Engenharia 360

O que são os condutores Fase, Neutro e Terra e qual a função?

Engenharia 360
por Luan Rodrigues
| 18/08/2021 | Atualizado em 03/12/2023 5 min
Imagem de fabrikasimf em Freepik

O que são os condutores Fase, Neutro e Terra e qual a função?

por Luan Rodrigues | 18/08/2021 | Atualizado em 03/12/2023
Imagem de fabrikasimf em Freepik
Engenharia 360

Fase, Neutro e Terra. Quando ouvimos esses nomes, já sabemos que estamos falando de corrente alternada (CA). Ala tem esse nome, aliás, porque a energia oscila no tempo entre valores positivos e negativos - mais especificamente em ciclos de 60 vezes por segundo (60Hz) aqui no Brasil. E justamente essa oscilação ocorre pela forma como ela é gerada nas usinas. Observe isso atentamente na imagem a seguir!

Função senoidal
Gráfico da tensão alternada | Imagem: Mundo Projetado

Mas por que condutores 'Fase' e 'Neutro'?

Vamos explicar resumidamente! Para ocorrer um fluxo de energia elétrica, é necessário que exista uma diferença de potencial (ddp), ou seja, a tensão como a gente conhece, possibilitando a passagem de cargas elétricas de um condutor para outro quando o circuito é fechado. Essa tensão existe entre fases diferentes ou entre fase e neutro. Portanto, o condutor que tem um potencial (127V, 220V ou outro, dependendo do local) é chamado de fase; e o neutro, por sua vez, tem um potencial de 0V, de onde vem o seu nome.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A energia que nós recebemos em casa vem antes da concessionária para o enrolamento primário de um transformador - esses que vemos nas ruas - de forma trifásica (com três condutores) e em média tensão, geralmente 13.800V. Esse transformador do tipo abaixador deixa a tensão pronta para a utilização, por exemplo, nas residências. Para isso, ele tem sua bobina secundária (baixa tensão) fechada em estrela - como você pode ver na imagem abaixo - saindo dos enrolamentos das fases. E, da intersecção delas, parte o condutor neutro, que por se anular nesse ponto, seu potencial se torna zero.

Ligação transformador
Ligação delta-estrela de transformador | Imagem: Mundo da elétrica

O que é aterramento?

O condutor terra é utilizado como segurança. Se, por exemplo, o condutor de um motor ou de um aparelho qualquer encostar em sua carcaça metálica, ela passa a ficar energizada. Se essa máquina não tiver aterramento, o nosso corpo pode se tornar condutor nesse caso, podendo ser até um risco de vida. Porém, se existir um aterramento correto, a corrente fluirá para ele, visto que a sua resistência é menor que a do nosso corpo.

As tomadas, como conhecemos, geralmente tem um pino específico para o terra. Atenção: nunca o retire e garanta que a tomada sempre tenha essa proteção instalada! Portanto, tome muito cuidado com a falta desse item, inclua sempre nos seus projetos!

Condutores terra
Condutores terra | Imagem: Instrumentation Tools
Cabos condulete
cabos condulete - Imagem: blog astra

Veja Também: Maravilhe-se com as imagens do maior complexo de energia solar do Brasil

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quais as normas técnicas relacionadas ao tema?

Existem várias normas técnicas que regulam e padronizam os condutores e aterramentos. A NBR 5410 – Instalações elétricas de baixa tensão -, dá diretrizes sobre dimensionamento desses cabos.

O item 6.1.5.3.1 desta norma, por exemplo, padroniza o condutor neutro como de cor azul: “Qualquer condutor isolado, cabo unipolar ou veia de cabo multipolar utilizado como condutor neutro deve ser identificado conforme essa função. Em caso de identificação por cor, deve ser usada a cor azul-clara na isolação do condutor isolado ou da veia do cabo multipolar, ou na cobertura do cabo unipolar.”.

A do aterramento, por sua vez, na cor verde ou verde-amarelo no item 6.1.5.3.2: “Qualquer condutor isolado, cabo unipolar ou veia de cabo multipolar utilizado como condutor de proteção (PE) deve ser identificado de acordo com essa função. Em caso de identificação por cor, deve ser usada a dupla coloração verde-amarela ou a cor verde (cores exclusivas da função de proteção), na isolação do condutor isolado ou da veia do cabo multipolar, ou na cobertura do cabo unipolar.”.

Já para o condutor fase pode ser utilizada qualquer cor, desde que não seja as mencionadas anteriormente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Observação importante: A mesma norma tem um item específico para aterramento, o 6.4. Nele tem as diretrizes para eletrodos, condutores, tipos de ligação e várias outras. Vale a pena dar uma conferida, pois é um trecho de texto muito importante!

O vídeo sugerido ilustra bem o tema deste texto, confira!

Bônus | Caso prático da imporância do aterramento

Em julho de 2023, uma mulher de 39 anos morreu eletrocutada ao utilizar um lava a jato em Joinville, Santa Catarina. Especialistas explicaram em reportagem de G1 que esse tipo de acidente costuma ocorrer devido a falhas na rede elétrica. Para evitar tragédias semelhantes, eles enfatizam algumas medidas de segurança:

  • Equipamentos como lavadores de alta pressão devem estar conectados a tomadas com Dispositivo Diferencial Residual (DR), que interrompe a corrente elétrica em caso de fuga, evitando choques fatais.
  • É fundamental proteger as tomadas mais propensas a causar choques, como as do chuveiro, cozinha, área de serviço e aquelas usadas para equipamentos elétricos, com o DR.
  • A garantia de aterramento elétrico, com tomadas de três furos (fase, neutro e terra), é essencial para reduzir a corrente que pode passar pelo corpo humano.
  • Ao manusear equipamentos elétricos em ambientes externos ou molhados, é aconselhável utilizar calçados isolantes.
  • Se um equipamento estiver apresentando funcionamento estranho, é importante interromper o uso e chamar um profissional para avaliar o problema.
  • Prever o aterramento e realizar a equipotencialização da instalação elétrica também são medidas adicionais de segurança.
  • Instalar um dispositivo de seccionamento automático (DR) aumenta a proteção contra acidentes elétricos.
  • Em casos de funcionamento anormal da instalação elétrica, como cheiro de queimado ou zumbidos, é recomendado desligar o disjuntor e manter o circuito desenergizado até que um profissional qualificado faça a avaliação.
  • Nunca realizar manutenções na instalação elétrica enquanto estiver energizada.

O acidente aconteceu enquanto a mulher limpava a calçada de sua casa, e apesar dos esforços de vizinhos e socorristas, infelizmente, ela não sobreviveu.

Comente na aba de descrição se quer saber mais sobre esse assunto! E não esqueça de compartilhar este texto para quem interessar!

Veja Também:


Fontes: Terra, Toda matéria

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com contato@engenharia360.com para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Luan Rodrigues

Engenheiro eletricista e MBA em engenharia e gestão de energias renováveis. Fanático por filmes, música e tecnologia.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo