Engenharia 360

O que são Metodologias Ágeis e para que servem?

Engenharia 360
por Diego Rafael Santos
| 03/08/2021 | Atualizado em 18/04/2022 5 min

O que são Metodologias Ágeis e para que servem?

por Diego Rafael Santos | 03/08/2021 | Atualizado em 18/04/2022

Ágil se refere a um conjunto de métodos e práticas baseados nos valores e princípios do Manifesto Ágil, o que inclui colaboração, auto-organização, e equipes multidisciplinares.

Garantir uma entrega coerente em relação aos objetivos definidos e com uma execução bem-feita é o principal desafio de qualquer projeto. Pensando em maneiras de facilitar esse processo, foram criadas as Metodologias Ágeis.

A saber, os modelos mais tradicionais de gestão de projetos são compostos por processos longos e com objetivos definidos; porém, sem muitos detalhes sobre os caminhos recomendados para atingi-los. As Metodologias Ágeis contam com uma proposta de processos mais curtos, com entregas em menor espaço de tempo, focando principalmente na melhoria e no alinhamento da equipe. Com isso, a identificação de falhas se torna mais fácil, permitindo maior flexibilidade em relação à forma de trabalho da equipe e gerando soluções mais aderentes às necessidades dos clientes. Baseado nisso, cada vez mais empresas têm apostado nos famosos métodos ágeis – como Scrum, Lean e Kanban – para deixar o seu trabalho mais assertivo e eficiente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas afinal, o que define uma metodologia ágil?

Em 2001, 17 profissionais se reuniram para redefinir os modelos existentes de desenvolvimento de projetos e falar sobre as Metodologias Ágeis, na época conhecidas como “Métodos Leves”. Mesmo com práticas e teorias diferentes, eles concordaram com alguns requisitos necessários e criaram o Manifesto Ágil, que possui 4 valores e 12 princípios.

Valores

  • Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas. O desenvolvimento de projetos é uma atividade humana e a qualidade da interação entre as pessoas pode favorecer a resolução de problemas crônicos. Processos e ferramentas são importantes, mas devem ser simples, úteis e favorecer a colaboração entre a equipe.
  • Projeto entregue mais que documentação abrangente. O maior indicador de que uma equipe realmente desenvolveu algo é a solução proposta funcionando conforme as necessidades do cliente. A documentação também é importante, mas deve ser somente o necessário.
  • Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos. É necessário atuar em conjunto com o cliente e não “contra” ele. O que deve ocorrer é colaboração, tomada de decisões em conjunto e trabalho em equipe.
  • Responder a mudanças mais que seguir um plano. O desenvolvimento de soluções e produtos geralmente faz parte de um ambiente de alta incerteza, não sendo produtivo focar em planos enormes e cheios de premissas. O que deve ser feito é aprender com as informações e feedbacks e adaptar o plano sempre que necessário.
firmbee com gcsNOsPEXfs unsplash
Imagem extraída de Unsplash

Princípios

  • Satisfação do cliente: A maior prioridade está em satisfazer o cliente por meio da entrega adiantada e contínua de valor.
  • Mudança em favor da vantagem competitiva: Mudanças de requisitos são bem-vindas, mesmo em fases tardias do desenvolvimento.
  • Prazos curtos: Fazer entregas frequentes e funcionais, geralmente em períodos de no máximo quatro semanas.
  • Trabalho colaborativo: Tanto pessoas relacionadas a negócios como desenvolvedores devem trabalhar em conjunto, diariamente, durante todo o curso do projeto.
  • Ambientação e suporte: Para construir projetos ao redor de indivíduos motivados, é preciso dar a eles o ambiente e suporte necessários, confiando que farão seu trabalho.
  • Conversa direta: O método mais eficiente de transmitir informações para um time é por meio de uma conversa cara a cara.
  • Funcionalidade: Uma solução funcional é a medida primária de progresso.
  • Ambiente de sustentabilidade: Processos ágeis promovem um ambiente sustentável, com patrocinadores, desenvolvedores e usuários sendo capazes de manter passos constantes.
  • Padrões altos de tecnologia e design: Contínua atenção a excelência técnica e bom design aumenta a agilidade.
  •  Simplicidade: Evitar o desperdício no desenvolvimento de um produto ou serviço através da não realização de trabalho que não é necessário.
  •  Autonomia: As melhores ideias e soluções emergem de times auto-organizáveis.
  •  Reflexões para otimizações: Em intervalos regulares, o time deve refletir em como ficar mais efetivo e, com isso, otimizar seu comportamento e atitude.

