Engenharia 360

Tipos de extintores de incêndio e classes de incêndio: aprenda a escolher o certo

Engenharia 360
por Eduardo Mikail
| 26/04/2014 | Atualizado em 18/12/2023 3 min
Imagem de ASfotofamília em Freepik

Tipos de extintores de incêndio e classes de incêndio: aprenda a escolher o certo

por Eduardo Mikail | 26/04/2014 | Atualizado em 18/12/2023
Imagem de ASfotofamília em Freepik
Engenharia 360

Você sabe o que existem diferentes tipos de extintores, com aplicações diferentes conforme a classe de incêndio? Aliás, até pouco tempo, eu não sabia para que servia cada um. Então, um dia, durante um projeto de canteiro de obras, tive que dimensionar diversos itens de Segurança do Trabalho, exigidos pela NR18 - que regulamenta as condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção civil, incluindo extintores. Quero aqui, no Engenharia 360, compartilhar um pouco do que aprendi. Confira!

extintores
Imagem de rawpixel.com em Freepik

Veja Também: Preciso cursar faculdade de Engenharia para ser bombeiro?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quais são os tipos de extintores?

Existem quatro tipos principais de extintores de incêndio:

  • Pó químico seco
  • Gás carbônico
  • Água
  • Espuma mecânica

Tipos de extintores

Pó químico

Indicado para incêndios de classe B (líquidos inflamáveis). Age por abafamento quebrando a reação em cadeia e interrompendo o processo de combustão. Pode ser utilizado também em incêndios de classe A e C.

Gás Carbônico (CO2)

Indicado para incêndios de classe C (equipamentos elétricos). Por não ser condutor de eletricidade, pode ser utilizado também em incêndios de classes A e B. Age por abafamento e por resfriamento em ação secundária. É asfixiante, devendo, assim, se evitar o uso em ambientes pequenos/reclusos.

Água (H2O)

Indicado para incêndios de classe A (madeira, tecido, papel e materiais sólidos em geral). Age por resfriamento, e dependendo do caso, por abafamento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Espuma mecânica

Indicado para incêndios classe B, e também é eficiente para o tipo A. Age por abafamento, e por resfriamento em segundo momento. A espuma (tipo AFFF) forma um filme aquoso na superfície do combustível, dificultando a reignição do foco de fogo.

Classes de incêndio

Classe A

Incêndios que ocorrem em materiais sólidos combustíveis, que deixam resíduos, como: papel, madeira, tecido e borracha.

Classe B

Incêndios que geralmente ocorrem em superfícies, não deixam resíduos e acontecem quando da queima em líquidos inflamáveis, graxas e gases combustíveis.

Classe C

Incêndios que ocorrem em equipamentos elétricos energizados, tais como: quadros de força, transformadores e qualquer outro equipamento de uso em aplicações de energia elétrica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Classe D

Incêndios que se propagam de forma diferente dos demais, através de uma reação em cadeia durante a combustão. Classe na qual possui como principais combustíveis metais pirofóricos: magnésio, selênio, antimônio, lítio, potássio, alumínio fragmentado, zinco, titânio, sódio, urânio e zircônio.

*Lembre sempre de colocar placas de identificação nos locais onde os extintores são localizados, ok?

extintores
Imagem de Domínio público em Pxhere

Veja Também:


Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Engenheiro Civil e empresário. Fundador da Mikail Engenharia, e do portal Engenharia360.com, um dos pioneiros e o maior site de engenharia independente no Brasil. É formado também em Administração com especialização em Marketing pela ESPM. Acredita que o conhecimento é a maior riqueza do ser humano.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo