Engenharia 360

O que é impressão 4D? Explicamos de forma simplificada!

Engenharia 360
por Larissa Fereguetti
| 13/06/2018 | Atualizado em 11/05/2022 3 min

O que é impressão 4D? Explicamos de forma simplificada!

por Larissa Fereguetti | 13/06/2018 | Atualizado em 11/05/2022
Engenharia 360

Certamente, você já ouviu falar em impressão 3D. Com a popularização das impressoras 3D, é quase impossível não ter escutado sobre essa nova tecnologia, que imprime casas, próteses e outros objetos, incluindo comida. Porém, você já ouviu falar sobre impressão 4D? Não, não é em nenhuma realidade alternativa, não envolve buracos negros ou coisas assim. Na verdade, a impressão 4D é mais simples do que você imagina.

impressão 4D
Imagem: fosscrunch.com

O que é a impressão 4D?

A impressão 4D surgiu a partir da impressão 3D. Ela consiste em, basicamente, imprimir em 3D materiais que vão mudar a sua forma posteriormente. É como se os materiais evoluíssem ao longo do tempo, respondendo ao ambiente ao qual são submetidos. É esse efeito que proporciona uma quarta dimensão, ou seja, o tempo é a quarta dimensão. Alguns exemplos de gatilho para a mudança são a água, temperatura, corrente elétrica e vento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Continue Lendo

Desenvolvimento da impressão 4D

Vale ressaltar que a impressão 4D não é nova e nem foi descoberta recentemente. Faz alguns anos que os cientistas trabalham nela. A ideia é de que, no futuro, a impressão 4D permita, por exemplo, que uma prótese ou roupa se adapte às modificações no corpo humano (como o fator crescimento), reduzindo a necessidade de substituição.

As pesquisas avançam de acordo com o avanço de outras tecnologias, como softwares e computadores. Na linha de materiais chamados “inteligentes”, é possível citar desde um termostato antigo, no qual dois materiais com taxas de expansão diferentes ativavam um ponteiro de acordo com a temperatura, até ligas ou polímeros com memória de forma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

impressão 4D
Imagem: igotoffer.com

Dá para imprimir em 4D em casa?

Embora seja uma ideia relativamente prática, ainda não é possível imprimir coisas em 4D com uma impressora 3D em casa. Esse tipo de impressão é feito, até então, em laboratórios de pesquisa. Uma das partes difíceis também é o material que será usado.

Os materiais inteligentes são caros e já possuem propriedades definidas. Assim, muitos laboratórios que pesquisam a impressão 4D também pesquisam novos materiais que podem ser usados no processo. É necessário que eles respondam corretamente ao estímulo proposto.

impressão 4D
Imagem: marshable.com

Impacto da impressão 4D

Apesar de ainda caminhar lentamente, a impressão 4D pode impactar largamente o mercado tecnológico. Dentre os beneficiados estão praticamente todos. Além das pessoas que fazem o uso de alguma prótese, pense no impacto de não precisar mais comprar tênis e roupas para as crianças periodicamente, visto que os objetos poderão acompanhar o desenvolvimento do corpo. Consequentemente, vai impactar a cultura do consumismo exagerado, reduzir a quantidade de resíduos e contribuir para um desenvolvimento mais sustentável.

Também haverá impacto na indústria e na construção civil, por exemplo. Na Austrália, já existe uma pesquisa ligada à criação de uma válvula impressa em 4D. Ela é capaz de se fechar ou abrir de acordo com a temperatura da água ao seu redor. Detalhe: a pesquisa não é recente.

Assim, espera-se que logo a impressão 4D torne-se mais popular e mais acessível. Ainda, é possível destacar que a impressão 3D, apesar de ter se popularizado recentemente, surgiu há mais de 30 anos. Com o atual nível de tecnologia, esperamos que a impressão 4D leve menos tempo para se tornar comum, apesar de ainda ter um longo caminho pela frente.

No vídeo abaixo você confere um pouco mais sobre impressão 4D.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Fontes: The Conversation, ALL3DP, New Atlas, University of Wollongong.

Comentários

Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Engenheira, com mestrado e doutorado. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos:

Continue lendo