Engenharia 360

Mercado de Trabalho: dicas de como escolher a sua área profissional

Engenharia 360
por Cristiano Oliveira da Silva
| 03/12/2021 | Atualizado em 04/02/2022 4 min

Já sabe que área profissional irá escolher para a vida? Calma, esta decisão é mesmo importante e precisa ser tomada com bastante atenção e responsabilidade!

Mercado de Trabalho: dicas de como escolher a sua área profissional

por Cristiano Oliveira da Silva | 03/12/2021 | Atualizado em 04/02/2022

Já sabe que área profissional irá escolher para a vida? Calma, esta decisão é mesmo importante e precisa ser tomada com bastante atenção e responsabilidade!

Engenharia 360

Ano após ano… Talvez uma das perguntas mais recorrentes na cabeça dos adolescentes seja essa: “Que profissão eu devo seguir?”. Pois, nesta matéria, o Engenharia 360 faz levanta alguns pontos importantes! Afinal, o que precisa ser considerado na hora de escolher uma área profissional? Você sabe? Lembre-se que esta decisão pode afetar até mesmo a sua aposentadoria! Então, acompanhe o texto a seguir para saber mais!

Expectativa x realidade

Chega a ser quase uma crueldade, exigir que uma pessoa com 16 ANOS escolha a carreira que ela irá seguir ao longo da vida – e, talvez, para o resto dela!

O fato é que, nessa idade, o jovem não tem ideia se ele vai conseguir trabalhar naquilo que ele deseja e sonha. Isso, falando bem a verdade, quando for realmente ele quem escolhe o que fazer! Porque, infelizmente, é comum os pais já terem tomado essa decisão pelo filho antes: “Vai ser médico!”, “Será um grande engenheiro!”, “Nossa, esse nasceu para ser dentista!”, e por aí vai.

profissional
Imagem reproduzida de Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional

É importante saber que, caso não se identifique de primeira, está tudo bem mudar de área, curso ou carreira depois! Ok? O cuidado aqui a ser tomado é que a razão da mudança seja mesmo um realinhamento de interesse, e não uma desistência por haver alguns obstáculos, que independem da carreira e fazem parte do processo de crescimento em qualquer profissão. Não desista no primeiro desafio! Afinal, a vida é assim mesmo!

Perguntas fundamentais

É fundamental levantar questionamentos com a intenção de ajudar a esclarecer possíveis caminhos profissionais.

Ou seja, as perguntas ajudam a orientar a escolha e não têm uma resposta certa, única e inequívoca! Perguntas exigem respostas e respostas exigem conhecimento que, por sua vez, exige pesquisa, leitura, conversas. O principal, neste momento, é não ter medo de perguntar – nem ter medo das respostas também, viu?

A primeira questão a ser feita é: “Com qual área do conhecimento humano me identifico mais?”.

profissional
Imagem reproduzida de Revista Amanhã

Nessa idade, o conhecimento que se tem é aquele fornecido pelas escolas. Algumas instituições, além do currículo básico, ainda oferecem aulas de robótica, programação e outras disciplinas de cunho tecnológico. Isso por si só já é um crivo: alguns alunos vão amar, outros talvez odeiem! E, no fim das contas, esses sentimentos podem acabar norteando as decisões dos futuros profissionais.

Sendo assim, as opções de respostas para tal pergunta seriam: humanas, biológicas e exatas – sendo esta última onde se inclui a robótica, por exemplo.

Certamente, a resposta irá mostrar possíveis áreas em que a pessoa possa atuar.

Outras perguntas importantes: “Estou disposto a encarar a rotina que vem dessa profissão?” – se não souber responder, vai precisar pesquisar para entender; “Essa profissão existirá daqui a 5 anos?” – essa é uma ótima pergunta atualmente, dada a velocidade com que as transformações estão acontecendo; “Como está o mercado com foco nessa profissão?”.

Questão financeira

Com certeza este dado é importante também! Ao se escolher uma profissão, está subentendido que você receberá uma remuneração para exercer esse trabalho, não é? Mas até que ponto é importante a questão financeira?

Bem, sua importância vem como consequência de um trabalho bem feito. Embora possa parecer um pouco “romântico” pensar assim, a realidade é que profissionais exemplares são bem remunerados em qualquer área!

Profissional exemplar

E o que é um ‘profissional exemplar’? Se você pensou naquele cara “workaholic”, que trabalha 12 hs por dia, que não tem final de semana, feriado e mais, errou!

Inclusive, esse é um modelo de profissional que já não é tão adequado, porque corre o risco de ficar doente física e mentalmente, sem o devido tempo de qualidade com a família.

Então, um ‘profissional exemplar’, poderia ser definido como alguém capaz de gerar resultados para si e para a empresa em que trabalha. É alguém que possui uma vida equilibrada em todos os seus aspectos e detém conhecimento do que faz, agregando valor para si, para a empresa e aos clientes.

O curioso é que todos os profissionais exemplares que conheço, quiseram, antes, se capacitar e serem, no mínimo, ótimos naquilo que fazem. E, por “sorte”, eles são muito bem remunerados hoje.

profissional
Imagem reproduzida de Psicólogo

Escolha de faculdade

Claro, que para um jovem de 16 anos, seria muito mais legal ir para a parte do “bem remunerado” sem passar pela “capacitação”. Mas, ao se escolher uma faculdade, justamente o objeto a se buscar nessa instituição é a formação técnica necessária para se “jogar” no mercado. E, em algumas empresas, só a formação técnica é insuficiente! Há habilidades comportamentais que podem também ser desenvolvidas e são requisitos. Por exemplo, competência para realizar apresentações, comunicação, assertividade, inteligência emocional, e mais.

Então, como escolher uma profissão? Tenha conhecimento!

  • De si mesmo, para saber no que você é bom e no que você não é.
  • Do mercado em que atuará possivelmente.
  • Da rotina inerente à profissão.

E se ainda assim escolher uma profissão e perceber que não se identifica com ela, escolha uma com a qual se identifique e dedique-se a se tornar um profissional exemplar nesta área! Isso não depende de absolutamente ninguém, senão de você mesmo!

Engenharia 360

Cristiano Oliveira da Silva

- Engenheiro Civil (Poli-USP/2003) - Palestras com foco em Capacitação e Disseminação de BIM / Soft Skills - Sócio Diretor Aplicativa Engenharia LTDA - Serviços em Engenharia Digital - INEXH - Instituto Nacional de Excelência Humana - MasterPractitioner e Coach Sistêmico - Músico, pai e curioso por natureza

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo