Engenharia 360

Inteligência: chegamos ao AUGE ou não? Descubra!

Engenharia 360
por Redação 360
| 10/10/2022 | Atualizado em 27/01/2023 3 min
Imagem reproduzida de Concursos no Brasil

Inteligência: chegamos ao AUGE ou não? Descubra!

por Redação 360 | 10/10/2022 | Atualizado em 27/01/2023
Imagem reproduzida de Concursos no Brasil
Engenharia 360

Foram necessários 125 anos de pesquisa para responder esta pergunta sobre o auge da inteligência, acredita? Cientistas alemães da Universidade Ludwig Maximilian analisaram milhares de partidas e jogadas de xadrez de torneios profissionais realizados neste período, entre os anos de 1890 e 2014, para ter um parâmetro de análise e finalmente entender se existe mesmo uma idade em que nós, humanos, simplesmente atingimos um máximo de inteligência - apesar de o próprio conceito de inteligência ser algo muito difícil de ser determinado, variável conforme a opinião de cada um.

inteligência
Imagem reproduzida de Casa e Jardim - Globo

Conclusões das primeiras análises de dados

1. O auge da inteligência realmente acontece

Os cientistas, liderados pelo professor de economia Uwe Sunde, focaram no poder cognitivo dos indivíduos; quando fica maior e quando "estaciona". E logo de cara, com base nos dados coletados, souberam que as nossas habilidades cognitivas hoje são superiores, quando comparadas aos nossos ancestrais. Depois, que provavelmente atingimos o nosso auge da inteligência por volta dos 35 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Agora, o que aconteceria após esta idade? Bem, está preparado? Parece que as habilidades cognitivas tendem a baixar depois dos 45 anos. Assustador, não é mesmo? E como se chegou a esse resultado? Então, os cientistas se basearam nos movimentos humanos realizados em tais jogadas, com os movimentos ideais que um computador realizaria. Ficou registrado que, de fato, o desempenho cognitivo dos jogadores mudou à medida que eles envelheciam.

inteligência
Imagem reproduzida de Freepik

2. Existe uma evolução entre as gerações

Isso quer dizer que a dinâmica das nossas habilidades cognitivas não é igual entre as faixas etárias. Porém, pessoas que nascem hoje parece que devem apresentar capacidade cognitiva maior na mesma idade do que aqueles que nasceram décadas atrás. E isso vem acontecendo de forma constante pelo menos neste último século. Sendo que parece que o "pico máximo" de inteligência da nossa espécie foi nos anos de 1990 - a década dos discman e computador de mão, dos cartuchos de videogames e tamagotchis, do Mega Drive e Super Nintendo, do Windows 95, dos celulares "tijolão" Nokia e Motorola, e mais.

3. As novas tecnologias nos deixam mais inteligentes

Segundo os pesquisadores, é possível até que as novas tecnologias estão tornando as pessoas mais inteligentes. Bom, pelo menos se sabe que é preciso desenvolver, ao longo da vida, uma série de habilidades - como conhecimento em matemática e línguas -, pois não nascemos com elas. E é claro que as novas tecnologias dão uma super ajudinha neste sentido.

Parece que também outros fatores podem influenciar, como a própria hereditariedade. Mas, além disso, curiosidade aguçada, mente e ouvidos abertos, gosto pela leitura, fácil adaptabilidade a diferentes situações, capacidade de resolver rapidamente vários problemas, entendimento e aceitação sobre seus limites e medos, e sempre estar disposto a aprender mais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

inteligência
Imagem reproduzida de Época Negócios

Veja Também: Sabia que a inteligência humana está regredindo? Entenda por quê!


Fontes: Concursos no Brasil.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo