Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Menino de 12 anos cria site para ajudar idosos a programarem a vacinação de Covid-19

por Redação 360 | 06/04/2021

A ideia surgiu quando ele pensava em um projeto de boa ação para celebrar seu “bar mitzvah”, cerimônia judaica que insere o jovem judeu na comunidade adulta da religião

Os Estados Unidos já perderam mais de meio milhão de pessoas para a Covid-19, fato assustador e que gera muita incerteza e medo na população. Contudo, a vacina trouxe esperança de dias melhores. 

Samuel Keusch, de 12 anos, ficou preocupado com a complexidade do processo de vacinação nos EUA. Ele percebeu que o sistema na verdade estava prejudicando a vida dos idosos na hora de se programarem para tomar a vacina.

Pensando nisso, ele criou um site para ajudar pessoas mais velhas em meio a esse cenário completamente desafiador e de muita insegurança. 

Logo a plataforma começou a funcionar e, em poucas semanas, conseguiu ajudar quase 3 mil idosos a marcar consultas e também tomar a tão sonhada vacina contra o novo coronavírus. 

De acordo com Keusch, a ideia surgiu de uma hora para outra. Ele contou que estava quase no momento de celebrar o seu “bar mitzvah”, cerimônia judaica que insere o jovem judeu na comunidade adulta da religião.

E para seguir uma das tradições da celebração, ele precisava finalizar um projeto de boa ação. Ou seja, não poderia ter ideia melhor do que o site para ajudar os idosos.

Como surgiu a ideia?

Bom, segundo o garoto Samuel, a dificuldade do pai ao passar por um trabalhoso processo burocrático quando buscava marcar a vacina para os seus avós, o motivou a inventar a página na internet.

Lembrando que ele e sua família vivem em Nova York, um dos locais mais atingidos pelo novo coronavírus. Por isso, a agilidade na vacinação tornou-se algo primordial. 

O site, chamado Vaccine Helper, oferece um formulário simples, otimizando bastante durante o processo de vacinação, além disso, o serviço é totalmente gratuito.

Em alguns dias, o jovem, apaixonado por games e tecnologia, tirou o site e o formulário online do papel. Através do auxílio do pai e de professores, viu a demanda crescer a cada dia. 

Em entrevista ao site Entrepreneur, ele afirmou que cresceu muito durante a criação do projeto: “Acho que o que eu fiz teve um impacto positivo na vida das pessoas. Quando vejo os e-mails agradecendo, fico realmente emocionado”, disse.

Vacinação EUA

Como funciona o site?

Usando o Google como modelo, Samuel criou um sistema que identifica se a pessoa já está qualificada para receber a vacina. 

Em síntese, se o indivíduo estiver dentro da classificação, basta preencher um formulário com perguntas simples e necessárias para realizar o agendamento. 

Logo após o preenchimento do formulário e com todas as informações coletadas, o jovem as repassa para a agenda oficial da vacinação contra o Coronavírus nos EUA.

Desde sua criação, o site já ajudou ao menos 3 mil pessoas, entre idosos, professores e pessoas que fazem parte do grupo de risco. Clique aqui para conhecê-lo na prática.

E então, curtiu conhecer essa história? O que acha de compartilhar ela com seus amigos?

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.