Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

CANAIS ESPECIAIS


Quais são os melhores concursos para Engenharia de Produção?

por Samira Gomes | 02/02/2021

Saiba quais são os melhores concursos para engenheiros de produção no que tange à remuneração, benefícios e crescimento profissional

Com a saturação e as constantes crises do mercado de trabalho, a busca por concursos públicos, para se alcançar a tão sonhada estabilidade profissional e financeira, bom salário e outros benefícios, vem crescendo consideravelmente nos últimos anos. Para os engenheiros de produção que pretendem concorrer por uma vaga em um cargo público, separamos as melhores opções e explicaremos mais informações acerca dos certames, para auxiliar na preparação.

mulher trabalhando em indústria representando engenheiras
Imagem: hbr.org

1. Concurso para o corpo de engenheiros da Marinha (CP-CEM)

Sendo um dos concursos mais concorridos e prósperos do Brasil, o processo seletivo da Marinha oferece um salário acima do peso salarial para engenheiros, além de um plano de carreira bem definido e outros benefícios inerentes à carreira militar. O certame oferece vagas para engenheiros de produção durante todos os anos – o que auxilia o candidato a estudar e se planejar para a admissão no cargo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O concurso envolve duas prova escritas: a primeira inclui questões objetivas acerca de matemática e física, além da redação, e tem duração de 4 horas, enquanto que a segunda envolve conhecimentos específicos, com questões discursivas e tradução de texto, e dura 5 horas. Além dessa avaliação, o candidato deverá se preparar para uma prova de títulos (PT), inspeção de saúde (IS), avaliação psicológica (AP) e teste de aptidão física (TAF).

engenheiros da marinha representando engenharia de produção
Imagem: Divulgação

Detalhes das provas

Na avaliação de matemática, são cobrados assuntos como: cálculo diferencial e integral básicos; equações diferenciais ordinárias; cálculo vetorial e integração múltipla; álgebra linear; séries e sequências; probabilidade e estatística; cálculo numérico. Para física: dinâmica da partícula; dinâmica de sistemas termofluidos; estática; eletricidade e magnetismo.

Dentre alguns dos temas exigidos na prova de conhecimentos de Engenharia de Produção estão:

  • gestão da qualidade;
  • logística empresarial;
  • contabilidade e custos industriais;
  • planejamento e controle de produção;
  • análise do processo de produção;
  • análise financeira;
  • planejamento de instalações industriais.

Benefícios oferecidos

Após aprovado no processo seletivo, os engenheiros de produção ingressam na escola Centro de Instituição Almirante Wandenkolk, localizada no Rio de Janeiro. É lá que fazem o Curso de Formação de Oficiais (CFO), com o objetivo de se tornarem oficiais da Marinha do Brasil. Seguidamente, esses profissionais são nomeados como primeiro-tenente e passam a receber um salário de R$ 8.245,00, com adicionais de 19% (militar) e de 16% (habilitação), além dos benefícios de alojamento, alimentação, assistência médico-odontológica, auxílio-fardamento, transferências remuneradas, instalações sócio recreativas e dos salários indiretos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Militares da marinha ainda possuem o direito à aposentadoria integral, isto é, ainda que estejam inativos, a remuneração não sofre alterações devido às limitações relacionadas ao teto da previdência social.

2. Concurso para oficial temporário da Marinha (SMV)

O SMV é um concurso de meio regional, promovido por cada Distrito Naval (DN). Como o nome sugere, o oficial da reserva de segunda classe (RM2) tem seu tempo de serviço renovado anualmente e pode ocupar o cargo por 8 anos. O candidato deve ter acima de 18 anos e, no máximo, 40 anos. Além disso, precisa ter bons antecedentes e estar cumprindo com suas obrigações eleitorais.

Assim como o CP-CEM, esse processo seletivo é dividido em 6 etapas: Prova Objetiva (com duração de 3 horas), Prova de Títulos (PT), Verificação de Dados Biográficos, Verificação Documental, Inspeção de Saúde (IS) e Teste de Aptidão Física (TAF). Entretanto, a prova escrita aborda conteúdos de português e formação militar naval, e é realizada em um único dia.

oficiais da marinha representando engenharia de produção
Imagem: Cedida/Marinha

Detalhes das provas

A prova objetiva é composta por duas fases. Em ambas são cobrados as seguintes disciplinas:

  • Área de Concentração I – Língua Portuguesa (25 questões)
  • Área de Concentração II – Formação Militar-Naval; Liderança e História Naval; Relações Humanas (25 questões).

Cada questão dessas etapas equivale a dois pontos, ou seja, a avaliação totaliza 100 pontos. Serão aprovados aqueles que alcançarem nota igual ou maior que 50 no total da prova.

