Engenharia 360

Como a IA pode ajudar na criação de projetos arquitetônicos mais eficientes, seguros e funcionais

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 24/01/2024 4 min
Imagem gerada em IA de Freepik

Como a IA pode ajudar na criação de projetos arquitetônicos mais eficientes, seguros e funcionais

por Simone Tagliani | 24/01/2024
Imagem gerada em IA de Freepik
Engenharia 360

A Inteligência Artificial (IA) está mudando drasticamente a produção em todos os segmentos artísticos, incluindo engenharia e arquitetura. Não é algo para se temer, mas para comemorar, já que essa tecnologia deve nos auxiliar em vários processos de design, como na criação de projetos arquitetônicos, incluindo plantas baixas; identificação de problemas nos partidos; geração de simulações 3D; e otimização de tarefas repetitivas. Saiba mais sobre isso no texto a seguir, do Engenharia 360!

projetos arquitetônicos
Imagem gerada em IA de Freepik

A revolução com a Inteligência Artificial Generativa

Finalmente estamos vendo a convergência perfeita entre IA e arquitetura, mudando a forma como concebemos e projetamos espaços habitáveis!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O experimento de Harvard

Recentemente, foi destaque na imprensa uma pesquisa realizada por Stanislas Chaillou, em Harvard. A informação divulgada é de que, na instituição de ensino, foram realizados testes utilizando aprendizado de máquina para a criação de estilos generativos de plantas baixas.

Via Generative Adversarial Neural Networks (GANs), o cientista treinou modelos arquitetônicos específicos, revelando o que pode influenciar a mecânica do espaço. A saber, Chaillou aplicou GANs, destacando o ciclo de feedback entre o Gerador e o Discriminador, resultando em layouts coerentes e flexíveis para projetos arquitetônicos. O resultado? Uma verdadeira revolução nos trabalhos de Harvard com foco em desenvolvimento urbano, licitações, projeto volumétrico e planejamento imobiliário.

O impacto da IA previsto para o setor da construção civil

Sem dúvidas, a IA está transformando o setor da construção civil, sobretudo com ferramentas para automação e aprimoramento de processos.

Especialistas de mercado garantem que a tecnologia não deve substituir completamente o trabalho de engenheiros e arquitetos, sendo o julgamento subjetivo e outras considerações de fatores práticos ainda indispensáveis. Mas o diferencial agora é os humanos treinarem como interagir com as máquinas, abraçando a IA de vez como ferramenta de auxílio para uma maior eficiência e foco em tarefas criativas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aplicações da IA na arquitetura

Na prática, pode-se fazer muito utilizando, por exemplo, a IA baseada em nuvem. Uma ideia que podemos deixar aqui no texto é, via softwares como o Spacemaker, realizar análise de dados de ruído, vento e tráfego no desenvolvimento urbano. Vale citar também o trabalho da empresa ConXtech, de construção modular, que emprega IA para otimizar o processo de licitação, reduzindo custos e encurtando ciclos de resposta.

Para concluir, uma colaboradora da Autodesk Research, a empresa Obayashi, usa soluções em IA para simplificar a forma de obter estimativas volumétricas e layouts internos. E outros empreendedores como do setor imobiliário, tipo a Parafin, usam plataforma baseada em nuvem e IA para avaliar a viabilidade financeira de terrenos, proporcionando rapidez na tomada de decisões de construção civil.

projetos arquitetônicos
Imagem gerada em IA de Freepik

Uso de IA no processo de criação de design

Para começar, a IA pode ser usada na personalização de projetos arquitetônicos, criação de plantas baixas e até em cálculo de cargas estruturais, dando aos profissionais economia de tempo e lhes permitindo maior concentração em tarefas mais criativas.

Dialogando com chatbots é possível gerar de uma só vez vários modelos de design ou uma ampla lista de possibilidades de plantas baixas para projetos arquitetônicos. Isso com base em parâmetros específicos - como requisitos de tecnologia construtiva, conforto térmico, acústica, segurança, sustentabilidade e economia -, e atendendo às necessidades dos clientes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A IA pode ser usada, em projetos arquitetônicos, para criar modelos virtuais e analisar dados sobre o uso e o desempenho de edifícios existentes, identificando previamente problemas potenciais que devem ser evitados nos projetos. Aliás, nunca foi tão acessível fazer simulações avançadas em engenharia e arquitetura!

Aprimoramento de projetos arquitetônicos

Já é possível utilizar engenharia de prompt para personalizar via IA elementos para que sejam utilizados em plantas baixas de engenharia paisagística e projetos arquitetônicos, design de interiores, e etc. Aliás, a personalização de imagens para trabalhos de arquitetura vai além, sendo possível aprimorar as pranchas de apresentação até a última etapa, de apresentação ao cliente. Alguns softwares, como o Prome.AI, já possuem extensões de exportação de arquivos para geração automatica de plantas ambientadas. Veja o exemplo:

Para concluir, a IA pode aprimorar outros documentos do trabalho de arquitetura. Por exemplo, relação de previsão de entrega de serviços, com organização de fluxo de demandas e geração de relatórios automatizados, expondo andamento dos processos e desempenho das equipes ao longo das execuções. A Inteligência Artificial também pode analisar condições climáticas locais, tráfego esperado e outros fatores para determinar o design ideal de um projeto. E até descrever comportamento de estruturas sob diferentes cenários.

Para aprimorar plantas baixas para projetos arquitetônicos usando IA, é importante considerar as seguintes etapas:

  • Identificar os objetivos: Determine os objetivos específicos que você deseja alcançar com a IA.
  • Selecionar ferramentas e soluções: Escolha ferramentas e soluções de IA adequadas para atingir os objetivos identificados, incluindo Midjourney e outras plataformas específicas para engenharia e arquitetura.
  • Integrar a IA ao projeto: Integre a IA ao projeto de planta baixa, utilizando-a para planejar, analisar e otimizar o projeto.
  • Avaliar e refinar: Avalie o desempenho da IA no projeto e refine as abordagens e ferramentas utilizadas conforme necessário.
projetos arquitetônicos
Imagem gerada em IA de Freepik

Veja Também:


Fontes: ArchDaily, Autodesk, Blog Gustavo Mello - Mello & Condini.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada nos cursos de Arquitetura & Urbanismo e Letras Português; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais, Jornalismo Digital, Marketing Digital, Gestão de Projetos, Transformação Digital e Negócios; e proprietária da empresa Visual Ideias.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo