Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Quanto a Engenharia está envolvida nas folias de Carnaval?

por Redação 360 | 01/03/2022 | Atualizado em 23/04/2022

Os brasileiros amam o Carnaval! Aliás, amam tanto que acabaram profissionalizando esta festa, construindo estruturas cada vez mais majestosas e sofisticadas para as comemorações. E é claro que a Engenharia faz parte disso, ou pelo menos deveria. Mas será que as empresas e todos os grupos envolvidos nessas organizações fazem mesmo um bom uso do conhecimento das engenharias?

Bem, infelizmente, pelo que notamos bastante nos últimos anos e décadas, a imprudência neste setor permanece. E o que podemos fazer contra esta irresponsabilidade? Compartilhar informação! Por isso, o 360 montou esta explicação em forma de lista de como a Engenharia deve estar envolvida nos preparativos do Carnaval!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Engenharia
Imagem reproduzida de Carnaval 2015 SP

1. Realização de cálculos

Engenheiros devem ajudar as escolas nos cálculos de cargas dos materiais utilizados, movimentação dos veículos, mais a simulação dos efeitos dos foliões pulando e sambando em cima disso.

carnaval
Imagem reproduzida de 4i Engenharia

2. Desenvolvimento do projeto

Esses megashows realizados para o Carnaval precisam ser muito bem projetados por profissionais técnicos. TUDO deve ser bem planejado – rodas, movimentações, e mais. Nessa etapa, os softwares ajudam demais os engenheiros – como os especializados em trânsito, de estruturas, prevenção contra incêndio, soldagens e diversos outros sistemas, tipo incêndio, elétrica, eletrônica, mecânica e abastecimento de água. Lembrando que carros alegóricos, por exemplo, são estruturas metálicas, com muitos equipamentos – inclusive, algumas peças articuláveis -, iluminações para pirotecnia, e além. E, no meio disso tudo, não podemos nos esquecer ainda das medidas necessárias para segurança do trabalho.

Engenharia
Imagem reproduzida de GRU Diário

3. Aprovação e Anotação de Responsabilidade

Depois do desenvolvimento dos projetos é OBRIGATÓRIO fazer o recolhimento de ARTs (Anotação de Responsabilidade Técnica) dos profissionais responsáveis por tudo que citamos antes. É isso que irá garantir, perante à justiça, o apontamento dos responsáveis por projetos, construções e operações caso algo dê errado e também como uma garantia de que haja cumprimento do que foi afirmado em contrato entre as partes. Então, nesse momento, o CREA faz toda a diferença, além dos Bombeiros e outros órgãos de controle.

carnaval
Imagem reproduzida de 4i Engenharia

4. Verificação de componentes

Em último momento, é importante colocar que, mesmo depois dos planejamentos, aprovações e anotações, o trabalho não chega ao fim. É preciso continuar o monitoramento, as vistorias, a fiscalização de cada solda, parafuso, vedação e mais que foram dimensionados e utilizados. Ademais, se tudo está adequado para o antes, durante e após os eventos, levando em conta procedimentos técnicos, itens de segurança e além.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Engenharia de Carnaval
Imagem reproduzida de sspds

Ou seja, construção é construção! Por isso, construir para o Carnaval deve envolver os engenheiros e as engenharias, sim! Compartilhe conosco a sua opinião sobre o tema na aba de comentários!

Veja Também: CARNAVAL – a engenharia (e as regras) por trás dos carros alegóricos


Fontes: Gru Diário.

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.