Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Por que certos alimentos estouram dentro do micro-ondas?

por Clara Ribeiro | 24/02/2016
Copiado!

Nós sabemos que uma das invenções mais fantásticas do mundo moderno foi o micro-ondas. Tido como a salvação dos solteiros, o eletrodoméstico é capaz de fazer inúmeras refeições de forma mais rápida e com menos sujeira. Mas como nada é perfeito, sua desvantagem, além do uso de energia elétrica, é que ele apresenta restrições quanto aos materiais e alimentos que podem ser feitos dentro dele.
Não pense que tendo um micro-ondas na cozinha você pode cozinhar qualquer tipo de alimento. E digo mais, não é recomendado colocar qualquer utensílio para preparar o que se quer. Há certos itens que podem estourar dentro do aparelho e causar o maior estrago, inclusive provocar incêndio.

microondas-blog-da-engenharia

Crédito: Hir


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
É possível que você já tenha presenciado um caso semelhante. Pelo menos já deve ter visto uma faísca saindo enquanto esquentava o almoço, ou o micro-ondas todo lavado pela bebida que estava esquentando. O BDA vai listar abaixo quais os alimentos proibidos para o uso neste prático equipamento e explicar por que isso ocorre.

+ Ovos com casca

Cozinhar ovos não é tarefa de um micro-ondas. E ainda que já estejam cozidos e sem casca, há risco de explodirem caso você coloque por muito tempo. Especialistas indicam tomar cuidado com alimentos que tenham uma película “fina”, como é o caso da casca do ovo.

+ Batatas e tomates inteiros

Esses dois ingredientes podem até ser levados ao micro-ondas, porém, para não estourarem será preciso furá-los ou passar a faca levemente neles. A resposta para o risco de explosão desses alimentos é a pressão interna deles. Batatas cortadas e tomates sem a pele e cortados não correm risco.

topmicroondas-blog-da-engenharia

Crédito: womenpla

+ Pimentas

Nem pense em colocar pimenta no micro-ondas. Elas podem pegar fogo devido a alguns elementos que ela contém. Outra explicação para o desagradável acontecimento é por serem alimentos secos. Além disso, o que pode ocorrer é o vapor liberado pelas pimentas, que contêm substâncias voláteis, irritarem a garganta e os olhos. Resposta correta: sem pimentas.

+ Cozimento de carne 

O caso da carne nem é o risco de explodir o aparelho, e sim a possibilidade de não cozinhar por inteiro, podendo criar bactérias nocivas à saúde. A dica é nunca colocar uma peça grande de carne, mas em pedaços, para que cozinhe todas as partes e não fique ressecada.

+ Cenouras

Pode parecer inofensiva, mas a cenoura pode, sim, causar riscos de estourar no micro-ondas. O tubérculo possui ferro, magnésio e selênio, que ao serem aquecidos no microondas se transformam em metais provocando faíscas.

micro-ondasalimentos-blog-da-engenharia

Crédito: Shutterstock

+ Linguiças e salsichas

Por esses alimentos conterem uma película, podem explodir ao serem cozidos no micro-ondas por conta da pressão interna. Uma dica é fazer tal qual as batatas e tomates, fazer pequenos cortes ou furos. Outra ideia é embrulhá-las em papel toalha que cozinharão do mesmo jeito.

+ Uvas

Não pense que você pode fazer passas levando as uvas ao micro-ondas. A explicação para isso é que a fruta conduz eletricidade, então, se colocá-la no aparelho… pode apostar, pegará fogo na certa.

+ Água

Acredite se quiser, até água tem capacidade para explodir. Isso por conta da alta temperatura do líquido, que entrará ebulição rapidamente. Mas há uma solução, é recomendado colocar um palito ou outro objeto de madeira junto com o recipiente com água. Desta forma é garantido que não haverá estouro.

microondas1-blog-da-engenharia

Crédito: Shutterstock

+ Óleo 

A dica neste caso é só tomar cuidado com a quantidade de óleo que for levar ao micro-ondas. Não use grandes porções para fazer frituras, por exemplo. O risco de explosão é muito grande por conta da temperatura que ele alcança.

+ Utensílios definitivamente proibidos

Bom, agora chegou a vez de você descobrir que não é qualquer tipo de vasilha que pode ser levada ao eletrodoméstico. Caixa de leite, por exemplo, nem pense. Ela contém alumínio na composição da embalagem, e você deveria saber que metal e micro-ondas são os maiores inimigos. Isso vale também para embalagens geralmente usadas para marmita e de comida chinesa. Pode parecer besta, mas até pratos com detalhes dourados e prateados podem explodir também por que a tinta provavelmente é metalizada.
Atualmente, os vidros que estão no mercado são refratários, ou seja, que suportam altas temperaturas. Mas vai que aquele pode que você tem aí na sua casa não é? Se precisar realmente usá-lo, seja rápido, caso contrário ele pode estilhaçar.
Isopor é bastante utilizado por restaurantes também. Mas lembre-se na hora de aquecer a comida no micro-ondas, de passar para outra recipiente, pois o material derrete e libera um monte de substâncias prejudiciais à saúde.
E por último, mas não menos importante… o plástico! Há polêmicas a respeito de seu uso no aparelho, pois pesquisas indicaram que este material, quando aquecido, libera substâncias como o BPA (bisfenol-A), consideradas cancerígenas por conterem elementos tóxicos que desprendem da embalagem passando para o alimento. Mas já há no mercado plásticos com outras composições e que prometem não causar mal algum. E aí, vai arriscar?

Copiado!
Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.

Comentários