Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Qual a diferença entre um carro híbrido e elétrico? [Review 360: Toyota Prius]

por Eduardo Mikail | 30/01/2018
Copiado!

É impressionante como no nosso dia-a-dia nos deparamos com novas tecnologias que, além de impressionar, facilitam significativamente a vida. Algumas delas, além de nos ajudar, buscam se adequar às questões ambientais de maneira que não prejudiquem as futuras gerações.

Esse é o caso do Toyota Prius, carro que o Engenharia 360 recebeu para teste. O modelo – que é híbrido – conseguiu conciliar o motor elétrico com o motor a gasolina, gerando mais economia e também levando em consideração todas as questões ambientais relacionadas à poluição. Antes de ir para as especificações técnicas e contar nossas impressões, achamos importante esclarecer uma dúvida muito comum entre os motoristas: o que é um carro híbrido?

Foto: Eduardo Mikail (@eduardomikail).

Qual a diferença entre carro híbrido e carro elétrico?

Os dois modelos tem em comum o fato de emitirem menos poluentes, economizarem combustível e diminuírem a poluição sonora. O híbrido combina duas fontes de energia, com um motor elétrico e um à combustão. São dois motores que trabalham simultaneamente ou separados, conforme a necessidade da estrada e o desejo do motorista. Ele não precisa de estações de recarga (a recarga do motor elétrico é feita automaticamente com o carro em movimento) e tem a mesma manutenção de um carro convencional.

Já o carro elétrico não tem motor à combustão e não utiliza combustível convencional. Ao invés do motor de combustão, ele tem um motor elétrico de alta voltagem. Isso faz com que sejam necessários postos de reabastecimento e uma rede de recarga. O tempo de recarga ainda é logo, de 6 a 12 horas.

No caso do Toyota Prius, ele conta com o sistema Hybrid Synergy Drive (HSD) e combina um motor a gasolina de 1.8 com 98 cavalos com o outro elétrico de 72 cavalos. Em testes no Japão, ele acelerou de 0 a 100 km/h em 11 segundos.

Foto: Eduardo Mikail (@eduardomikail).

O que podemos observar no Toyota Prius?

É bem econômico:

O sistema híbrido do Toyota Prius é claramente mais econômico do que os modelos tradicionais. Comparado a um veículo do mesmo porte movido à gasolina, o Prius apresenta economia de 52% na cidade e 42% na estrada. Conforme o INMETRO, ele é o carro mais eficiente do país, com média de 18,9 km/l na cidade e autonomia de 812,7 km.

O carro ainda vem com a função Eco Diary, que fornece uma lista diária e mensal de distância percorrida e consumo médio de combustível, e a Eco Wallet, que calcula o custo total com combustível e quanto o motorista economizou com gasolina em uma única viagem ou em um mês. Em outras palavras, permite um baixo consumo de combustível sem comprometer o desempenho. O painel mostra a pontuação (de consumo) durante a viagem e se torna um desafio para querermos ser mais eficientes. Diferente dos carros comuns, o Prius exibe a média de consumo no formato de litros/100 km. Em nossos testes, fizemos 5.4 L/100km, ou seja, 18,5km/L convertendo para o que estamos acostumados.

Foto: Eduardo Mikail (@eduardomikail).

Beleza e conforto excepcionais: 

Em sua quarta geração, o Prius foi totalmente redesenhado e ganhou linhas agressivas e modernas para oferecer mínima resistência no ar. O impacto é imediato, com a silhueta triangular transmitindo a sensação de movimento contínuo. O teto foi reduzido em 20 milímetros e deslocado um pouco à frente, enquanto os novos faróis minimizam a área frontal e garantem, ao mesmo, uma potente iluminação em LED.

Internamente, o usuário também encontrará mudanças. Além disso, possui a Smart Entry System nas portas dianteiras, que permitem abrir o carro apenas com a proximidade da chave, e com o sistema de ignição simplificada, por meio do Start Button.

Foto: Eduardo Mikail (@eduardomikail).

Preocupação com as próximas gerações:

O Prius é considerado uma referência mundial em baixa emissão de poluentes e emite cerca de 40% menos CO² comparado a um veículo convencional. O carro recebeu o selo Confet de Eficiência Energética, que visa destacar os modelos que atingem os graus máximos de eficiência energética na Etiqueta Nacional de Conservação de Energia do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, do Inmetro.

Quando custa?

O Toyota Prius pode ser encontrado a partir de R$ 126.600,00. O preço é equivalente a modelos como o Corolla, Volkswagen Jetta e Ford Fusion. Uma informação legal de saber: ele é isento de rodízio e está com 50% de desconto no IPVA.

Foto: Eduardo Mikail (@eduardomikail).

Conclusão

Esse é um exemplo de carro do futuro, com a vantagem de já estar disponível no presente. O modelo é uma escolha inteligente, oferecendo uma experiência completa, com alta tecnologia, sendo muito econômico e muito silencioso (nem parece estar ligado). Para quem se preocupa com o meio ambiente e se pergunta como ajudar a reduzir as emissões de CO², eis um bom exemplo.

Copiado!
Engenharia 360

Eduardo Mikail

Engenheiro Civil, empresário e empreendedor digital. É fundador do Engenharia 360 e sócio-fundador da Bronks content., produtora de conteúdo e projetos digitais. Formado em Engenharia Civil e Administração com especialização em Marketing pela ESPM, já trabalhou em uma das maiores construtoras do país e hoje está à frente da Mikail Arquitetura e Engenharia. Interessado por tecnologia, iGadgets e nas horas vagas curte viagens, música e fotografia. Segue lá no Instagram @eduardomikail

Comentários