Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Rover Zhurong, da China, pousa em Marte [o país é o segundo a ter missão no solo do planeta vermelho]

por Rafael Panteri | 25/05/2021

Depois do Perseverance, Rover Zhurong pousou no solo do planeta vermelho. Assim como o companheiro norte-americano, o robô chinês busca por sinais de vida!

Um módulo de pouso chinês, contendo o Rover Zhurong, pousou com sucesso na última sexta feira, 14 de Maio de 2021, em Marte. Com esse feito, a China se torna a segunda nação na história da Terra a completar uma missão no solo do planeta vermelho.

A notícia foi dada pela mídia estatal chinesa por volta das 20h – horário de Brasília. O nome ‘Zhurong’ é uma homenagem a um deus do fogo na mitologia do país. O pouso ocorreu em ‘Utopia Planitia’, uma região pré-selecionada em Marte.

Primeiras imagens de Zhurong em Marte – Imagem: CNSA

Veja também: Primeiros metros de Perseverance em Marte

Sobre o Rover Zhurong

O Rover Zhurong possui seis rodas e é movido por energia solar. Pesando cerca de 240 quilos, o robô carrega seis instrumentos científicos para estudo do regolito – a camada solta e superficial que cobre uma rocha sólida -, rochas, geologia e atmosfera marcianos. Depois terá o mesmo objetivo de Perseverance – rover da NASA presente no território de Marte -, de procurar sinais ou evidências de vida antiga no planeta.

Zhurong e seus componentes – Imagem Zou Yongliao

Tianwen-1, orbitador que carregava o Rover Zhurong, foi lançado por um foguete “Long March 5” do centro de lançamento espacial Wenchang, em Haian, no dia 23 de julho de 2020. Após sete meses de viagem, o orbitador entrou na orbita de Marte, permanecendo assim por três meses para reconhecer e analisar a áreas de pouso antes de liberar Zhurong.

Veja o vídeo do pouso e a comemoração da equipe:

Últimas notícias

O programa espacial chinês gerou manchetes na última semana quando um foguete fora de controle mergulhou no Oceano Indico. Durante esse episódio, a NASA se pronunciou exigindo o cumprimento das responsabilidades em relação aos detritos espaciais chineses. Depois do sucesso de Zhurong, a confiança com o programa parece ter aumentado.

E você, está também animado com a exploração espacial? Conte para nós nos comentários!


Fontes: CNN, Olhar Digital

Comentários

Engenharia 360

Rafael Panteri

Estudante de Engenharia Elétrica no Instituto Mauá de Tecnologia. Parte da graduação em Shibaura Institute of Technology - Japão.