Engenharia 360

Revolução na Indústria Florestal: Descubra Como Satélites Estão Transformando o Abate de Árvores

Engenharia 360
por Redação 360
| 28/05/2024 | Atualizado há 45 segundos 3 min
O sistema híbrido de comunicação satélite-celular envia informações diretamente para os computadores dos tratores localizados em qualquer parte do mundo. | Imagem reproduzida de pad/ESA

Revolução na Indústria Florestal: Descubra Como Satélites Estão Transformando o Abate de Árvores

por Redação 360 | 28/05/2024 | Atualizado há 45 segundos
O sistema híbrido de comunicação satélite-celular envia informações diretamente para os computadores dos tratores localizados em qualquer parte do mundo. | Imagem reproduzida de pad/ESA
Engenharia 360

A Indústria Florestal está em plena transformação! A Agência Espacial Europeia (ESA) já testou no passado um sistema que combina satélites artificiais e serviços de telecomunicações móveis, ou celulares, para transmitir informações importantes quase instantaneamente entre dois pontos quaisquer na Terra. Descubra neste artigo do Engenharia 360 como satélites e tecnologia móvel pode revolucionar o abate de árvores, otimizando a colheita e gerando mais valor.

Indústria Florestal: Descubra Como Satélites Estão Transformando o Abate de Árvores
O sistema híbrido de comunicação satélite-celular envia informações diretamente para os computadores dos tratores localizados em qualquer parte do mundo. | Imagem reproduzida de pad/ESA

Tecnologia para otimizar a colheita de madeira de árvores

Através de um sistema inovador que combina comunicação via satélite e celular, as empresas florestais agora podem maximizar a produtividade, reduzir o desperdício e aumentar o valor da madeira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O sistema utiliza scanners 3D a laser para mapear com precisão a forma, tamanho e qualidade das árvores antes do corte. Essa tecnologia garante que apenas as árvores mais adequadas para cada finalidade sejam selecionadas, reduzindo o desperdício e otimizando o aproveitamento da madeira.

Traduzindo, o objetivo é produzir mais madeira usando menos árvores. Isso é possível porque as árvores não crescem todas com os mesmo "talentos".

Algumas são melhores para fabricar celulose, enquanto outras são mais adequadas para serem usadas como toras, para serem cortadas em pedaços de madeira, tornando-se mais valiosas. As árvores-toras têm diâmetros maiores, são mais retas com menos nós. Cortar estas árvores valiosas para a produção de celulose é um desperdício, e reduz o valor da colheita.

Comunicação em tempo real para monitoramento constante

A comunicação via satélite e celular garante monitoramento constante das máquinas e da colheita, permitindo que os operadores recebam instruções em tempo real sobre como otimizar o corte de cada árvore. Essa comunicação bidirecional garante maior precisão e eficiência, além de maior segurança para os trabalhadores.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Exemplo real da Indústria Florestal

A Treemetrics desenvolveu uma forma de avaliar o valor de uma safra antes da colheita de madeira utilizando escâneres 3D a laser para medir a forma, tamanho e linearidade das árvores em pé.

Com a ajuda da ESA, a empresa irlandesa colocou em prática um sistema que permite a comunicação em tempo real com os operadores das máquinas de colheita de árvores. Os responsáveis pelas colheitas podem enviar instruções diretamente para os computadores dos veículos, indicando aos operadores como podem otimizar o uso das árvores.

Indústria Florestal: Descubra Como Satélites Estão Transformando o Abate de Árvores
Escâneres 3D a laser para medem a forma, tamanho e linearidade das árvores em pé. | Imagem reproduzida de Blairs/ESA

Com base no pedido do cliente, um programa de computador cria uma instrução de corte, que diz à máquina e ao seu operador como fazer o abate das árvores. Até agora, porém, era complicado e demorado fazer essa informação chegar até os operadores, trabalhando em florestas em pontos remotos.

E a ESA foi a responsável por lançar o elo perdido nessa cadeia: a ligação bidirecional em tempo real, ou quase em tempo real, com os veículos florestais. Trata-se de um sistema híbrido que combina a comunicação via satélite com a comunicação por celular.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Monitoração máquina-a-máquina

O sistema, chamado Satmodo, consiste em um módulo híbrido de comunicação - via satélite e celular - instalado no veículo, que transmite dados em tempo real através do IsatM2M. Trata-se de um serviço de mensagens via satélite de duas vias que permite a localização e monitoração máquina-a-máquina em qualquer lugar do mundo.

O Satmodo oferece também uma "rede de segurança" para os operadores que trabalham em locais remotos, mantendo-os conectados continuamente mesmo em áreas onde as redes de telefonia celular não funcionam. Para testar o sistema, o aparelho de comunicação será instalado em 20 tratores, permitindo monitorar máquinas individuais ou grupos de máquinas.

Os resultados da colheita serão geridos em tempo quase real, criando assim um sistema de gestão totalmente integrado. Possibilitando reunir informações sobre o rendimento real da madeira por hectare, e enviando esses dados para os operadores, o valor da colheita pode ser determinado quase em tempo real, quando hoje é necessário esperar até o término do corte da floresta toda.

Benefícios para o meio ambiente

Além dos benefícios econômicos, o sistema também oferece vantagens para o meio ambiente. Ao otimizar o corte de madeira, a tecnologia reduz o desmatamento desnecessário e contribui para a preservação das florestas.

Veja Também: Efeito estufa - será que alterar o DNA de árvores poderia ajudar a combater este problema mundial?


Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com contato@engenharia360.com para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo