Engenharia 360

O que é lifelong-learning e qual a sua importância?

Engenharia 360
por Redação 360
| 24/02/2022 | Atualizado em 18/01/2023 3 min

O que é lifelong-learning e qual a sua importância?

por Redação 360 | 24/02/2022 | Atualizado em 18/01/2023
Engenharia 360

Quando você pensa no seu futuro, o que você enxerga? Tem gente – na maioria adolescentes – que pensa que não existem opções diferentes depois da graduação, que deve-se seguir à risca um plano de carreira para que a sua vida dê certo e que sonhos não devem mudar. Acontece que, quanto mais ganhamos experiência, mais as nossas ideias mudam, os nossos valores mudam, e é óbvio que também as nossas decisões. O importante é que o aprendizado seja sempre e constante nessa nossa caminhada!

É legal ter um diploma de curso técnico, graduação e pós-graduação! Mas ostentar isso como se fosse o bastante para a sua vida e para a qualidade dos serviços que pretende oferecer à sociedade é um erro grave! Evolução é um processo sem fim! Ou seja, neste momento, não importa se você é um estudante, um recém-graduado ou um profissional com anos de carreira. Você não chegou à linha de chegada e nunca chegará, e tudo bem, pois é assim que deve ser a jornada de desenvolvimento. É isso que ensina o conceito lifelong-learning, dizendo não haver idade limite para se investir nos estudos, para desenvolver habilidades, para buscar atualização na sua área, e que, para isso, deve-se agir de forma proativa e permanente!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

lifelong-learning
Imagem reproduzida de Blog Woli

O que o mercado espera de você?

O mercado não quer ver mais um profissional medíocre no mercado. O que ele espera de você hoje e amanhã? Bem, que tente pensar “fora da caixa”, que tente sempre ser criativo, que olhe para as novas possibilidades, e que faça conexões entre o seu conhecimento teórico e prático. E as portas devem se abrir, mais e mais quando você apresentar ideias e soluções inovadoras!

Claro que isso não será impossível, assim como o seu preparo para mudanças aceleradas de mercado – pensando nesse mundo dinâmico que vivemos hoje, se você fugir do aprendizado contínuo. Mas se seguir o caminho inverso, serão maiores suas chances de ajudar mais pessoas, lidar com as novas tecnologias, ser mais interessante e influente, criar uma reputação, conquistar bons empregos, melhores salários e cargos mais altos. E, admitindo ou não, é tudo que todos buscam para as suas carreiras, para se sentirem realizados.

Quais os pilares do lifelong-learning?

Os estudiosos em lifelong-learning dizem que o conceito se apoia em quatro pilares:

  1. Conhecer: sempre a busca pelo conhecimento como obrigação, alimentada pelo gosto de entender os processos, desenvolver autonomia, pensar por si e contribuir com os saberes dos outros.
  2. Fazer: a fase dois é se esforçar para colocar em prática tudo que estudou, ou seja, aprender através da prática, quando as habilidades – inclusive comportamentais, como inteligência emocional e liderança – se potencializam.
  3. Conviver: interagir com outras pessoas, tirando o máximo de proveito dessa troca – por exemplo, criando vínculos sociais, aprendendo a compreender o outro e gerenciar conflitos interpessoais.
  4. Ser: aprofundar os seus interesses, exercitar pensamento crítico, criatividade, memória, raciocínio, e mais.

Como pôr em prática o lifelong-learning?

Podemos criar, aqui, mais uma lista, agora olhando para estes quatro pilares de uma maneira desfragmentada, dizendo o que é preciso fazer, de fato, para assumir na sua vida o lifelong-learning. Vamos lá?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Primeiro, refletir sobre os seus interesses e objetivos de vida – pessoal e profissional -, que é algo que pode orientar os seus próximos estudos.
  • Com base nas suas decisões, adotar um estilo de vida diferente, visando atingir um objetivo específico.
  • Montar um planejamento de aprendizado, investindo em qualificação em uma ou mais áreas por meio de cursos, leituras, vivências e mais, onde a determinação será o ponto-chave dessa mudança.
  • Pesquisar sobre as últimas tendências do mercado – o que terá de ser feito diariamente -, talvez pelos meios de comunicação do seu setor, além das páginas nas redes de profissionais referências no mercado.
  • Usar e abusar das novas tecnologias, explorando cursos gratuitos, assistindo vídeos das universidades nas plataformas de streaming, tendo aulas de idiomas, visitando museus e fazendo passeios virtuais em diversas cidades ao redor do mundo, aprendendo a programar, e além.
  • Reconhecer os seus pontos fracos, que atrapalham o seu dia a dia, e trabalhar para contorná-los.
  • Assumir suas responsabilidades, funções e desafios – na família, na empresa e em outros grupos.
  • Alinhar suas expectativas em cada novo momento de vida, pois, sim, os planos podem mudar com o passar do tempo, assim como objetivos, sonhos e expectativas!

Fontes: IED, Distrito.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo