Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Conheça o Edge, o mais novo mirante a céu aberto da cidade de Nova York

por Simone Tagliani | 25/06/2021

Como ver NY de cima? Bem, alguns dirão que a melhor vista da cidade é do Empire State e outros do Rockefeller Center. Mas agora temos o Edge! Veja!

Nova York é uma das cidades mais visitadas do mundo; mas isto você já deve saber muito bem, é claro! Agora, o que muita gente não sabe é quais os principais observatórios mais procurados hoje pelos turistas. Nos três primeiros lugares estão: Empire State Building, Top of the Rock e One World Observatory. Contudo, desde setembro de 2020 pudemos acrescentar mais um à lista, o observatório Edge. Saiba mais!

EDGE
Imagem extraída de Loving New York
EDGE
Imagem extraída de Conde Nast Traveler

A relação do Edge com o Skyline de Nova York

O 30 Hudson Yards é um lindo arranha-céu recém-finalizado no bairro de Manhattan, na cidade de Nova York, e com projeto assinado pelo renomado escritório de arquitetura Kohn Pedersen Fox Associates KPF. Sua forma é bastante curiosa, uma torre com ponta triangular que se destaca no skyline da cidade. Tem tudo para ser classificado como o mais novo marco monumental dos Estados Unidos!

A saber, a palavra ‘Edge’ – que citamos no início deste texto – quer dizer, em português, ‘beirada. E isto até que faz muito sentido se pensarmos no principal detalhe do 30 Hudson Yards, sendo o seu observatório. Trata-se de uma área de 700 metros quadrados, no 101º andar, e cercada por 79 painéis de vidro. Olhando de cima, a sensação é de estar em um precipício, mas é só a beirada do prédio olhando para a “cidade que nunca dorme”!

EDGE
Imagem extraída de World Today News

Veja Também: Fundação de Nova York: a história dos 23 brasileiros que participaram da sua fundação

A estrutura do 30 Hudson Yards

Projetos e construções de arranha-céus é uma verdadeira competição mundial! Cada ano ouvimos falar de algo mais alto e mais impactante para o urbanismo das cidades. Atualmente, o 30 Hudson Yards – que tem 344 metros de altura – mantém o título de ‘maior do Ocidente’.

Só o seu mirante, o Edge, tem 346 toneladas divididas em 15 seções, com 15 a 45 toneladas cada, criando uma extensão angular fora da torre; mais 79 painéis de vidro, 635 kg cada. A estrutura do edifício ainda conta com uma extensão do famoso parque High Line, o centro de arte The Shed, o shopping center The Shops at Hudson Yards, e um champanhe bar no nível do observatório.

EDGE
Imagem extraída de New York YIMBY

Veja Também: New York City: 10 locais para visitar na cidade que encanta engenheiros e arquitetos

O observatório com visão de 360 graus

Sim, do alto do Hudson Yards, em seu observatório – o mais alto e extenso terraço do país e quinto deck mais alto do mundo – é possível ver 360 graus de Nova York e até 128 quilômetros além, para o estado de Nova Jersey. Com certeza, por muito tempo, esta será a visão mais espetacular da cidade e uma das melhores atividades turísticas para se fazer na região! Aliás, o local foi muito bem projetado para isso – considerando questões importantes, como carga de vento a essa altura! E é permitida a visita de até 800 pessoas por vez na plataforma!

EDGE
Imagem extraída de Travel4All by João Morgado
EDGE
Imagem extraída de Dezeen

Um detalhe de projeto que provoca verdadeiro arrepio nas pessoas é um triângulo em vidro transparente em uma parte do piso do observatório Edge, que faz todos se sentirem como estivessem flutuando sobre a cidade – uma experiência como nada igual. Além disso, há uma escada para um observatório indoor no 101º piso do prédio. Realmente muito impressionante e atraente!

“Nós queríamos que fosse algo que você pudesse ver o horizonte e fosse um atrativo para os turistas!” – disse Marianne à Fast Company, em reportagem de Revista Época Negócios.

E você, o que achou do mirante do Edge? Toparia deitar sobre seu piso de vidro? Responda nos comentários!


Fontes: Revistal Officiel, Revista Época Negócios, Arch Trends.

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; especialista em Artes Visuais; estudante de Jornalismo Digital e proprietária da empresa Visual Ideias - Redação, Edição e Produção de Conteúdos.