, dentro, foram instalados 22 elevadores.

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de LUXHABITAT Negócios Imobiliários

3. Infinity Coast Tower (234 m)

Mais um espetacular exemplar de Camboriú, este de 2019. Foi o maior arranha-céu do Brasil por um ano. Mesmo assim, é um dos mais altos da América Latina. Porém, olha que interessante, os construtores já afirmaram que jamais tiveram a intenção de atingir estas marcas.

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de ArchDaily

4. Complexo Orion (181 m)

Este prédio, de 124,7 mil m², do ano de 2018, endereço de instituições, como o Museu Médico, também empregou muita gente, cerca de 550 trabalhadores. Ele pode até não ser o mais alto do Brasil, mas é bem alto, sim, podendo ser visto de vários pontos de Goiânia em um raio de aproximadamente 10 km.

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de MKZ Arquitetura

5. Epic Tower (190 m)

Voltamos ao Balneário Camboriú para apresentar outro arranha-céu, este inaugurado em 2016.

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de Alex Tramontina Corretor de Imóveis

6. Tour Geneve (183 m)

Este arranha-céu – residencial, empresarial e comercial – é do bairro de Altiplano, em João Pessoa, na Paraíba. E ele é o prédio mais alto da região Nordeste do Brasil, com vista deslumbrante para o mar e também para o seu próprio paisagismo ao redor. O destaque do seu projeto, de 2018, é a cisterna de reaproveitamento de 300 mil litros d’água, com direito a peixes decorativos, paredes vegetais e muitas áreas verdes. Um símbolo de conforto, bem-estar e sustentabilidade!

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de Paraíba hoje

7. Millennium Palace (177 m)

Agora, um prédio de apartamento de Camboriú, do ano de 2014, que também já foi o maior arranha-céu do Brasil. Ele está localizado bem pertinho da praia e tem quase o dobro da altura dos prédios vizinhos. Já discutimos no Engenharia 360 sobre essa questão do conflito na paisagem urbana no Balneário; veja a seguir: Balneário Camboriú: patrimônio histórico perde para arranha-céus de luxo

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de Wikipédia

8. Kingdom Park Vaca Brava e Splendia Tower (175 m)

O oitavo lugar é dividido por dois arranha-céus, ambos de 2019. O primeiro, está localizado em Goiânia. E o segundo está no Balneário Camboriú.

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de kingdom park vaca brava
arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de New Imóveis

9. Concórdia Corporate e Platina 220

Respectivamente inaugurados em 2017 e 2022, estes prédios dividem o nono lugar. O primeiro, pertence à incorporadora americana Tishman Speyer e à Construtora Caparaó, está localizado no bairro Vila da Serra, em Nova Lima, Minas Gerais. Detalhe: é a maior construção de edificação metálica do país; o segundo prédio comercial mais alto do país; e o mais alto da região Sudeste. Um projeto de 2017, pré-certificado para receber o selo de sustentabilidade LEED Gold.

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de Tishman Speyer

Quanto ao segundo prédio, é um arranha-céu de uso misto localizado no bairro do Tatuapé, em São Paulo. Um ano antes, quando o seu 50º andar foi concluído, a 172 metros, a construção já se tornou o arranha-céu mais alto de São Paulo – dois metros mais alto que o Mirante do Vale, que permaneceu na posição por mais de cinquenta anos. E precisamos destacar que a 2 km está o Figueira Altos do Tatuapé, o maior residencial e o terceiro prédio mais alto da cidade. A saber, ele também tem selo de sustentabilidade!

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de O Globo

10. Condomínio Edifício Mirante do Vale (170 m)

E terminamos a nossa lista com um prédio dos anos de 1960, cujo nome fantasia é Edifício W. Zarzur. Este arranha-céu está localizado em São Paulo também. Ele foi o maior do país e o 18º da América do Sul por quase meio século, só superado em 2014. Um projeto do arquiteto Waldomiro Zarzur.

arranha céu brasileiro
Imagem reproduzida de Refúgios Urbanos – Imobiliaria em São Paulo

Fontes: Wikipédia.

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais e Jornalismo Digital; estudante de Marketing; e proprietária da empresa Visual Ideias.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo