Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Sistema de recapagem de pneus eleva a eficiência energética e diminui emissão de CO2

por Kauê Francischelli | 16/05/2013
Copiado!
recapagem-blog-da-engenharia

Foto: Divulgação Michelin

Em 2011 as empresas Rhodia e Levorin, responsáveis por recapagens de pneus, criaram uma parceria, com o objetivo de analisar e estudar em laboratório as propriedades da sílica HDS (High Dipersible Silica), levando em conta a sua possibilidade de aplicação a nível industrial. O projeto se encontra em fase de testes.

A sílica HDS foi desenvolvida inicialmente pela Rhodia, e atualmente é empregada mundialmente nos pneus denominados “pneus verdes”. Estes pneus possuem a capacidade de gerar uma economia de 7% em relação ao consumo de combustível, além de uma redução considerável nas emissões de gás carbônico na atmosfera.

Segundo Paulo Garbelotto, gerente comercial da Rhodia, afirma que “o uso da sílica HDS nesse segmento oferece um ganho econômico importante, uma vez que o consumo de combustível é um dos fatores-chave na formação dos custos do transporte de carga. Além disso, há o benefício para o meio ambiente, com a redução proporcional das emissões de CO2”.

O mercado de recapagens de pneus no Brasil está em alta, atualmente o país ocupa a segunda posição, com 7,6 milhões de pneus de carga ao ano, perdendo apenas para os Estados Unidos. Pelo setor ser muito promissor, movimentando um capital estimado em torno de R$ 4 bilhões anuais, gerando mais de 40 mil empregos diretos, tal alternativa trará produtos diferenciados ao seguimento, permitindo novas alternativas ecológicas ao mercado nacional como um todo.

Em nosso país, cerca de 60% de toda a frota de cargas possuem pneus reformados. Tal alternativa trará ao setor de transportes uma economia de, aproximadamente, R$ 5,6 bilhões anuais.

Copiado!

Comentários