Engenharia 360

Como a energia elétrica dos postes de rua chega às tomadas da sua casa?

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 16/07/2021 | Atualizado em 06/11/2023 3 min
Imagem extraída de Kraus Muller

Como a energia elétrica dos postes de rua chega às tomadas da sua casa?

por Simone Tagliani | 16/07/2021 | Atualizado em 06/11/2023
Imagem extraída de Kraus Muller
Engenharia 360

Recentemente, ouvimos falar tanto sobre energia elétrica  - por exemplo, quanto ela custa para ser produzida e como isso depende de uma série de recursos. Mas hoje vamos tentar responder uma pergunta mais simples. Afinal, como a energia elétrica oferecida pela concessionária ou distribuidora e que passa pelos fios da nossa rua chega dentro dos ambientes da nossa casa? É isso que você irá descobrir ao ler o texto a seguir!

rede elétrica
Imagem extraída de O Município
rede elétrica
Imagem extraída de Universidade da Elétrica - IPT Engenharia

Veja Também: Brasil às Escuras: Análise das Causas do Apagão de Energia

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As diferentes redes de energia elétrica

Quando tentamos comprar um aparelho elétrico, os vendedores sempre nos perguntam se a rede da nossa residência é 110 ou 220. Você sabe o que isso quer dizer? Pois bem, 110 V faz referência à rede monofásica, sendo uma rede que tem apenas um condutor de fase, um condutor neutro e um condutor terra. Já 220 V faz referência à rede bifásica, sendo uma rede com dois condutores de fase, um condutor neutro e um condutor terra. E ambas as redes são utilizadas para tomadas de uso geral, sendo que a 220 geralmente é destinada para chuveiros, forno elétrico, torneira elétrica e mais - que são aparelhos que "puxam" mais energia para o seu funcionamento.

rede elétrica
Imagem extraída de Portal Construção Fácil

A energia que temos nos postes da rua muitas vezes é até trifásica; assim preparada para que na região possa ter de tudo - casas, indústrias e mais. Só que, depois, é necessário fazer a redução. E a redução para 110 e 220 é realizada pelo transformador da concessionária que se encontra no poste na rua e que se liga ao transformador dentro da nossa propriedade.

Quer dizer que, quando você visita um imóvel antigo, pode ver através do seu transformador se a rede elétrica da sua rua é monofásica, bifásica ou trifásica!

rede elétrica - energia elétrica
Imagem extraída de Desterro Eletricidade

Veja Também: Medidores aéreos: uma solução eficaz contra os furtos de energia elétrica?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O dimensionamento da rede

Antes de construir uma casa, é preciso pedir um projeto elétrico para um engenheiro de acordo com as dimensões dos cômodos e a potência dos equipamentos que serão utilizados na nova moradia. Esse engenheiro irá fazer essa soma e, então, dimensionar os circuitos. Se o dimensionamento dessa rede for mal executado e o transformador da casa também não fizer a conversão correta, é provável que haja sobrecarga e o consequente desligamento do disjuntor. A queima de aparelhos é remota. Contudo, há risco de curtos e incêndios sim!

rede elétrica
Imagem extraída de Poli Júnior

A inserção da rede na obra

Tanto a instalação provisória quanto a instalação definitiva da energia elétrica na obra deve ser executada pela concessionária local responsável pela distribuição elétrica na cidade. Só lembrando que a companhia só realizará esse serviço se tudo estiver dentro dos padrões exigidos de acordo com a legislação. E o pedido desses serviços deve ser feito pelo proprietário, e a ligação pelo eletricista da concessionária.

rede elétrica
Imagem extraída de schneider-electric

Veja Também:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais, Jornalismo Digital, Marketing Digital e Gestão de Projetos; estudante de Transformação Digital e Negócios; e proprietária da empresa Visual Ideias.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo