Engenharia 360

O que são disjuntores monopolar, bipolar e tripolar e quais suas funções?

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 11/04/2022 3 min

O que são disjuntores monopolar, bipolar e tripolar e quais suas funções?

por Simone Tagliani | 11/04/2022

Se você quer trabalhar algum dia com Engenharia Elétrica, Civil ou afins, deve saber que existem disjuntores. E mais, todo o básico da sua aplicação. Afinal, esses são dispositivos muito úteis e essenciais para as instalações elétricas. Descubra curiosidades sobre isso no texto a seguir!

O que é um disjuntor?

Vamos lá entender juntos o que são esses tais disjuntores. Pois bem, trata-se de dispositivos de proteção das instalações elétricas. Toda edificação – residências, prédios ou indústrias – deveria ter um ou muitos deles – quantos forem necessários. O que eles fazem é desarmar ou desligar um circuito quando o mesmo estiver em curto ou sobrecarga. Então, pelo que já se pode imaginar, eles evitariam acidentes, até mesmo incêndios ou queima de aparelhos domésticos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Claro que, neste momento, você pode estar se perguntando sobre “Qual a diferença entre disjuntor e fusível?”. Bom, sim, ambos são dispositivos de proteção contra correntes com defeitos. Contudo, os fusíveis são peças projetadas para serem descartadas. Assim, logo que desarmam, queimam e precisam ser trocados por novos. Mas tanto disjuntores quanto fusíveis podem ser comprados em casas de materiais elétricos ou materiais de construção – como ferragens.

disjuntores
Imagem reproduzida de CONTROLMEC CONTROL & AUTOMATION

Quais os tipos de disjuntores que existem?

Então, quando você estiver construindo ou reformando uma edificação, mesmo que seja a sua casa, precisará lidar com fiações elétricas e uma hora deverá avaliar essa questão dos disjuntores. Mas será que você vai saber quais peças comprar? É, vai depender do tipo de rede que está trabalhando, dos tipos e cabos que vai usar e dos equipamentos que estarão ligados à essa rede depois.

Existem 6 tipos de disjuntores:

  • Unipolar ou monopolar – de uma fase, como para iluminação, tomadas em sistemas monofásicos fase/neutro ou com fase 127 ou 220V.
disjuntores
disjuntor Unipolar -Imagem reproduzida de Telhanorte
  • Bipolar – com duas fases, como para chuveiros, torneiras elétricas ou equipamentos de maior potência.
disjuntores
disjuntor Bipolar – Imagem reproduzida de Telhanorte
  • Tripolar – com três fases, como para motores trifásicos 220 ou 380V.
disjuntores
disjuntor Tripolar -Imagem reproduzida de Telhanorte
  • Magnético – ideal para proteger equipamentos elétricos contra sobrecargas e curtos-circuitos, porém com uma maior precisão.
disjuntores
disjuntor Magnético -Imagem reproduzida de Vale Automação Industrial – e Materiais Elétricos
  • Térmico – que interrompe mais facilmente um circuito com elevada temperatura ou temperatura anormal.
disjuntores
disjuntor Térmico – Imagem reproduzida de Home Center Marchiò
  • Termomagnético – com proteção térmica e magnética, usado para manobras rápidas de ligar e desligar circuitos.
disjuntores
disjuntor Termomagnético -Imagem reproduzida de Natal Home Center

As ‘Curvas de disparo’ de disjuntores termomagnéticos

“Curvas de disparo de disjuntor” tem a ver com aquele momento máximo em que o dispositivo aguenta antes de se desligar. A primeira curva, chamada de B, permite que o circuito seja compreendido entre 3 e 5 vezes a sua corrente nominal. A curva C é entre 5 a 10 vezes a corrente nominal. E a D estipula entre 10 a 20 vezes maior que a corrente nominal.

Agora um lembrete muito importante! Nunca, jamais, faça a substituição de um disjuntor por outro sem dominar as fases dos circuitos do quadro de energia da edificação reformada, pois isso pode levar a acidentes. E, por favor, procure por produtos de qualidade, com selo de aprovação do INMETRO. Afinal, com eletricidade não se brinca!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja Também:

A conta está alta? Saiba como economizar energia elétrica dentro de casa!

Como a energia elétrica dos postes de rua chega às tomadas da sua casa?

5 riscos ocultos em instalações elétricas antigas


Fontes: Mundo Elétrica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais e Jornalismo Digital; e proprietária da empresa Visual Ideias.