Engenharia 360

A controversa superestrutura do Centro Aquático para os Jogos Olímpicos de Paris 2024

Engenharia 360
por Redação 360
| 09/04/2024 4 min
Imagem de Salem Mostefaoui reproduzida de Olympics

A controversa superestrutura do Centro Aquático para os Jogos Olímpicos de Paris 2024

por Redação 360 | 09/04/2024
Imagem de Salem Mostefaoui reproduzida de Olympics
Engenharia 360

Neste ano, teremos mais uma edição dos Jogos Olímpicos. Os franceses estão entusiasmados e com altas expectativas, preparando sua capital para receber os atletas. O presidente Emmanuel Macron inaugurou recentemente o Centro Aquático Olímpico (CAO) para Paris 2024, uma instalação de arquitetura icônica, mas repleta de controvérsias. A mesma será palco de importantes competições; porém, curiosamente não de natação. Entenda o caso no texto a seguir, do Engenharia 360!

Jogos Olímpicos de Paris 2024
Imagem reproduzida de Olympics

Veja Também: Mergulhe na engenharia da piscina mais profunda do mundo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Centro Aquático dos Jogos Olímpicos de Paris 2024

Contrução

Foram gastos R$ 1 bilhão para a construção do Centro Aquático dos Jogos Olímpicos de Paris 2024. O foco do projeto sempre foi, desde sua concepção, a sustentabilidade e compromisso com o legado para a comunidade carente de infraestrutura esportiva, e revitalização da região de Seine-Saint-Denis.

Jogos Olímpicos de Paris 2024
Imagem divulgação Paris 2024, Esporte News Mundo, via Terra

Essa era para ser a peça central do evento, mas enfrentou uma série de obstáculos financeiros. O que mais incomodou a população foi o descumprimento do orçamento inicial, que previa um custo muito inferior - quase cinquenta por cento menos. Mas a surpresa maior veio com a inauguração, quando foi revelado que a instalação não poderá sediar as provas principais de natação olímpica.

Jogos Olímpicos de Paris 2024
Imagem de Salem Mostefaoui reproduzida de Olympics

Pense bem: como um centro de natação olímpica, novo, não pode sediar provas importantes de natação olímpica? Não faz sentido! Agora, ele acabou destinado apenas para competições de nado artístico, saltos ornamentais e polo aquático, enquanto as provas de natação decisivas foram transferidas para outras localidades. O governo permanece defendendo a importância do Centro como parte do legado olímpico e sua contribuição para o desenvolvimento local.

Veja Também: Conheça os 5 tipos diferentes de tratamento de piscinas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Estrutura

A nova arena aquática para Paris 2024 tem capacidade para 5 mil espectadores, com estrutura de madeira com 90 metros de comprimento e utilizando mais de 2.700 m³. Sua engenharia é composta de módulos, permitindo que o espaço geral seja reduzido para 2.500 lugares após os jogos, sendo mais adequado para eventos regionais e de menor porte. E seu teto é coberto por 4.680 m² de paineis fotovoltaicos que geram 25% da energia do complexo.

Jogos Olímpicos de Paris 2024
Imagem de Salem Mostefaoui reproduzida de Olympics
Jogos Olímpicos de Paris 2024
Imagem de Salem Mostefaoui reproduzida de Olympics

Vale destacar que a obra sustentável foi construída com materiais reciclados e de base biológica, minimizando o impacto ambiental. Mesmo depois das Olimpíadas, ela manterá duas piscinas de 50m e 25m, espaço de musculação, área de escalada, seção de padel e campos para esportes coletivos.

Veja Também: As principais praias com ondas artificiais ao redor do mundo

O Futuro do Centro Aquático Olímpico

Apesar dos desafios enfrentados, o CAO simboliza a união entre esporte e comunidade. Desconsiderando o investimento alto, devemos focar no fato de que o Centro Aquático Olímpico será um complexo esportivo permanente, aberto à comunidade e capaz de sediar uma ampla gama de atividades esportivas e recreativas. Sua arquitetura servirá de modelo para futuros projetos com sustentabilidade ambiental, incluindo uso de energia solar e materiais recicláveis.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Olhando para o futuro, a Federação Francesa de Natação só poderá sediar competições nacionais e internacionais em suas quatro disciplinas indoor. O CAO fornecerá uma instalação de excelência para treinamento dos principais atletas franceses e abrigará o centro de saltos ornamentais do país - pelo menos assim são os planos.

Jogos Olímpicos de Paris 2024
Imagem de Salem Mostefaoui reproduzida de Olympics

Veja Também:


Fontes: Olympics.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com contato@engenharia360.com para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo