Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

CANAIS ESPECIAIS


Canadenses passam 25 anos construindo ilha autossustentável para viver isolados do mundo

por Gabriela Glette | 15/01/2021

A ilha é um aglomerado de 12 blocos, todos construídos pelas mãos do próprio casal

Se hoje o isolamento social está em pauta devido à pandemia, este é o estilo de vida adotado pelo casal de artistas Catherine King e Wayne Adams, que passaram 25 anos construindo sua própria ilha com um simples objetivo: criar um universo particular autossustentável, e de preferência isolado do mundo. Localizada no Canadá, na costa de Vancouver, há 45 minutos do distrito de Tofino, a Freedom Cove parece ter previsto tudo o que estamos vivendo hoje.

jardim da ilha autossustentável
Imagem: Aaron Mason

Embora a única maneira de chegar à ilha seja de barco, engana-se quem pensa que o casal vive uma vida de privações. Com todo o conforto que eles precisam, Chatherine e Wayne plantam a própria comida, utilizam energia solar e só precisam ir até a costa, no máximo, a cada duas semanas para adquirir os poucos recursos que eles mesmos não produzem em casa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

casa na ilha autossustentável
Imagem: Aaron Mason

A ilha autossustentável

A ilha pesa cerca de 500 toneladas e trata-se de um aglomerado de 12 blocos, todos construídos pelas mãos do próprio casal. 4 estufas, jardins, salas de estar, uma cozinha, galeria de arte, farol e até mesmo uma pista de dança, já que Catherine é dançarina profissional, completam esta estrutura mágica. Tudo começou em 1992, quando eles conheceram alguns marinheiros e decidiram que queriam viver uma vida com mais liberdade e o mais próxima possível da natureza. Sustentável, a ilha utiliza energia solar com painéis fotovoltaicos ou um gerador, quando necessário. A água vem da chuva e de uma cachoeira próxima.

interior da residência
Imagem: Aaron Mason

Catherine é dançarina, pintora, entalhadora e escritora; Wayne é um escultor de madeira e juntos eles se sustentam vendendo suas obras de arte e frutas e vegetais cultivados em estufas. Praticamente todos os alimentos que eles consomem são eles mesmos que plantam, isso sem contar que a pesca também fornece grande parte de sua dieta.

jardim da ilha
Imagem: Aaron Mason

“Viver em Freedom Cove é especial porque eu sou da natureza. Existe natureza ao meu redor. Há paz, silêncio. Eu consigo viver minha vida de acordo com os ritmos da natureza. Sou inspirada pela natureza e isso me mantém inteira e saudável mental, emocional e espiritualmente. Estas são minhas razões favoritas para amar a vida aqui”, explica Catherine, que não pretende deixar a ilha autossustentável nunca.

foto panorâmica da casa que e colorida, ao lado dos jardins
Imagem: Aaron Mason

Entretanto, nem assim tão isolado vive o casal. Além da internet, presente na ilha desde 2013, eles costumam receber visitantes do mundo inteiro. Aberta a excursões, hoje por conta da pandemia eles não estão recebendo ninguém, cenário que eles esperam que mude em breve. Antes chamados de loucos, boa parte do mundo hoje gostaria de ter uma ilha para chamar de sua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Inhabitat

Você moraria em uma ilha dessas? Comente!

Comentários

Imagem padrão usuário

Gabriela Glette

Jornalista e escritora, Gabriela já passou por grandes sites, como Hypeness e Razões para Acreditar, até que decidiu criar um que só falasse sobre coisas boas e inspirações - o Quokka Mag. Vive na França há mais de 3 anos e tem um gosto especial em falar sobre inovação e sustentabilidade.