Engenharia 360

Bosch anuncia a evolução da indústria, principalmente para veículos elétricos

Engenharia 360
por Redação 360
| 23/12/2021 3 min

Bosch anuncia a evolução da indústria, principalmente para veículos elétricos

por Redação 360 | 23/12/2021
Engenharia 360

A evolução da engenharia de veículos elétricos tem gerado uma verdadeira mudança na economia mundial! Muitas e muitas empresas estão, neste momento, concentrando os seus esforços na criação e evolução de componentes específicos para veículos movidos à bateria. Este é considerado um momento decisivo para o início da próxima evolução dos chips automotivos! E, neste cenário, a empresa alemã Bosch está começando a fabricar chips que prometem revolucionar a indústria em meio à crise global de semicondutores.

A próxima revolução da Bosch

Pouco a pouco, a Bosch aprimora o seu próprio processo de fabricação altamente complexo. Desde 2021, a Bosch passou a focar na fabricação de semicondutores especiais. O boom dos veículos elétricos praticamente preencheu as ordens de compra da empresa. Agora, essa gigante pensa em desenvolver o que ela chama de “a próxima geração de semicondutores”. E como eles seriam? Bem, seriam chips de  Bosch, uma gigante da indústria, que conseguiu desenvolver a próxima geração de semicondutores, chips de carboneto de silício (SiC), que seriam especialmente válidos para veículos elétricos.

“O futuro dos semicondutores de carboneto de silício é brilhante. Queremos ser líderes globais na fabricação de chips SiC para veículos elétricos.”

– Harald Kroeger, membro do conselho da Robert Bosch GmbH, em reportagem de Click Petróleo e Gás.

chips
Imagem reproduzida de InterPLAST
chips
Imagem reproduzida de O Jornal Económico

As características dos novos semicondutores Bosch

Os novos semicondutores da Bosch funcionam com carboneto de silício – com minúsculo átomo de carbono introduzido na estrutura cristalina do elemento ultrapuro. O uso que faz de energia é bastante eficiente, com 0,6% de eficiência maior do que seus homônimos convencionais. Inclusive, por conta disso, seriam altamente indicados na situação de alto consumo de energia, como em sistemas de eletromobilidade, oferecendo melhor uso dos próprios recursos dos veículos e estendendo a autonomia da bateria a um nível mais alto – perdendo apenas metade da energia na forma de calor.

Não deve demorar para os chips da Bosch serem fornecidos a diferentes fabricantes, como itens soltos ou instalados em sistemas eletrônicos desenvolvidos pela empresa, como a caixa de engrenagens CVT apresentada há muito tempo ou o novo cabo de carregamento Tipo 2. A princípio, eles seriam voltados apenas para sistemas de 800 volts, com recarga mais rápida e melhor desempenho. Mas há outras vantagens trazidas por este produto pela frente! Por exemplo, produção mais barata de veículos elétricos, exigindo menos sistemas de resfriamento do que os modelos atuais.

Planos de expansão

Neste momento, a Bosch planeja expandir a capacidade de produção dos seus semicondutores chips de carboneto de silício. Aliás, a empresa já começou a expandir instalações físicas de fábrica. Acredita-se que a unidade de Reutlingen, na Alemanha, já esteja pronta para isso em 2022. A expectativa é de que o mercado mundial cresça nos pós-pandemia cerca de 30% neste setor.

chips
Imagem reproduzida de Pagina Journal

Enfim, o mundo está se preparando para um futuro numa direção com mais eficiente e elétrica. E você, topa seguir?


Fontes: Click Petróleo e Gás.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo