Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Obras incríveis: a Torre Eiffel (e sua contribuição para a engenharia)

por Andrey Lucena | 31/08/2016
Copiado!

 

Todos sabem que a Torre Eiffel é um dos monumentos mais visitados da Europa, mas qual será a história de sua origem e qual a importância das inovações tecnológicas que seu processo construtivo trouxe para o mundo da Engenharia Civil?

koechlin-big (1)

Projeto original de Maurice Koechlin (Foto: Blog do PET Civil)


Tudo começou com uma competição para a Exposição Universal de 1889, ano que marcou o centenário da Revolução Francesa, lançada pelo jornal francês Officel que solicitou de seus candidatos o estudo sobre a possibilidade de erguer uma torre de ferro no Champ-de-Mars.
A proposta do empresário Gustave Eiffel, dos engenheiros Maurice Koeclin e Emile Nouguier e do arquiteto Silvestre Sauvestre foi a escolhida. A empresa de Eiffel tinha o objetivo de alcançar a icônica marca de 304,5 metros.
Para a competição, o arquiteto Stephen Sauvestre foi contratado para transformar o que era essencialmente uma torre em uma estrutura decorativa e funcional. Ele propôs pedestais de pedra para revestir as extremidades inferiores dos pilares treliçados, arcos monumentais para ligar os pilares treliçados e o primeiro andar, grandes salões com paredes de vidro em cada andar e um design em formato de lâmpada para o topo.
A curvatura dos pilares treliçados foi concebida para oferecer a mais eficiente resistência ao vento, conforme explicou Eiffel em sua entrevista ao jornal francês LeTemps:

“Com qual fenômeno eu tive que me preocupar primeiramente para projetar a Torre? Com a resistência ao vento. Eu defendo que a curvatura das quatro bordas exteriores, que são exatamente como os cálculos matemáticos ditam que deveriam ser, dará uma grande impressão de força e beleza, pois irá revelar aos olhos do observador a ousadia do projeto como um todo. Da mesma forma, os muitos espaços vazios construídos entre os próprios elementos de construção mostrarão, claramente, a constante preocupação em não submeter desnecessariamente alguma superfície à violenta ação de furacões, o que poderia ameaçar a estabilidade do edifício”.

eiffel

Etapas da construção da torre.

A maior dificuldade em erguer a torre se deu na conexão dos quatro pilares principais ao primeiro andar. Esses pilares repousam em fundações de concreto instaladas poucos metros abaixo do nível do solo, sobre uma camada de cascalhos compactados. Cada borda repousa sobre seu próprio bloco de apoio, aplicando-lhe uma pressão de 3 a 4 quilogramas-força por centímetro quadrado, e cada bloco une-se aos demais por paredes subterrâneas.
Engenheiros e trabalhadores
Inaugurada em 31 de março de 1889, esta construção pesa 10.100 toneladas e entre 150 e 300 trabalhadores estiveram no local ao mesmo tempo. Foi a Torre mais alta do mundo até 1930, quando perdeu o posto para o Chrysler Building, em Nova Iorque.
Para quem tiver a oportunidade de conhecer este monumento histórico, os ingressos são vendidos em suas escadarias e próximo aos seus elevadores, custando em média 14,50 € (quatorze euros e cinquenta cents), o equivalente a R$ 52,81 (cinquenta e dois reais e oitenta e um centavos).

Torre Eiffel atualmente (Foto: Google)

Torre Eiffel atualmente (Foto: Dicas Paris)


Curiosidade: No Verão a Torre Eiffel fica 15 cm mais alta devido à dilatação do ferro.
Localização: Paris, França
Ano de Conclusão: 1889
Altura: 324 m
Engenheiros: Gustave Eiffel (1832-1922), Maurice Koechilin e Emile Nouguier
Arquiteto: Stephen Sauvestre

Copiado!

Comentários