Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Como o Canal de Suez foi construído e por que ele é tão importante? | 360 Explica

por Clara Ribeiro | 31/03/2021

Entenda por que essa rota naval merece tanta atenção

Há poucos dias, o Canal de Suez esteve travado 6 dias por um enorme navio de carga, ocasionando um prejuízo estimado de 300 bilhões de reais. Esse canal foi construído no Egito, interligando o Mar Mediterrâneo e o Mar Vermelho. Ou seja, representa uma passagem exclusiva e importantíssima entre os continentes africano e asiático. 

Ao norte do Canal de Suez fica o “Port Said” e ao sul fica o “Port Tawfik” na cidade de Suez no Egito. Ademais, quatro lagos fazem parte do trajeto, veja:

  • Manzala 
  • Timsah 
  • Grande Bitter 
  • Pequeno Bitter 
navio encalhado no canal de suez
Navio encalhado no Canal de Suez em março de 2021

O Canal de Suez possui cerca de 193 km de extensão com 170 metros de largura e 20 metros de profundidade e por isso tornou-se um dos canais mais longos do mundo. 

Vale destacar que o nome do canal faz referência à Companhia Suez de Ferdinand de Lesseps, que realizou a construção. Além disso, abaixo do Canal de Suez foi construído um túnel rodoviário na década de 80. 

História do Canal de Suez

Segundo historiadores, a ideia de construir um canal artificial surgiu na antiguidade no governo do faraó Sesóstris III (1878 a.C. a 1840 a.C.). Por esses motivos a união do Rio Nilo e do Mar Vermelho ficou conhecida como o “Canal dos Faraós”. 

No entanto, o Canal de Suez começou a ser construído em 1859 e inaugurado dez anos depois em 1869. Os números envolvidos na construção são extraordinários, afinal a obra contou com nada menos que 1,5 milhões de trabalhadores para que ficasse pronta em apenas uma década.

Além disso, a construção foi financiada pelos franceses e egípcios. Contudo, anos depois a parte do Egito foi repassada para os britânicos por conta de uma dívida externa.  

A saber, por conta da “Convenção de Constantinopla”, assinado por diversos países europeus no ano de 1888, decidiram que o bloqueio do Canal de Suez era proibido, mesmo em caso de guerra. Todavia, durante a “Guerra dos Seis Dias” entre 5 e 10 de junho de 1967 ele acabou fechado, e só reabriria para todos os países do mundo em 1975. 

canal de suez

Por que é tão importante?

Como falamos anteriormente, o Canal de Suez foi uma gigantesca obra inaugurada em 1869, ligando o Mar Vermelho e o Mar Mediterrâneo.

Trata-se de uma das rotas de navio mais utilizadas do planeta, podendo receber navios de carga com capacidade de até 240 mil toneladas. 

Além disso, estima-se que pelo menos 12% do comércio do mundo passam pelo Canal de Suez, ofertando uma ligação marítima extremamente curta entre os continentes africano e asiático. 

Ou seja, caso ele não existisse, as embarcações necessariamente deveriam contornar a África para chegar até o Mar Vermelho e vice-versa. 

Ademais, pelo menos 50 navios passaram por dia pelo canal em 2019, representando cerca de um terço do tráfego mundial de navios e contêineres. 

Boa parte do petróleo transportado pelo mar passa pelo Canal de Suez. Por isso, devido ao encalhamento do navio “Ever Given” em 2021, as taxas de embarque dobraram, além de interromper as cadeias globais de abastecimento. 

Ao menos 15 mil navios passam pelo canal todos os anos, o que significa que a passagem é importantíssima para o comércio mundial.

E então, gostou de conhecer mais sobre essa importante rota? Conte para a gente a sua opinião!

Comentários

Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.