No teste de aptidão física (TAF) são realizadas atividades de natação e corrida, acompanhando as seguintes regras:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Nadar o trajeto de 25 metros no tempo regulamentar de 1 minuto, para o sexo feminino, e de 50 segundos, para os candidatos do sexo masculino;
  • Correr um roteiro de 2400 metros durante no máximo 16 minutos, para os participantes homens e 17 minutos, para as mulheres. A corrida deve ser executada em uma pista oficial de atletismo ou em qualquer percurso plano adiantadamente delimitado.

Benefícios oferecidos

Após o resultado, os aprovados passam a ocupar o posto de Guarda-Marinha (GM) durante 6 meses e recebem um salário de R$ 7.315. Posteriormente, o oficial assume o posto de Segundo Tenente. A remuneração é R$ 7.490. Com um ano de incorporação o salário aumenta para R$ 8.245.

3. Concurso para engenheiro da Petrobras

O certame realizado pela Petrobras é um dos mais esperados pelos concurseiros, devido aos altos salários e número de vagas em diversas áreas, além de promessa de desenvolvimento profissional e por não ter limite de idade – tornando-o um dos mais concorridos do Brasil.

Os engenheiros de produção selecionados no concurso se tornam responsáveis por conduzir, participar e desempenhar o serviço de manutenção de equipamentos de unidades industriais, bem como conferir a produção de materiais e equipamentos, desenvolver estudos de efetividade técnica e econômica e, ainda, fiscalizar os serviços de montagem, construção. Além disso, atuam nas tarefas relacionadas à respectiva área de especialização.

engenheiro da petrobras de costas

Detalhes da prova

O processo seletivo é composto apenas por uma prova escrita com 20 questões de conhecimentos básicos, sendo 10 de inglês e 10 de português, além de 50 questões sobre conhecimentos específicos. Também fazem parte do concurso a inspeção de saúde (IS) e a avaliação psicológica.

Benefícios oferecidos

Compete aos engenheiros de produção aprovados o acompanhamento e a operação da organização e métodos de trabalho, com enfoque na otimização da produtividade, verificando os processos correntes, sugerindo rotinas e padronizações efetivas das atividades; realizar a supervisão técnico e administrativo de contratos. Exercendo essas atividades, esses profissionais recebem um salário básico de R$ 6.242,99 com certificação de pagamento mínimo de R$ 10.544,04.

4. Concurso da Transpetro

O concurso da Transpetro possui muitas semelhanças com o da Petrobras, principalmente no que tange ao processo seletivo, tendo em vista que a CESGRANRIO é a banca organizadora de ambos os certames – o que corrobora para que o conteúdo e a estrutura das provas sejam praticamente iguais, concedendo ao estudante a possibilidade de se preparar para os dois concursos simultaneamente.

Quando aprovado, o engenheiro ocupará um cargo em uma das empresas estatais mais cobiçadas no setor de engenharia e terá que se preparar para aplicar seus conhecimentos específicos, tendo a opção de escolher em qual das unidades da Federação trabalhar.

Imagem: Divulgação

Detalhes da prova

A seleção é feita por intermédio de uma prova objetiva contendo 50 questões (30 de conhecimentos específicos e 20 de conhecimentos básicos). O exame de conhecimentos básicos, de caráter eliminatório e apenas para prováveis desempates, inclui 10 questões de Língua Portuguesa e 10 questões de Inglês Técnico Marítimo. A prova objetiva de conhecimentos específicos tem 30 questões.

O participante que não alcança um desempenho superior a 50% do total de pontos da prova objetiva de Conhecimentos Básicos, não obtém aproveitamento acima de 50% do pontos totais da prova objetiva de Conhecimentos Específicos ou conseguir grau ZERO em alguma das disciplinas da prova objetiva de conhecimentos básicos é desclassificado do processo seletivo.

Benefícios oferecidos

Os candidatos que são admitidos recebem os seguintes benefícios: assistência organizacional; assistência multidisciplinar de saúde e benefício farmácia; PAE – Programa de Assistência Especial (concedido à pessoas com deficiência, filhos (as) de empregados (as)); plano de previdência complementar, opcional; complementação do auxílio doença; e participação nos lucros e/ou resultados.

Fontes: Elo Concursos, Gran Cursos, Concursos no Brasil

Leia também: Quais tipos de ART um engenheiro de produção pode assinar?

E você, pensa em fazer algum desses concursos? Comente!

Comentários

Engenharia 360

Samira Gomes

Engenheira de Produção em formação no Vale do São Francisco. Nordestina fascinada pela escrita e por tecnologia. Tem como objetivo levar conhecimento sobre engenharia, por meio da leitura, pois acredita no potencial das palavras para o enriquecimento intelectual.