Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Projeto da Noruega prevê a construção de ponte flutuante e túnel submerso

por Luciana Reis | 16/08/2016
Copiado!

Investimento de cerca de 30 bilhões de dólares, 1.100 quilômetros de extensão e um prazo de entrega previsto para 2035. Os números se referem a um projeto ambicioso e controverso da rodovia costeira da Noruega, a E39, que inclui pistas em túneis submarinos e pontes flutuantes em outros trechos na ligação entre a cidade de Trondheim, no norte do país, a Kristiansand, no sul da Noruega.

túnel-noruega-blog-da-engenharia

Imagem: Divulgação



O objetivo do projeto é facilitar o transporte no país, principalmente devido à existência de um grande número de fiordes  – formação geomorfológica típica na Noruega e em países geralmente próximos aos polos norte e sul, que consiste em um vale em meio a altas montanhas rochosas, inundado de água e com extensões impressionantes, alguns com mais de 300 km de extensão.
fiorde-blog-da-engenharia

Fiorde na Noruega. Imagem: Tsuguliev Fotolia


Para percorrer a extensão em que se está projetando a construção do túnel submerso e das pontes flutuantes, atualmente são necessárias 21 horas. A previsão é de que o tempo de deslocamento diminua para 10 horas com o desenvolvimento e finalização do projeto.

A estrutura

O projeto prevê que o túnel submerso tenha dois grandes tubos suspensos, 30 metros abaixo d’água, – o que permitiria, segundo o projeto, que embarcações se deslocassem sobre a estrutura normalmente – e com tamanho suficiente para duas faixas de veículos. Esse túnel seria suspenso e nos locais onde esta estrutura não fosse viável o objetivo é que ocorra a construção de pontes flutuantes, com pilares suspensos por cabos de aço.

túneis-submarinos-blog-da-engenharia

Imagem: Divulgação


A ideia é superar os acidentados terrenos, mas a proposta é ousada pelas características do projeto e pelas dificuldades de viabilização, como os ventos fortes, as correntes e as ondas marítimas, que influenciariam diretamente na obra.
Além dos desafios técnicos, a construção gera controvérsias quanto ao impacto ambiental e elevado investimento que seria necessário – o valor total, estimado nos cerca de 30 bilhões de dólares, não foi totalmente arrecadado, há apenas a ideia de que parte do valor seja revertido pela cobrança de pedágios na rodovia, quando pronta.
aparência-túnel-submarino-blog-da-engenharia

Imagem: Governo da Noruega/Via Nova


A população questiona, no caso de ser considerada uma proposta viável de construção, se o investimento seria de fato necessário. Os estudos, sem dúvidas, continuarão, e até o momento, na Noruega, já foram iniciadas construções na região de Bergen. Outros projetos semelhantes foram apresentados em países como EUA e Japão, mas não foram concretizados.
pilares-blog-da-engenharia

Os pilares que ficariam fixados com cabos.Imagem: Governo da Noruega/Via Nova


Apesar da incerteza do projeto, ele já ser considerado um dos mais ambiciosos e grandiosos da engenharia. Qual o seu palpite? Veja mais no vídeo a seguir e tire suas conclusões:

 
Referências: BBC, Nômades Digitais, G1
 

Copiado!

Comentários