Como funciona o Manifesto Ágil, na prática?

Os valores e princípios não significam que processos, documentação, negociação ou planos sejam ruins, apenas que o principal a ser valorizado é o indivíduo, as relações que o envolvem e a flexibilidade para aceitar mudanças. Com base nisso, o cliente vem sempre em primeiro lugar. Então, se ele mudar de ideia, no meio do caminho ou não gostar de algo, tudo bem! Basta realinhar as expectativas e seguir em frente, sempre com foco em entregas de qualidade.

É exatamente por isso que os Métodos Ágeis são baseados em ciclos curtos e comunicação, garantido o alinhamento constante da equipe durante todo o projeto para que o sucesso seja garantido.

cytonn photography n95VMLxqM2I unsplash
Imagem extraída de Unsplash

Quais as vantagens de utilizar os Métodos Ágeis?

Independente do método escolhido, a agilidade otimiza o trabalho e reduz desperdícios, promovendo um direcionamento claro para que toda entrega seja de valor. Além disso, vale destacar outras vantagens como:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Aumento da independência e produtividade da equipe;
  • Melhora na comunicação de todos os envolvidos, inclusive com o cliente.;
  • Definição mais clara dos objetivos, aumentando a assertividade; e
  • Melhoria da relação entre as pessoas, aumentando a satisfação do cliente.
hannah busing Zyx1bK9mqmA unsplash
Imagem extraída de Unsplash

Mas quais são as principais Metodologias Ágeis?

Uma empresa pode trabalhar não só com uma, mas com várias metodologias simultaneamente. A seguir, os principais Métodos Ágeis que merecem destaque!

Scrum

  • Framework que possui foco no gerenciamento de projetos, dividindo-se em ciclos curtos com entregas rápidas e melhorias constantes.
  • O Scrum começa com o Dono do Produto, o qual representa os interesses do cliente, e tem autoridade para dizer o que vai fazer parte do produto final ou não. O Dono do produto é encarregado de fazer o Backlog – uma lista de tarefas, exigências e necessidades do cliente.
  • Em seguida vem o Sprint, que é um período de tempo pré-determinado dentro do qual a equipe completa um conjunto de tarefas do Backlog. Cada Sprint termina com uma revisão, em que a equipe analisa seu trabalho e discute maneiras de melhorar o próximo Sprint.
Capture
Imagem extraída de zup.com

Um princípio importante do Scrum é a ideia de transparência. Todos na equipe devem saber o que outros estão fazendo, os progressos que estão acontecendo e onde a equipe quer chegar. Para isso, são realizadas as daily scrum, reuniões diárias rápidas com duração máxima de 15 minutos. Essas reuniões visam repassar as atividades do dia anterior e planejar o dia de trabalho que se inicia.

A saber, com a execução de todos os Sprints, a equipe entrega o produto final totalmente focado no cliente.

Kanban

Um dos métodos mais simples, que consiste basicamente em criar um quadro com as colunas:

Lean

Possui foco na identificação e eliminação de desperdícios, entregando o que é realmente necessário e reduzindo custos e complexidade.

SMART

Uma ótima opção para criar metas e projetos realistas. Seus 5 princípios são:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Specific (específico): a meta deve ser específica.
  • Measurable (mensurável): deve haver um jeito de saber que o objetivo foi cumprido.
  • Achievable (alcançavel): pode ser desafiador, mas deve ser possível e realista.
  • Relevant (relevante): precisa ser importante para o resultado final e para a empresa ou cliente.
  • Timely (temporizável): precisa ter um prazo definido.

É importante frisar que não há a “melhor metodologia”, mas a solução mais adequada dentro do contexto do seu negócio ou projeto.

Como já falamos aqui no Engenharia 360, a transformação digital já é uma realidade em muitas empresas. Nesse contexto, contar com métodos ágeis é fundamental. Por exemplo, segundo um estudo sobre Indústria 4.0 realizado pela PWC, 81% dos executivos analisados acreditam que as Metodologias Ágeis são necessárias para uma transformação digital bem-sucedida e elevação do desempenho do negócio. É exatamente por isso que a cultura ágil vem se tornando cada vez mais comum.

Você já conhecia as Metodologias Ágeis? Já trabalhou em um scrum? Compartilha sua experiência com a gente nos comentários!


Fonte: TOTVS, Scrum.org, Trello.

Comentários

Engenharia 360

Diego Rafael Santos

Engenheiro Químico. Atua na indústria de aminoácidos com desenvolvimento e implementação de estratégias de transformação digital (Indústria 4.0). Apaixonado por games, música e tecnologia.