Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Cabo ligará centros de dados dos Estados Unidos e Espanha

por Lucie Ferreira | 07/06/2016
Copiado!

Duas das maiores companhias tecnológicas do mundo se uniram para criar um cabo submarino transatlântico com a maior banda larga criada até hoje: Facebook e Microsoft. Para concretizar o projeto, elas contarão com a colaboração da empresa espanhola Telefonica, por meio da recém-criada Telxius Telecom, que administrará a infraestrutura.
Batizado de Marea, que significa “maré” no idioma espanhol, o projeto permitirá acelerar a comunicação entre os centros de dados e servidores do Facebook e da Microsoft, um em Virginia Beach, nos Estados Unidos, e outro em Sopelana, na Espanha
Vale lembrar que este não é o primeiro cabo de telecomunicação a atravessar o Oceano Atlântico, ligando o continente americano à Europa. Atualmente, já existem vários cabos do tipo, sendo que a maioria está conectada a Nova York. No entanto, como o centro de dados do Facebook está localizado em Rutherford, na Carolina do Norte, foi preciso implementar o projeto mais ao sul dos Estados Unidos, no estado da Virginia.

cabo_2_blog-da-engenharia

O cabo submarino ligará as cidades de Virginia Beach, nos Estados Unidos, a Sopelana, na Espanha

+ Tecnologia inovadora

Com capacidade para transmitir 160 terabits por segundo, o ambicioso projeto terá velocidade 16 milhões de vezes mais rápida do que uma conexão de internet doméstica. A principal intenção é controlar a infraestrutura dessas empresas, tornando a operação de seus centros de dados mais eficiente.
Com expectativa para começar a operar em outubro de 2017, o cabo submarino priorizará o tráfego de dados às necessidades das duas gigantes da tecnologia, criando uma “nova geração de infraestrutura de internet”, de acordo com informações oficiais do Facebook e da Microsoft.
O sistema ajudará a atender uma demanda cada vez mais alta de velocidade e confiabilidade, tanto para conexão na nuvem como serviços online. Com o cabo transatlântico, serviços como Skype, Office, plataforma Azure e console Xbox devem ser aprimorados. Já o Facebook irá estudar a nova tecnologia para proporcionar a melhor conectividade possível aos seus usuários.

cabo_1_blog-da-engenharia

Resultado da parceria entre a Microsoft e o Facebook, o cabo submarino deve começar a operar em outubro de 2017


Fonte: EFE

Copiado!

Comentários